9

Estou estudando e desenvolvendo um novo projeto e a pouco estudando sobre Windows Phone 7.1, vi que eles sugerem/indicam o uso de classes POCO, para mapeamento de banco de dados (Parece-me que o Windows Phone 7.1 utiliza de alguma versão compact do EF (Entity Framework)), não cheguei a estudar muito a fundo o caso do Windows Phone, pois este ainda não é o momento de estudar isso a fundo, só estudei o básico para entender seus conceitos.

Mas o que gostaria de entender melhor é:

  1. O porque da utilização de classes POCO?
  2. Qual a vantagem que isso pode trazer?
  3. O porque de isso ser empregado em um Projeto?
  4. E o que é de fato classes POCO? (Conceitualmente falando)
  • 5
    Se o @brasofilo estivesse lendo isso eu ia dizer pra ele que eu não respondi pq entendo poco do assunto. – Bacco 17/09/14 às 20:54
9
  1. O porque da utilização de classes POCO?

Um objeto POCO não tem qualquer dependência com um framework externo.

Exemplo: Em minha camada de negócio, crio objetos POCO para que essa camada não tenha dependência a tecnologias e frameworks externos. Assim, posso trocar de tecnologias e/ou frameworks sem mexer na minha camada de negócios (que é o "coração" do software).

  1. Qual a vantagem que isso pode trazer?
  • Minimiza a dependência entre as camadas.
  • Minimiza a manutenção, caso eu troque de tecnologias e/ou frameworks apenas as camadas de infra-estrutura são afetadas.
  • Aumenta sua capacidade de teste.
  1. O porque de isso ser empregado em um Projeto?

Acredito que dados os benefícios citados nas demais respostas é interessante a utilização.

  1. E o que é de fato classes POCO? (Conceitualmente falando)

"Plain Old CLR Object"

Uma classe sem atributos que descrevem as preocupações de infra-estrutura, frameworks externos ou outras responsabilidades que seus objetos de domínio não deve ter.

Exemplos:

  1. Estamos amarrados ao Entity Framework se deixarmos ele criar nossas classes de entidades assim:
[EdmEntityTypeAttribute(NamespaceName="SistemaOS.Model", Name="Pessoas")]
[Serializable()]
[DataContractAttribute(IsReference=true)]
public partial class Pessoas : EntityObject
{
    [EdmScalarPropertyAttribute(EntityKeyProperty=true, IsNullable=false)]
    [DataMemberAttribute()]
    public global::System.Int32 id_pessoa
    {
        get
        {
            return _id_pessoa;
        }
        set
        {
            if (_id_pessoa != value)
            {
                Onid_pessoaChanging(value);
                ReportPropertyChanging("id_pessoa");
                _id_pessoa = StructuralObject.SetValidValue(value,"id_pessoa");
                ReportPropertyChanged("id_pessoa");
                Onid_pessoaChanged();
            }
        }
    }
}
  1. Um exemplo simples de classe POCO:
//Ao trocar meu framework de persistência eu não precisarei mexer nessa classe de negócio
public class Pessoa
{
    public string Nome { get; set; }
    public string Sobrenome { get; set; }
    public int Cpf { get; set; }

    public string NomeCompleto()
    {
        return Nome + " " + Sobrenome;
    }
}
  • Então as classes POCO, são classes livres de dependências. Certo? São similares a DTO então? Qual é a diferença? (Talvez isso já seja outra questão?) – Fernando Leal 17/09/14 às 19:05
  • 3
    @Fernando Uma classe POCO é sua classe de domínio e um DTO é o objeto para transitar dados (podem possuir dados de mais de uma entidades), portanto não é POCO. – Renan 17/09/14 às 19:14
  • Renan, mas então se eu for na class POCO e colocar um DataAnnotation seja de validação ou mapeamento de ORM, o conceito original de POCO já caiu? Não é só a questão de referencia de tipos de dados. Não sei se fui claro? – Fernando Leal 17/09/14 às 19:36
  • 2
    @Fernando Construir uma classe POCO é escrever uma classe que não dependa de nada mais do que o próprio .Net Framework forneça. Se você usar DataAnnotation especifico para tecnologias como Mapeamento NH, Entity Framework, WCF, etc.., não estará usando POCO. – Renan 17/09/14 às 20:01
3

O que é POCO?

POCO (Plain Old CLR Object) assim como o POJO (Plain Old Java Object), de forma simples, significa um objeto que não possui nenhuma dependencia interna ou externa.

O termo é utilizado para identificar um objeto como um objeto simples, em detrimento aos objetos complexos e especializados que framework como ORMs geralmente utilizam.

Porque utilizar POCO? Qual a vantagem que isso pode trazer?

  • Permite um mecanismo simple de armazenamento de dados, e simplifica a serialização/passagem de dados entre camadas.

  • Auxilia muito com a Injeção de Dependência e o padrão de projeto Repository

  • Diminui a Complexidade e dependência entre outras camadas (As camadas que usam referenciam o POCO e o POCO não referencia nada) o que ajuda a diminuir o acoplamento

  • Melhora a "testabilidade" pela simplificação

Referência: Wikipedia

  • 1
    Utilizei sua definição de poco, para especificar na tag que criei para perguntas relacionadas a esse conceito. – Fernando Leal 17/09/14 às 20:29
  • @Fernando. Vlw... que bom que pude ajudar – Caputo 17/09/14 às 20:34

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.