-1

Preciso projetar esse algoritmo utilizando o paradigma de divisão e conquista (indução forte). Não estou conseguindo sair do lugar...

Sejam A e B dois vetores de números inteiros tais que o número total de inteiros nos dois vetores é n, e x um número inteiro. Projete um algoritmo de complexidade O(n log n) para o problema de determinar se existem índices i e j tais que A[i] + B[j] = x".

  • É interessante mencionar que esse problema pode ser resolvido em O(n) com hashtables. Esse é basicamente o clássico Two Sum mas com a pequena variante de ser com 2 arrays em vez de 1, – Isac 17/09/18 às 10:11
2

O algoritmo seria algo mais ou menos assim:

função z(int[n] A, int[n] B, int x) {     // Linha 1
    C = copy(B)                           // Linha 2
    sort(C)                               // Linha 3
    int i, k = -1                         // Linha 4
    for (i = 0; i < n && k == -1; i++) {  // Linha 5
        k = binary_search(C, x - A[i])    // Linha 6
    }                                     // Linha 7
    if (k == -1) return [-1, -1]          // Linha 8
    j = indexof(B, C[k])                  // Linha 9
    return [i, j]                         // Linha 10
}                                         // Linha 11

Nesse algoritmo:

  • copy é a função que cria uma cópia de um array.
  • sort é a função que ordena um array.
  • binary_search é a função que procura por um elemento em um array ordenado usando a busca binária e retorna a posição onde o elemento é encontrado. -1 é retornado se o elemento não for encontrado.
  • indexof é a função que retorna em qual posição de um array (possivelmente desordenado) um determinado elemento se encontra.

A função retorna um par de elementos que correspondem às posições [i, j] dos elementos procurados. Caso não existam i e j tais que A[i] + B[j] = x, então [-1, -1] é retornado.

A ideia é você criar uma cópia ordenada de B chamada C. Com isso, você pode percorrer cada posição de A usando i como contador e procurando por meio de busca binária o elemento correspondente em C em uma posição k. Se a busca em C nunca for bem sucedida após todo o array A ter sido percorrido, então [-1, -1] é retornado. Senão, quando a busca binária for bem sucedida, o valor correto de i é determinado e então basta procurar em B o elemento em C[k] para descobrir o valor de j.

  • A complexidade da linha 2 é O(n).

  • A complexidade da linha 3 é O(n log n). Para tal, basta usar um algoritmo tal como o mergesort como implementação de sort.

  • O laço das linhas 5-7 é executado no pior caso O(n) vezes.

  • Cada iteração da linha 6 tem uma complexidade de O(log n).

  • Logo, a complexidade total do laço das linhas 5-7 é O(n log n).

  • A linha 9 tem complexidade O(n) no pior caso. Uma busca sequencial em B é suficiente.

  • As linhas 4, 8 e 10 tem complexidade O(1).

Logo, a complexidade total é O(n) + O(n log n) + O(1) + O(n log n) + O(1) + O(n) + O(1) e isso é O(n log n).

Há um porém apenas. Isso não é um algoritmo de divisão-e-conquista. No entanto, isso talvez venha a te servir ao menos como base para produzir um que seja.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.