4

Esta pergunta já tem uma resposta aqui:

Tenho-me deparado com Views em SQL e também com stored procedures. Gostaria de entender melhor, qual a diferença entre uma view e a uma stored procedure e quais as suas finalidades?

Seria possivel fornecer 1 caso prático para cada situação?

marcada como duplicata por Maniero banco-de-dados 27/08/18 às 14:34

Esta pergunta foi feita antes e já tem uma resposta. Se essas respostas não abordarem completamente sua pergunta, faça uma nova pergunta.

4

Uma view é tratada "como se fosse" uma tabela pelo banco de dados. Basicamente é um select salvo no banco. É utilizada para salvar uma visualização (select) no banco.

stored procedure como o nome diz, é uma sequência de procedimentos, que pode incluir comandos "DML" como select, update e insert ou "DDL", como create table por exemplo. Uma stored procedure pode ou não retornar dados.

Seu uso é muito mais amplo que uma view, pois permite executar uma infinidade de comandos da linguagem SQL.
Do ponto de vista de um select, seu comportamento é similar: mantém um consulta salva, otimizando a performance, mas a diferença, em se pensando simplesmente em select, é que uma stored procedure permite a passagem de parâmetros, logo pode executar uma consulta filtrada (where por exemplo), já uma view não aceita parâmetros.

4

VIEWS

Uma VIEW é, basicamente, uma consulta , onde construímos uma query, normalmente mais complexa do que um simples SELECT, e que depois podemos utilizar como se fosse uma tabela.

Exemplo

CREATE VIEW V_Exemplo
AS
    SELECT      T1.Id
            ,   T1.Data
            ,   T2.Texto
    FROM        T1
    INNER JOIN  T2 ON T2.IdT1 = T1.Id

O exemplo acima vai criar uma VIEW juntando a tabela T1 e T2 e devolvendo resultados das colunas Id e Data da T1 e Texto da T2.

As VIEWS devem ser criadas quando uma consulta específica é evocada múltiplas vezes, e para executar basta:

SELECT * FROM V_Exemplo

Ao invés de voltarmos a executar a mesma query, que pode ser complicado gerir.

Atenção, as VIEWS não permitem o uso de parâmetros, logo não conseguiremos restringir a consulta da mesma forma que, digamos, numa Stored Procedure.


Stored Procedure

Uma Stored Procedure é, basicamente, um método parametrizável onde podemos incluir lógica.

É bem mais flexível que a VIEW, não só porque permite o uso de parâmetros de entrada mas também porque lá podemos executar [praticamente] tudo.

Vamos imaginar que na consulta que colocámos acima precisávamos de filtrar a data para restringir resultados:

DELIMITER //
CREATE PROCEDURE SP_Exemplo (IN Data DATETIME)
BEGIN
    SELECT      T1.Id
            ,   T1.Data
            ,   T2.Texto
    FROM        T1
    INNER JOIN  T2 ON T2.IdT1 = T1.Id
    WHERE       T1.Data >= Data
END //
DELIMITER

Neste caso já conseguimos obter, por exemplo, apenas 1.000 resultados de uma tabela com 1.000.000, algo que não é possível apenas com a VIEW.

As VIEWS e as SPs têm implementações completamente diferentes, e devem ser utilizadas consoante o cenário em causa.

As indicações que dei são, de certa forma, simplistas, mas espero ter ajudado.

1

View é uma consulta armazenada no seu banco de dados, quanto a stored procedure é um procedimento armazenado. Na View, vc tem uma consulta que retorna algum resultado. Já a stored procedure ela contem um processo, que pode ser start de backup, ponteiros, while's e, dependendo da configuração, e do SGBD, funções e processos do proprio sistema operacional.

  • então uma view pode ser por exemplo uma query que eu tenho já pré feita pra ser executada? – Luís Almeida 27/08/18 às 13:51
  • Exatamente. Ex: View: CREATE VIEW ´accounts_v_members_males´ AS SELECT ´membership_number´,´full_names´,´gender´ FROM ´members´ where ´gender´ = ´M´ ; Ex: Procedure DELIMITER // CREATE PROCEDURE GetAllProducts() BEGIN SELECT * FROM products; END // DELIMITER ; – Marcus Silva 28/08/18 às 16:30
  • entendi. muito obrigado. – Luís Almeida 28/08/18 às 16:38

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.