0

Depois de inúmeros problemas com Tkinter e o Pyinstaller, finalmente consegui fazer uma aplicação executável Unix funcionar normalmente no MAC High Sierra. Porém dentro da pasta da minha aplicação, existe uma pasta chamada script, que uso chdir(os.getcdw()+'/scritp') para abrir-la.

O problema é justamente na utilização do executável para Mac OS feito com pyinstaller. Quando eu clico em tal executável, ele entende que os.getcdw() é justamente a pasta do usuário. Ele não pega a pasta onde está o arquivo do executável.

Por exemplo, ao invés de os.getcdw() ser igual a "/Users/isaacvictor/Desktop/scriexe"

ele retorna "/Users/isaacvictor"

Como eu faço para resolver este problema? Eu quero pegar a pasta do arquivo executável.

Muito obrigado a todos que contribuirem.

  • O os.getcwd() retorna o diretório de trabalho atual, se quiser usar outro você pode abrir, algo como: meu_dir = os.open( "/Users/isaacvictor/Desktop/", os.O_RDONLY ), e depois setar ele como seu dir de trabalho padrão : os.fchdir(meu_dir), quando chamar o os.getcwd() vai funcionar. – Tuxpilgrim 13/08/18 às 17:12
  • @Tuxpilgrim interessante, qual a diferença de abrir um fd pro diretório, do que simplesmente usar os.chdir("/Users/isaacvictor/Desktop/") diretamente? Acho que é a mesma coisa, fica bem mais complexo. – nosklo 14/08/18 às 17:28
  • Então @nosklo sugeri essa opção porque foi a primeira que pensei. Quanto a sua pergunta, dando uma olhada na doc (em um cenário para Linux)temos que os dois são praticamente idênticos, exceto pelo fato de que o os.fchdir() recebe um fd. Isso implica que não somente diretórios podem ser passados por parâmetro, já que no Linux tudo é tratado como arquivo, logo sockets e dispositivos podem ser abertos e o seu fd recuperado, assim dando para realizar operações sobre eles. Então pra esse caso o os.chdir() é a melhor solução ;) – Tuxpilgrim 14/08/18 às 19:18
  • Complementando: a partir da versão 3.3 do Python o os.chdir() também suporta o file descriptor como entrada. – Tuxpilgrim 14/08/18 às 19:36
1

Como você pode ver na documentação aqui, durante a execução de um programa congelado com pyinstaller o caminho do executável fica em sys.executable - o problema é que isso não acontece quando você roda o script em formato .py, somente no executável;

Porém existe uma solução, você pode verificar a variável especial sys.frozen para saber se está rodando o executável ou não:

import os
import sys

def pega_caminho_script():
    if getattr(sys, 'frozen', False) :
        # rodando executavel
        caminho = os.path.abspath(sys.executable)
    else:
        # rodando py
        caminho = os.path.abspath(__file__)
    return caminho  

Essa função vai retornar o caminho para o arquivo .py ou para o .exe, dependendo da forma que está sendo executado o programa, antes ou depois do pyinstaller.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.