23

Para clarificar, esta pergunta não é sobre quando o foreach é utilizado ou quais as diferenças dele para outros laços de repetição, mas sim sobre o funcionamento do foreach em si.


Na documentação, pouco se fala sobre como exatamente o foreach funciona, atentando-se mais em como utilizá-lo. Algumas frases soltas parecem ser uma tentativa de detalhar um pouco melhor, mas fora de um contexto específico elas acabam não agregando muito.

A citar:

No PHP 7, o foreach não utiliza o ponteiro interno do array.

Isto é, podemos alterar livremente o ponteiro interno do array dentro do laço do foreach sem interferir na sua execução.

Teste 1: Reiniciando o ponteiro interno do array a cada iteração não faz o laço reiniciar

$arr = range(1, 5);

foreach($arr as $item) {
    echo $item, PHP_EOL;
    reset($arr);
}

Veja funcionando no Repl.it | Ideone

Mesmo reiniciando o ponteiro interno do array o laço é finalizado normalmente.

Para modificar diretamente elementos de um array dentro de um laço, preceda $value com &.

O que, a princípio, indica que o foreach não cria uma cópia do array para utilizar durante o laço, pois a referência no elemento seria uma referência ao elemento na cópia e não mais no array original. Mas o que vemos na prática é que a referência aponta para o elemento original.

Teste 2: Referência do elemento aponta para o elemento do array original e não para uma cópia do mesmo

$arr = range(1, 5);

foreach($arr as &$item) {
    $item *= 2;
}

print_r($arr);

Veja funcionando no Repl.it | Ideone

Porém, podemos ver na prática que o array utilizado pela estrutura de repetição não é exatamente o array original, pois podemos alterar livremente o array sem interferir no laço.

Teste 3: Alterando o array original dentro do foreach não altera o comportamento do laço

$arr = range(1, 5);

foreach($arr as $item) {
    echo $item, PHP_EOL;
    $arr[] = $item;
}

Veja funcionando no Repl.it | Ideone

Neste exemplo, a cada iteração adicionamos um elemento novo no final do array. Se o foreach utilizasse a própria referência de $arr, o laço seria infinito, mas o que acontece na prática é que somente os itens originais são iterados.

Resumindo:

  1. O teste 1 mostra que o ponteiro utilizado pelo foreach não é o ponteiro do array;
  2. O teste 2 mostraria que o foreach não faz uma cópia do array, pois a referência aponta para o elemento do array original, não um array de cópia;
  3. O teste 3 mostra que o foreach faz, de fato, uma cópia do array, pois alterações feitas dentro do laço não se refletem no array original;

Os testes 2 e 3, principalmente, são, a princípio, contraditórios, pois um se comporta como cópia, enquanto o outro não.

Então a pergunta é: como o foreach do PHP funciona?

Se o comportamento da estrutura for diferente entre versões da linguagem e compará-las tornaria a resposta demasiadamente grande, aceita-se que seja respondido sobre seu funcionamento na versão mais atual.

5
  • 1
    Essa pergunta foi feita com base em uma dúvida própria, auxiliada por uma discussão no chat e inspirada na pergunta How does PHP 'foreach' actually work? – Woss 21/09/18 às 16:35
  • 1
    A resposta aceita do fórum em inglês, do link em teu comentário, não é suficientemente boa para ti? – Leonardo Alves Machado 21/09/18 às 17:10
  • 1
    @LeonardoAlvesMachado a ideia é justamente trazer esse tipo de conteúdo (ou melhor, até) para o nosso site, em português. – Woss 21/09/18 às 17:11
  • 2
    hmmm, entendi... Realmente enriqueceria o site... – Leonardo Alves Machado 21/09/18 às 17:12
  • 3
    @LeonardoAlvesMachado, além do que, muitos não entenderão a resposta do SOen por estar em língua inglesa. A iniciativa do Anderson é boa e estou ansioso por uma resposta em portugues! :) – user60252 21/09/18 às 17:41

2 Respostas 2

10

Pesquisei um pouco sobre e cheguei a seguinte conclusão.,

Teste 1: Reiniciando o ponteiro interno do array a cada iteração não faz o laço reiniciar

A - Tradução aproximada:

Antes do PHP 7, o ponteiro interno do array era modificado enquanto um array estava sendo iterado com foreach . Isso não é mais o caso... https://php.net/manual/en/migration70.incompatible.php#migration70.incompatible.foreach.array-pointer O item abaixo complementa:

B - Tradução aproximada:

Quando usado no modo de valor por padrão, o foreach agora operará em uma cópia do array que está sendo iterado em vez do próprio array. Isso significa que as alterações feitas na matriz durante a iteração não afetarão os valores que são iterados. https://php.net/manual/en/migration70.incompatible.php#migration70.incompatible.foreach.by-value

Ou seja o foreach atua sobre a cópia do array. Se o array "copiado" possuir 2 itens, serão iterados esses dois itens e caso você manipule (como nos exemplos citados, o array inicial(a cópia) não será alterada). Seria algo semelhante a isso:

$arrayA = ['AAA','BBB'];
$arrayB = $arrayA;//o foreach faz algo semelhante/equivalente a isso
//equivale a
foreach($arrayB as $k=> $b){
//foreach($arrayA as $k=> $b){
    $arrayA[] = 'A_B'.$b; 
}
print_r($arrayA);

Logo se eu percorrer $arrayB alterando os valores de $arrayA , $arrayB não terá seu conteúdo modificado.

No exemplo extraído da doc do PHP tem um exemplo de que ao usar o reset o ponteiro não reseta o ponteiro interno da cópia do array.

<?php
$array = [0, 1, 2];
foreach ($array as &$val) {
    var_dump(current($array));
}

https://ideone.com/gencKc

Teste 2: Referência do elemento aponta para o elemento do array original e não para uma cópia do mesmo

O foreach itera sobre a cópia do array original, independente de alterações nos valores durante o looping/iteração. Qualquer alteração será feita mas a cópia do array permanecerá intacta. Não tenho conhecimento para falar de como o PHP armazena essa matriz original para que o foreach itere sobre mas no exemplo que citei de $arrayA e $arrayB (bem tosco) seria (ao meu ponto de vista) o modo que o foreach "administre" tudo isso.

Referências sobre o foreach: https://php.net/manual/en/migration70.incompatible.php#migration70.incompatible.foreach

***Up. Para reforçar o que eu defendi no post

$arr = ['a' => 'AAA','b'=> 'BBB','c'=>'CCC'];
foreach ($arr as $k => $v) {
    echo  "$k: $v\n";
    $arr['c']= 'DDDDDD'; 
    print_r($arr);
   //Se o foreach não usasse a cópia do array para fazer a iteração,a 
   // chave c teria esse valor na última iteração($k = 'c')
}
print_r($arr);

Estou ansioso para discussões construtivas.

2
  • Saudações, Marcos, desculpe-me pela demora do feedback, estava esperando para ver se apareceriam outras respostas e analisar todas juntas. Se entendi bem, muito do que você colocou na sua resposta já estava explícito na própria pergunta, só que com outras palavras. A questão é, de fato, se o PHP opera sobre uma cópia do array, como pode a referência atuar sobre o array original e não sobre a cópia? E quando é por referência, por que mesmo assim o ponteiro interno do array não é modificado, se, teoricamente, estou iterando o próprio objeto? Como o PHP gerencia tudo isso? – Woss 4/10/18 às 17:13
  • 1
    Perfeito. Talvez eu tenha me perdido na explicação hehe. Estou estudando um pouco mais sobre para ver se consigo ser mais técnico e realmente contribuir (não só discutir). Falta tempo pra mim – Marcos Xavier 16/10/18 às 18:34
0

A forma para que você consiga "cercar o frango" é chamar o endereço de fato de cada valor iterado &$item, e não a sua cópia $item. E isso não ocorre olhando para o array em si, mas sim para cada item iterado.

<pre>
<?php
$arr = range(1, 5);

// Repare que agora com a referência do endereço de fato, o array é alterado.
echo "O primeiro caso NÃO ALTERA o array.".PHP_EOL;
foreach($arr as $item) {
    var_dump($item=5);
    print_r($arr);
    echo $item, PHP_EOL;
    reset($arr);
}

// Repare que agora com a referência do endereço de fato, o array é alterado.
echo "O segundo caso ALTERA o array.".PHP_EOL;
foreach($arr as &$item) {
    var_dump($item=5);
    print_r($arr);
    echo $item, PHP_EOL;
    reset($arr);
}
?>
</pre>

Pra complementar, na verdade sim, é uma cópia que ele faz, mas não do array, mas sim de cada valor iterado.

2

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.