6

Notei o tamanho do comando para colocar uma mensagem na tela em Java, queria saber se tem como diminuir? Como em C# que o programador coloca a palavra using "namespace"; e pode usar o comando "encurtado".

Ex.: para imprimir o Olá S seria algo como:

System.Console.WriteLine("Olá S"); //sem adicionar o using System

Já com o using System seria:

Console.WriteLine("Olá S");

Isso em C#, como é em Java? Teria como fazer algo parecido para o programador colocar apenas println("Olá S")?

  • 2
    Você tem o mesmo comportamento usando a palavra static depois de import, ex.: import static java.lang.System.*;, daria para usar depois assim: out.println("Olá") – Denis Rudnei de Souza 12/08/18 às 23:11
  • Poderia explicar um pouco sobre essa declaração ou passar algum artigo sobre isso? A explicação seria porque eu devo usar o static depois do import, porque não posso usar só o System e para que serve o * ali no final é para selecionar todos os tipos desse pacote? – Drinjer 12/08/18 às 23:21
  • Aqui um artigo que explica um pouco do static import – Denis Rudnei de Souza 12/08/18 às 23:38
  • 1
    O motivo de você precisar usar out.println é que o método println não está dentro de System, é um método da classe PrintStream, o atributo out é um atribuito do tipo PrintStream que está na classe System, por isso a necessidade de chamar out.println – Denis Rudnei de Souza 12/08/18 às 23:44
  • Ah, esqueci de falar, o * no final importa tudo o que tem naquele pacote ou todos atributos de uma classe quando usado com o static – Denis Rudnei de Souza 12/08/18 às 23:48

1 Resposta 1

4

Depende do que chama parecido. Java tem packages, que pode ser confundido como algo parecido (de fato ele contém também o conceito de namespace), afinal eles colocam um nome na frente do tipos. Em Java você tem:

System.out.println()

C# usa o namespace como um sobrenome para o tipo, mais nada além disso. Ele separa em pacotes chamados assemblies. Para o Java o pacote é o seu namespace, por isso é diferente em vários aspectos.

Você ainda pode fazer isto em C#:

using static System.Console;

WriteLine("Olá Mundo");

Em Java tem uma diferença semântica importante porque em C# apenas usamos o using como um encurtador para não precisar usar o nome completo do tipo, em Java o que se faz é um import do pacote para ele ficar disponível para uso, o nome nada tem a ver com isso. O Java faz alguns imports automáticos para você poder usar os tipos mais importantes.

Note que em um simples "Hello World" em Java está usando a classe System e não o pacote ou espaço de nomes System. É completamente diferente de C#. Veja a documentação. Ela faz parte do package java.lang que é importado automaticamente em toda aplicação (deve ter alguma configuração para evitar isso). Na verdade o mecanismo exato faz parte de outra classe.

Se desejar não usar o nome completo tem que fazer igual ao exemplo que citei para o C# (mas ainda é menos conveniente):

import static java.lang.System.*;

out.println("olá");

Coloquei no GitHub para referência futura.

  • Esses imports podem ser considerados como os cabeçalhos em C? – Drinjer 12/08/18 às 23:35
  • Esse menos coveniente tem algo haver com o paradigma? – Drinjer 12/08/18 às 23:36
  • Está falando de C/C+? Não exatamente, mas lembra um pouco, porque aos tais headers na verdade são includes, eles só enfiam um texto ali e boa, o import tem mais semântica, é um mecanismo mais sofisticado. E o jeito menos conveniente é só porque Java nunca foi muito fã de facilitar a vida do programador. C# tem um mecanismo idêntico, mas tem uma abstração que torna mais conveniente. Se eu fosse programador Java criar essa abstração e usar em todos os meus sistemas seria a primeira coisa que eu faria. Olha: referencesource.microsoft.com/#mscorlib/system/… – Maniero 12/08/18 às 23:40

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.