-2

Estou construindo minhas páginas de internet, devo fazer meu CSS junto com meu HTML ou devo criar um arquivo CSS contendo todas as páginas do meu site? Qual o ganho/perda que vou ter nesses modos?

  • Na verdade isso é relativo e varia de programador para programador. Eu particularmente costumo criar um arquivo padrão, com um estilo genérico para todas as páginas que vão conter o mesmo. Além disso crio uma interna, para conteúdos e estilos próprios das páginas. Basicamente ficam separados em 4 arquivos (contando o arquivo genérico, interno e seus arquivos associados que terão somente media queries). – João Pedro Schmitz 2/10/18 às 13:53
  • 2
    Só depende do contexto. Não tem solução boa pra todos os casos, tem que entender bem as vantagens e desvantagens de cada um (e pode misturar mais de uma técnica, não ligue para essas bobeiras de "boas práticas", tem que aprender certo). Se o CSS vai ser usado em uma página só, geralmente no "head" da página tem uma série de benefícios. Inline (nos atributos da tag) geralmente só faz sentido em listagens com coisas variadas demais. Externo faz sentido no que vai ser reaproveitado em muitas páginas, mas mesmo assim, só analisando o caso real. – Bacco 2/10/18 às 13:55
  • Eu dei uma lida e fiquei muito em dúvida em questão. A manutenção de um arquivo externo seria muito mais complicado do que um interno correto? Afinal, o externo está afetando não só uma página, mas sim todo seu site (vamos se dizer por assim), tudo bem que o HTML ficaria um pouco maior no interno, mas em requisitos de memória e manutenção até facilitaria muito certo? Ou eu estou errado?! – Novato 2/10/18 às 13:57
  • 1
    Como falei, depende. Você pode muito bem ter um CSS externo (ou vários) para o site todo, e numa das páginas ter um CSS inline que vai ser usado só ali, tem que ver como vai organizar seus arquivos, se vai fazer "na mão" ou se vai usar ferramentas, tem que ver como vai dividir a estética das páginas. São muitas variáveis e isso impede ser possível uma resposta "correta". – Bacco 2/10/18 às 13:59
  • 1
    Não. Existe muita "evangelização" do tipo "tem que ser assim", mas geralmente é tudo bobeira. O que mais tem na internet é porcaria. Sem entender só vai fazer besteira. Tem vários fatores: Manutenção (e isso é muito pessoal), o custo da requisição externa (depende do ambiente), a demora na renderização, o uso correto do cache, a organização do site que está fazendo, etc. Pra alguns, separado é mais fácil cuidar. Para outros, inline é mais fácil pq você vê o que está fazendo, e pode carregar mais rápido (mas fica carregando coisa repetida à toa se é algo que se repete em outras paginas). – Bacco 2/10/18 às 14:01
-2

Bem eu acredito que o que te ajudaria agora seriam algumas, boas praticas de código e organização de arquivos;

De uma olhada nesse link nele é possível verificar algumas boas praticas:

https://pt.stackoverflow.com/a/334686/126505 (Leia os comentários da resposta também)

Também recomendo ler :

https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/informatica/boas-praticas-para-desenvolvimento-de-websites-otimizados/16093

No geral eu utilizo as boas praticas da convenção de 2016, que diz para fazer a organização dos arquivos assim:

- index.html

- matematica. (pasta)

  • matematica.js
  • matematica.html
  • matematica.css

- portugues. (pasta)

  • portugues.js
  • portugues.html
  • portugues.css

- styles. (pasta)

  • styles.css
-3

Existem três tipos de folha de estilo CSS possíveis para utilização em projetos WEB: estilos inline, incorporado e externo Estilo inline. Estilo inline é quando os estilos CSS são aplicados diretamente dentro da tag de abertura de um elemento HTML. Estilo incorporado - são colocados aninhadas dentro da tag Styles, inclusa dentro do header do html. Estilo externo - são colocados em arquivos separados.

Provavelmente a maneira mais conveniente de adicionar CSS ao seu site, é vinculá-lo a um arquivo .css externo. Dessa forma, quaisquer alterações feitas em um arquivo CSS externo serão refletidas em seu site globalmente. Uma referência a um arquivo CSS externo é colocada na seção da página.

-3

O CSS Inline em tese fornece uma melhor performance, maaaass, não podemos utilizar somente ele. O CSS permite uma separação entre a apresentação e o conteúdo de um site, o que torna os sites mais acessíveis a diferentes dispositivos. Manter as informações sobre cores e fontes separadas do conteúdo também irá reduz a complexidade do seu site, já que várias páginas HTML podem compartilhar o mesmo .css file.

Para avaliar o desempenho do seu site quanto ao CSS, você precisa analisar a Hora do primeiro byte e a hora que o navegador começou a renderizar a página. Sua página só começará a ser exibida para o usuário após o navegador receber o primeiro byte de retorno do servidor.

Dito isto, os navegadores precisam de instruções na forma de HTML e CSS. Assim, a renderização completa não existirá até que todas as folhas de estilo externas tenham sido baixadas e processadas. Quantos mais viagens entre o navegador e seu servidor, mas tempo seu usuário terá que esperar até ver algo.

CSS inlining

Uma maneira de garantir a entrega rápida de CSS é a prática do inlining. Inlining significa inserir recursos CSS externos diretamente em documentos HTML. Essa técnica funciona melhor para recursos menores, mas ainda assim faz uma diferença notável, pois é possível renderizar as suas marcações HTML com CSS sem esperar que o CSS externo seja baixado.

Algo importante, é que o CSS incorporado ao HTML deve conter apenas o necessário para que sua página seja renderizada ainda na primeira dobra do seu site. Não adianta diminuirmos as requisições ao servidor, sendo que nosso primeiro arquivo html já contém um tamanho monstruoso.

Normalmente utilizamos apenas características estruturais como width,height,margin entre outros, juntamente com características visuais bem especificas, como backgrounds, bordas e etc, para que já seja apresentado algo enquanto aguardamos o servidor retornar com os estilos de arquivos externos completos.

CSS externo

Utilizando o CSS inline nós ajudamos o navegador para que o mesmo possa renderizar nosso conteúdo mais rapidamente sem precisar aguardar os arquivos externos. Mas assim, infelizmente não conseguimos utilizar o cache nem a reutilização de código, fazendo com que a cada nova página visitada, todo o processo de renderização seja novamente feito.

Caso sua página possua bastante CSS simples, isso não seria problema, mas caso você possua várias linhas de estilo, não utilizar o cache do navegador se tornará um grande problema, e é por isso que muitos desenvolvedores da Web apenas incorporam o CSS em sua página inicial ou nas páginas de destino enquanto usam CSS externo para o restante do site.

Concluindo

Resumindo, você pode utilizar tanto css inline quanto em arquivos externos, vai depender do seu problema. A minha recomendação por experiência própria, seria alternar entre os dois modos para que você chegue em um equilíbrio, sem colocar tudo no HTML, mas também sem ficar totalmente dependente do estilo externo para renderizar algo.

Caso você queira se aprofundar melhor em alguma técnica para lhe auxiliar a escrever um melhor código, recomendo que você leia sobre o OOCSS (O CSS Orientado a Objeto) que tem como conceito técnicas baseadas em dois pontos cruciais que são a separação da estrutura e do visual e a independência do container em relação ao conteúdo. Caso não entenda muito inglês, e queira um bom artigo em Português-br recomendo este: OOCSS ou CSS do Jeito certo

Ou também, recomendo o SMACSS que é bastante baseado em cinco categorias de regras de CSS: base, layout, module, state e a pouco importante theme.

  • 1
    "Aumento do tempo de carregamento da página.", por quê? Como consegue determinar que só pelo fato do documento ficar maior será mais lento do que fazer duas, no mínimo, requisições distintas? – Anderson Carlos Woss 2/10/18 às 14:04
  • 1
    Geralmente CSS inline acelera absurdos a página. Pro browser fazer cache da página e do CSS dá na mesma, em principio. O problema neste caso é tráfego desnecessário e repetição de dados. E a repetição sequer existe, se for um include de PHP, por exemplo. Eu acho legal você tentar contribuir, mas se editar e explicar melhor os detalhes (exemplos e motivos reais, sem tentar convencimento e sim mostrando a técnica), vai valorizar a resposta. – Bacco 2/10/18 às 14:06
  • Iria falar exatamente sobre o cache, você utilizar o CSS em nível de elemento não existe a forma de fazer cache, claro, isso estou dizendo que você possui exatamente o mesmo botão em 30 páginas, e colocou o css no style do elemento em todas elas... – rafaelmacedo 2/10/18 às 14:08
  • Se estamos falando em por um background-color e um border em um elemento distinto do site ok, concordo que inline será muito melhor, mas agora você ter um o mesmo elemento com diversos estilos inline repetido em diversas páginas forçando o navegador a renderizá-lo todas as vezes vai afetar a performance sim. – rafaelmacedo 2/10/18 às 14:11
  • 2
    @rafaelmacedo então, justamente minha sugestão é no sentido de você elaborar melhor os prós e contras pra não ficar uma "defesa de um lado", e sim mostrar bem os prós e contras, assim fica mais educativo, e pode reverter os votos. Lembre-se que tudo aqui pode ser melhorado, e a votação é liberada para revisão sempre que há uma edição. É normal revisarmos respostas, o bonito do site é isso, todo mundo aprende não só a fazer as coisas, como a elaborar melhor pontos que geram dúvida. Toda hora eu tou remendando post meu por causa de coisa que gerou dúvida, e todo mundo ganha com isso. – Bacco 2/10/18 às 14:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.