3

Estava criando uma função para validar campos de texto grandes (descrição, observação, ...), que, no SQL, serão salvos como TEXT, então basicamente fiz isso:

function($valor, $min = 0, $max = 65000) {
    if (strlen($valor) >= $min || strlen($valor) <= $max) {
        return true;
    } else {
        return false;
    }
}

Quando fui procurar o tamanho máximo dos campos do tipo TEXT do achei essa pergunta do SOen que responde a isso, e nela mostra que o tamanho do texto depende dos caracteres da string. Na verdade os tipos de textos não tem um limite de caracteres mas sim um limite de bytes, então duas perguntas:

  • Como validar uma entrada de texto de acordo com o tamanho máximo de bytes que aquela string deve conter?

  • Essa validação é necessária apenas em campos TINYTEXT, TEXT, MEDIUMTEXT, e LONGTEXT?

  • Não adicionei a tag mysql porque acredito que a pergunta seja relevante para mais de um banco de dados – Costamilam 28/09/18 às 13:39
  • 2
    A tag é fundamental, pq os DBs lidam de maneira diferente com isso. MySQL, por exemplo, não mede CHAR e VARCHAR em bytes, e sim e caracteres e isso pode influir em detalhes das respostas. O encoding também é fundamental, pois essa preocupação sua só faz diferença em encodings multibyte (que infelizmente são usados à toa pela maior parte dos desenvolvedores - programador que sabe o que tá fazendo é uma minoria, o resto é só seguidor de moda). – Bacco 28/09/18 às 14:02
  • 1
    Por exemplo, se não precisar de suporte a emoticons (que costumam ser bobeira em boa parte das aplicações) e não for usar línguas orientais, o Latin 1 só tem vantagens. Mais veloz, menos espaço, todos os caracteres das linguas latinas, etc. – Bacco 28/09/18 às 14:09
  • 1
    E precisa? Outra coisa. Pra que text se seu limite é 65000 bytes? E se precisa mais, use um LONGTEXT então. Todos esses formatos variáveis, por mais que você abuse deles, vão gastar no máximo 4 bytes a mais. 65000 bytes cabe em Varchar, que dá pra mais de 15000 caracteres UTF8 dos mais complexos – Bacco 28/09/18 às 14:11
  • 1
    Em outras palavras: se usar Latin 1 (pode ser só naquele campo, o MySQL permite) ganha 4x o limite de espaço, ou se usar UTF-8 com limite 15000 cabe no varchar, ou se usar LONGTEXT pode limitar a 1/4 do valor máximo sem medo. E sem IFs à toa. – Bacco 28/09/18 às 14:16
2

Use mb_strlen().

Mas não é tão simples. Isto pode ser um problema para a usabilidade do usuário. Não deve importuná-lo com detalhes de implementação. Como vai informá-lo do que fazer em algo que ele não enxerga? Ou terá que fazer um algoritmo extremamente complexo ou importunará com tentativas e erros. Este é só um dos motivos que eu considero o uso de encodings multi byte um erro.

A nossa indústria meio que definiu que iria usar UTF-8 por padrão, eu prefiro Latin-1 ou algo parecido. Qualquer encoding single byte funciona melhor em ocupação de espaço e processamento.

Este é um dos motivos para preferir o VARCHAR que não tem esse problema. Se achar que não pode usar, prefira um LONGTEXT de tamanho aberto e seja feliz. Mas quase sempre o TEXT é um erro.

Uma solução é colocar um espaço maior. Em geral, em UTF-8, se colocar o dobro de caracteres já está bem protegido, a não ser que espera nomes em chinês, klingon ou coisa do tipo. Aí não importa os bytes. Eu iria por esse caminho.

Veja mais em:

  • Acredito que um simples "Tamanho máximo excedido" seja o suficiente – Costamilam 28/09/18 às 13:42
  • Qual seria o encoding que devo passar? – Costamilam 28/09/18 às 13:43
  • 1
    Então, o que eu falei, deixa ele adivinhar qual é o máximo que ele pode usar, não dá nenhuma indicação do que está errado de fato, só algo por cima. Por isso a maioria dos softwares são ruins de usar hoje em dia. – Maniero 28/09/18 às 13:53
  • O software no caso é para um sistema interno, se alguém tiver uma dúvida pode perguntar pro suporte, além disso o tamanho máximo que o sistema irá receber muito dificilmente irá chegar a mais de 500 caracteres. É apenas para ter certeza que não irá tentar passar algo que não devia para o banco – Costamilam 28/09/18 às 13:56
  • Então tá ok, o suporte é feito pra isso mesmo. – Maniero 28/09/18 às 14:05

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.