14

Variáveis simples

Me corrijam se eu estiver errado, mas no Java o coletor de lixo elimina objetos que não são mais referenciados:

Cliente cliente = new Cliente();
cliente = null; // o coletor de lixo cuidará disso

O mesmo vale para o JavaScript?

var obj = {foo: "bar"};
obj = null; // isso foi limpo da memória?


Funções

Qual a condição para variáveis dentro de funções serem eliminadas? Sei que há pelos menos algumas condições em que elas precisam ser mantidas:

var foo = (function() {
    var text = "bar";
    var bar = function() {
        alert(text);
    };

    return bar;
})();

No caso acima a variável text precisa ser mantida (creio eu), pois ela ainda está sendo referenciada pela função retornada.


DOM

Conteúdo removido é eliminado da memória?

<div id="foo">
    <div id="bar">
        ...
    </div>
</div>
var foo = document.getElementById("foo");
foo.innerHTML = ""; // isso será limpo?
15

Parece que você já entendeu bem como funciona, mas vou comentar cada caso.

Variáveis simples

Se não houver mais nenhuma referência ao objeto, ele pode ser eliminado:

var obj = {foo: "bar"};
obj = null; // sim, isso foi limpo da memória

Porém:

var bar = {foo: "bar"};
var boo = bar;
bar = null; // bar não contém mais nada, mas o objeto ainda está em boo

Ou seja, no caso de múltiplas referências ao mesmo objeto, todas precisam ser nulificadas para que ele seja marcado como lixo. Aliás, importante: a memória não é liberada no exato momento em que a referência é setada para null. Nesse momento, o valor se torna "coletável", mas o GC roda no momento em que a implementação achar mais oportuno.

Funções

Você tem razão, se um valor for capturado em uma closure, ele não pode ser liberado:

var foo = (function() {
    var text = "bar";
    var bar = function() {
        alert(text);
    };

    return bar;
})();

Ou seja, a string "bar" continuará existindo enquanto foo existir.

DOM

Hoje em dia não existe muita diferença ao se lidar com objetos do DOM e objetos comuns, As regras explicadas acima se aplicam da mesma maneira. Mas antigamente não era o caso. Eu me lembro de excluir elementos do DOM sem excluir seus event listeners, e mais tarde ao inserir outro nó com o mesmo ID do que tinha sido removido, o listener ressuscitava! Isso se não me engano ocorria não só no IE, mas também no Firefox. Mas tudo indica que esse tipo de coisa seja mesmo problema do passado (como o clássico problema das referências circulares no IE, que exigia uma série de malabarismos para ser evitado, até o IE8).

Reference Counting vs. Mark and Sweep

Segundo a MDN, o GC de todos os browsers modernos usam um algoritmo do tipo Mark and Sweep em vez de Reference Counting. No Mark and Sweep, o coletor percorre todos os objetos vivos a partir de uma raiz (o objeto global, no caso), e considera "vivo" qualquer objeto que possa ser referenciado nessa busca. Na prática, isso significa que a memória pode ser liberada mesmo que ainda exista alguma referência ao objeto a ser limpo, mas essa referência não tenha mais como ser acessada e utilizada pelo programa. Isso resolveu o problema das referências circulares mencionado acima.

  • 2
    Refiz a parte do DOM a partir de referências, e incluí uma seção sobre os tipos de GC. – bfavaretto 18/09/14 às 12:30
  • Por que as referências precisam ser nulificadas para serem marcadas como lixo? – Hydroper 21/12/16 às 14:42
  • @FREEZE Porque enquanto houver alguma referência apontando para determinado objeto o coletor de lixo considera que esse objeto está em uso, e portanto não pode ser removido da memória. – bfavaretto 21/12/16 às 17:37
  • Mas não pode ser qualquer valor? – Hydroper 21/12/16 às 17:46
  • 1
    @FREEZE Sim, pode ser outro valor. Mas geralmente não tem motivo pra reciclar a variável, e colocar um valor qualquer também ocupa memória, que é o que se quer evitar. Além disso, null tradicionalmente carrega o sentido de ausência de um objeto. – bfavaretto 21/12/16 às 17:49

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy