56

Já li alguns comentários na web a respeito de utilizar ou não o ; no final das linhas quando se escreve JavaScript. Alguns dizem que sim, outros dizem não ter necessidade, mas nenhum sabe explicar bem os motivos das divergências.

Exemplo:

var ola = "Olá"; // com ponto e vírgula
var mundo = "Mundo"  // sem ponto e vírgula

O interessante é que mesmo esquecendo o ; no meu código as vezes, ele continua rodando sem problemas e sem disparar erros. Então, o correto é usar ou não o famoso ponto e vírgula?

  • 2
    Se quiser aprofundar sobre o assunto, recomendo dois livros: Javascript Patterns, de Stoyan Stefanov, e Maintainable Javascript, de Nicholas Zakas. A presença ou ausência do ponto-e-virgula pode mudar o significado de uma instrução. Fora isso, é boa prática usar pois deixa o código mais legível. – Renan 28/10/14 às 17:18
44

Utilizar sempre o ; e eis porque:

JavaScript é uma linguagem que faz declarações ao navegador. O carácter utilizado para separar essas declarações é ; e o mesmo deve ser sempre utilizado.

O código pode funcionar sem o ponto-e-virgula após uma declaração, mas para isso é preciso que exista um fim-de-linha ou uma sintaxe correcta.

Obrigado ao @Gabriel Gartz por alertar para o facto de que qualquer operador lógico, matemático ou delimitação de escopo permite gerar de igual forma a execução do código.

O maior problema advém do facto de que todos nós queremos optimizar os ficheiros descarregados para o navegador, como é o caso dos ficheiros .js e .css que para os quais aplicamos compressão (remover quebras de linha, comentários, espaços e tabulações). Nestes casos, se não existir a separação correcta de declarações ao navegador, as mesmas vão ficar interligadas e vão surgir erros de sintaxe.

Vamos ver com exemplos:

  • Exemplo 01 (clica para abrir o JSFIddle)

    Realizar um alerta sem o separador de declarações ;:

    alert("olá")
    

    Corre tudo como esperado, recebemos um alerta.

  • Exemplo 02 (clica para abrir o JSFIddle)

    Realizar dois alertas sem o separador de declarações, mas cada alerta na sua linha separados assim pelo "fim-de-linha":

    (r, n ou rn consoante o sistema operativo onde foi criado o ficheiro)

    alert("olá")
    alert("olá novamente")
    

    Corre tudo como esperado, recebemos dois alertas.

  • Exemplo 03 (clica para abrir o JSFIddle)

    Realizar dois alertas separados com o separador de declarações ;:

    alert("olá"); alert("olá novamente")
    

    Corre tudo como esperado, recebemos dois alertas.

  • Exemplo 04 (clica para abrir o JSFIddle)

    Realizar dois alertas sem a separação declarações ; e com o código comprimido:

    alert("olá")alert("olá novamente")
    

    Não acontece nada e obtemos um erro de script na página:

    SyntaxError: missing ; before statement

    alert("olá")alert("olá novamente")

  • Exemplo 05 (clica para abrir o JSFIddle)

    Com base na chamada de atenção feita pelo @Gabriel Gartz, pode-se verificar que se a sintaxe estiver correcta, o código é executado sem erros, mesmo se as declarações se encontrarem separadas por outra coisa que não o ;:

    alert('foo')&alert('bar')|alert('zaz')
    

    Vai gerar três alertas conforme esperado.


Inserção automática do ponto-e-virgula (;)

Existem algumas declarações que recebem automaticamente uma inserção de ;:

┌────────────┬────────────────────────────────────┐
│ DECLARAÇÃO │ EXEMPLO DA DECLARAÇÃO              │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ empty      │ ;                                  │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ variable   │ var a = 1;                         │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ expression │ greeting = "Hello " + name;        │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ do-while   │ do qualquerCoisa while (condição); │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ continue   │ continue;                          │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ break      │ break;                             │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ return     │ return;                            │
├────────────┼────────────────────────────────────┤
│ throw      │ throw "Error2";                    │
└────────────┴────────────────────────────────────┘

São declarações que tem obrigatoriamente que ser terminadas com o separador de declaração ;, razão pela qual recebem a inserção automática do mesmo se ele não for encontrado.

Quais as regras para que isto aconteça:

A leitura do código é realizada da esquerda para a direta. Se for encontrado um símbolo ofensivo que não é permitido em qualquer produção da gramática, ocorre a inserção automática de um ponto-e-virgula se uma das seguintes condições for verdadeira:

  • O símbolo ofensivo é separado do símbolo anterior em pelo menos um "fim-de-linha";
  • O símbolo ofensivo é }.

Notas:

A inserção automática de separadores de declarações é um tópico extenso sujeito a muitas regras, mas explica porque é que conseguimos que o código funcione sem utilizar o separador de declarações quando temos um "fim-de-linha" ou uma sintaxe válida.

No caso de ficheiros já comprimidos para suprimir ao máximo os caracteres não necessários, torna-se quase impossível a inserção automática do separador de declarações pois uma das condições em cima apresentadas deixa de estar presente.

Documentação: 7.9 Automatic Semicolon Insertion (Inglês)

  • Seria bom adicionar uma nota dizendo que o ponto e vírgula também se torna uma declaração quando ele não faz nada, guia de exemplo. – Hydroper 30/12/16 às 10:09
  • Declarações etiquetadas também recebem ponto-e-vírgula (;), por exemplo: etiqueta: 6 ;. – Hydroper 30/12/16 às 10:13
8

Ponto e virgula em javascript é opcional como separador de instruções, no entanto deve-se tomar muito cuidado.

Um caso como:

a = b + c
(d + e).print()

Será avaliado como: a = b + c(d + e).print(); (como visto aqui)

No caso de um for, no entanto, o uso de ponto e vírgula é obrigatório dentro de sua sintaxe:

for (var i=0; i < 10; i++) 

Se não houver um corpo de instruções a ser executado um ponto e vírgula deve ser adicionado, caso contrário um bloco como:

 for (var i = 0; i < 5; alert(i), i++)
 document.write("oi")

Será interpretado como:

 for (var i = 0; i < 5; alert(i), i++)
 {
  document.write("oi")
 }

Logo, para evitar isso o ponto e vírgula deve ser adicionado e o código fica assim:

for (var i = 0; i < 5; alert(i), i++);
document.write("oi")

No caso de mais de uma instrução na mesma linha é obrigatório o uso de ponto e vírgula.

var i; i = 42
8

Recomento a leitura desse artigo do Caio Gondim, pois a não utilização pode causar várias situações e é bom saber entender cada uma delas.

http://loopinfinito.com.br/2013/10/22/mamilos-pontos-e-virgulas-em-js/

Em resumo [...] o ; serve como um delimitador de statements. Mas devido ao ASI, o \n também irá funcionar como delimitador de statement, exceto nos seguintes casos:

1 - O statement possui um parêntese, array literal ou objeto literal não fechado ou acaba de qualquer outra forma a qual não seja um modo válido de finalizar um statement.
2 - A linha inteira é um -- ou ++ (neste caso, irá incrementar/decrementar o próximo token)
3 - É um for(), while(), do, if() ou else e não existe {
4 - A próxima linha começa com [, (, +, -, *, /, ,, ., ou qualquer outro operador binário que só pode ser encontrado entre dois tokens em uma única expressão. [...]

Ou seja, nas 4 situações acima citadas o ASI não será disparado, nas outras situações o ASI irá interpretar normalmente o \n como delimitador.

6

A resposta do Zuul é a correta. Vou apenas deixar um caso específico aqui pois ninguém até agora comentou sobre:

Isto:

function foo () {
    return
    {
        name: "bar"
    }
}

É equivalente a isto:

function foo () {
    return;
    {
        name: "bar"
    };
}

Vamos lá, execute ambas as formas no console do seu navegador ;)

E se você não prestar atenção a esse fato, pode cometer erros com mais frequência.

Usar ponto-e-vírgula não é obrigatório, mas é boa prática pois deixa mais claro onde uma expressão acaba e outra começa.

4

O ponto e virgula no Javascript é utilizado para forçar a interpretação da sintax em uma linha, delimitando esta execução ao trecho que precede o ponto e virgula.

Você não é obrigado a usar o ponto e virgula para delimitar uma execução, existem outras maneiras, como operadores lógicos ou definições de escopo, porém é uma boa prática o uso de ponto e virgula.

A quebra de linha também delimita a sintaxe que será executada.

Exemplo:

alert('foo'); alert('bar');

Vai executar primeiro a função que cria um alerta com foo e depois com alerta que exibe bar

O mesmo resultado pode ser obtido com o operador & ou |

alert('foo') & alert('bar') | alert('zaz')

Ou mesmo apenas quebrando a linha.

Porém se você escrever tudo junto, sem nenhum operador, o JSC não vai saber como delimitar a execução da sua sintaxe e vai expor um erro com identificador não encontrado.

Um outro meio curioso de delimitar é criar um escopo utilizando as chaves, por exemplo:

{alert('foo')}alert('bar')

Operadores matemáticos:

alert('foo')+alert('bar')-alert('zaz')

Claro que todas essas maneiras alternativas não passam de mera curiosidade do JSC, o recomendável é que você utilize sempre o ponto e virgula para delimitar a interpretação das suas sintaxes.

3

Primeiramente eu gostaria de apontar que o ponto e vírgula, em algumas ocasiões, separa statements (quando me refiro à 'statements' me refiro às declarações, declarações de expressão e outras instruções que podem aparecer em corpos comuns), mas em outras ocasiões, se torna um statement que não faz nada. Por exemplo, a etiqueta do ECMAScript3 requere um statement na frente (e o nome apropriado de declaração de etiqueta é LabelledStatement (Ou LabeledStatement):

/* Funciona. */
StatementEtiquetado: ;

/* Aqui, esse ponto e vírgula apenas delimita
 * os LabelledStatements abaixo. A declaração de expressão 2 se torna
 * o LabelledStatement, enquanto o ponto e vírgula é desnecessário.  */
StatementEtiquetado: 2;

/* Não funciona porque não tem statement, :/ . */
StatementEtiquetado:

O semicolon (ponto e vírgula) pode aparecer em qualquer espaço inusado de um corpo de statements, até mesmo no topo (ver no Esprima):

;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;
( \u{41} => void 0)``;
;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

for (;;)
/* Esse semicolon é o corpo desse loop, embora. */
    ;

Estranho é fazer isso em uma linguagem como ActionScript 3, e ainda funcionar!

Em ambos ECMAScript e Lua eu costumo usar semicolon porque ele é imperativo. Sem usar semicolon, às vezes é também possível causar problemas com chamadas:

{
    let expressão = _ => void 0;

    expressão()
    (_ => void 0) ``
}

Ou também é possível usar vírgulas ao invés de ponto e vírgula, que geram uma sequência de expressões:

chamada(),
(_ => void 0)()

Mas, pelo visto, sem o uso de semicolon, só pode mesmo afetar chamadas que usam expressões em torno de parênteses. Lembrando que a template `` pode fazer chamadas, também.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.