2

Estou tentando criar um condicional "ou" apenas usando o paradigma relacional:

Tendo as tabelas pessoa, cliente, funcionario e considerando que uma pessoa pode ser um cliente ou ser um funcionário (uma relação 1:1, não nula), seria correto referenciar a tabela cliente e funcionario com a mesma chave estrangeira a partir da tabela pessoa? Exemplo:
exemplo
A chave estrangeira fk_tipo referencia Funcionario.pk_funcionario e Cliente.pk_cliente.
O único problema que encontrei nesse modo é que a tabela Cliente não poderá ter uma chave primária igual à outra chave primária da tabela Funcionario e vice-versa. Então teria que rever o modo de geração dessas chaves.

Existe alguma outra maneira de realizar o que desejo utilizando ao máximo o modelo relacional?

Ps.: não é duplicata de "Uma chave estrangeira pode referenciar mais de uma tabela?".

  • 1
    Não entendi o que você quer, poderia dar um exemplo? A propósito, se "todo cliente é uma pessoa" e "todo funcionário é uma pessoa" você pode ter a tabela pessoa, normal, e nas tabelas cliente e funcionario a chave primária ser também chave estrangeira pra tabela pessoa. Isso garante a unicidade, mas não previne contra: a) a existência de uma pessoa que não é nem cliente nem funcionário; b) a existência de uma pessoa que é tanto cliente quanto funcionário. – mgibsonbr 13/09/14 às 1:10
  • 1
    @mgibsonbr, por isso coloquei a chave estrangeira em pessoa. – ptkato 13/09/14 às 1:13
  • 1
    Nesse caso, qual a diferença entre essa pergunta e a outra linkada? Se você se refere a ter duas chaves estrangeiras em pessoa - uma pra cliente e outra pra funcionario - e quer garantir que uma e somente uma delas seja NULL, talvez você consiga isso usando check (posso dar uma resposta com exemplo, se for isso mesmo que você procura). Pessoalmente, ainda considero a minha sugestão inicial melhor - de um jeito ou de outro uma das tabelas vai ficar sem integridade referencial, e eu prefiro que seja a base. – mgibsonbr 13/09/14 às 1:26
  • 1
    P.S. Segundo o mesmo artigo linkado na Wikipedia, não dá pra usar o check para validar uma única coluna - garantir que ela seja chave estrangeira pra uma ou outra tabela - pois esse tipo de restrição em geral só valida dados na mesma linha da mesma tabela. E reiterando, não vejo diferença entre essa pergunta e a outra que você diz que "não é duplicata". – mgibsonbr 13/09/14 às 1:29
  • 2
    A outra pergunta é sobre se uma chave estrangeira pode referenciar mais de uma tabela, aqui é sobre como seria possível criar um "ou" usando relacional. Acho que ficou um pouco implícito por ter dado ênfase na minha tentativa usando uma chave estrangeira referenciando duas tabelas. Vou tentar dar uma ajustada na pergunta. – ptkato 13/09/14 às 1:33
2

Na verdade, acredito que o ideal seria o contrário. Ter nas tabelas: funcionário, cliente uma FK_PESSOA. Ou seja, todo cliente é uma pessoa. Todo funcionário é uma pessoa. Uma pessoa pode ser um cliente ou um funcionário. Ficaria +/- assim, pelo que eu entendi:

[pessoa] id, nome, demais campos relativos à pessoa...
[cliente] id, id_pessoa, demais campos relativos a cliente...
[funcionario] id, id_pessoa, demais campos relativos a funcionário...
  • O problema é que "por acidente", seria possível criar uma pessoa cliente e funcionário ao mesmo tempo. – ptkato 18/09/14 às 23:43
  • Realmente... Deste modo precisaria controlar pela aplicação para não ocorrer. Ou até por regras no banco, como trigers, para validar antes de inserir. – Fernando 19/09/14 às 3:05
  • Então é impossível criar um "ou" usando apenas condicional? – ptkato 19/09/14 às 3:11
  • Eu não conheço uma forma de limitar só pelo relacionamento, desta forma. – Fernando 19/09/14 às 3:17

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.