1

Pessoal essa é a minha lista.

mylist=list(list(a = c(2, 3, 4, 5), b = c(3, 4, 5, 5), c = c(3, 7, 5, 
5), d = c(3, 4, 9, 5), e = c(3, 4, 5, 9), f = c(3, 4, 1, 9), 
    g = c(3, 1, 5, 9), h = c(3, 3, 5, 9), i = c(3, 17, 3, 9), 
    j = c(3, 17, 3, 9)), list(a = c(2, 5, 48, 4), b = c(7, 4, 
5, 5), c = c(3, 7, 35, 5), d = c(3, 843, 9, 5), e = c(3, 43, 
5, 9), f = c(3, 4, 31, 39), g = c(3, 1, 5, 9), h = c(3, 3, 5, 
9), i = c(3, 17, 3, 9), j = c(3, 17, 3, 9)), list(a = c(2, 3, 
4, 35), b = c(3, 34, 5, 5), c = c(3, 37, 5, 5), d = c(38, 4, 
39, 5), e = c(3, 34, 5, 9), f = c(33, 4, 1, 9), g = c(3, 1, 5, 
9), h = c(3, 3, 35, 9), i = c(3, 17, 33, 9), j = c(3, 137, 3, 
9)), list(a = c(23, 3, 4, 85), b = c(3, 4, 53, 5), c = c(3, 7, 
5, 5), d = c(3, 4, 9, 5), e = c(3, 4, 5, 9), f = c(3, 34, 1, 
9), g = c(38, 1, 5, 9), h = c(3, 3, 5, 9), i = c(3, 137, 3, 9
), j = c(3, 17, 3, 9)), list(a = c(2, 3, 48, 5), b = c(3, 4, 
5, 53), c = c(3, 73, 53, 5), d = c(3, 43, 9, 5), e = c(33, 4, 
5, 9), f = c(33, 4, 13, 9), g = c(3, 81, 5, 9), h = c(3, 3, 5, 
9), i = c(3, 137, 3, 9), j = c(3, 173, 3, 9)))

A cada comando x11() eu pretendo preencher com 5 gráficos atela aberta. Como j=1:10 eu vou precisar chamar x11() 10 vezes.

E é aí que eu estou me embolando todo.

A unica forma que eu consegui gerar os 10 gráficos foi alterando o valor do j de 1 até 10.

Ou seja:

O primeiro gráfico é esse:

x11()
par(mfrow=c(3,2))

for (i in 1:5) {      
  #for (j in 1:10){   
    plot.ts(mylist[[i]][[1]])
  #}

}

O segundo gráfico é esse:

x11()
par(mfrow=c(3,2))

for (i in 1:5) { 
  #for (j in 1:10){
    plot.ts(mylist[[i]][[2]])
  #}
}

Até j=10. Portanto 10 gráficos, com cada um contendo 5 gráficos.

Repare que eu tenho q gerar um por um, "na mão". Substituindo o valor do j de 1 até 10.

Como faço para automatizar isso certinho? Onde coloco os comandos x11() ; par(mfrow=c(3,2))?

1

Cada x11() é uma nova janela gráfica. Portanto, basta abrir uma nova janela sempre que os gráficos anteriores forem todos plotados.

O mesmo vale para par(mfrow=c(3,2)). Este comando serve apenas para definir a configuração interna dos gráficos dentro de cada x11. Portanto, faz mais sentido definir esta configuração logo após a criação da janela gráfica.

for (j in 1:10) { 

  x11()
  par(mfrow=c(3,2))

  for (i in 1:5){
    plot.ts(mylist[[i]][[j]])
  }
}

Não vou colocar todos os gráficos aqui, mas veja que meu computador conseguiu gerar todas as 10 janelas desejadas, indexadas de 4 a 13.

inserir a descrição da imagem aqui

1

Só colocar o loop for com o j antes do x11():

    for(j in 1:10) {

      x11()
      par(mfrow=c(3,2))

      for (i in 1:5) { 
          plot.ts(mylist[[i]][[j]])
      }
    }
  • Valeu demais. estava com dificuldade de entender a prioridade no for. Quando j for igual a 1 a "prioridade" para acabar os indices passa a ser do i né? Ou seja, quando j=1 i passa por todos os seus valores de um até 5. Depois de i=5, j=2 aí começa tudo de novo, i=1 até 10, e assim por diante né? @Marcus Nunes – Laura 24/08/18 às 20:03
  • 1
    Isso mesmo! Depende da ordem dos for, onde o primeiro for será o último a terminar. – Willian Vieira 24/08/18 às 22:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.