2

No GitHub podemos criar repositórios remotos, e ao fazermos ganhamos um determinado conjunto de funcionalidades administrativas sob este repositório, umas dessas funcionalidades é a possibilidade do administrador revisar os commits recebidos, revisá-los e decidir por aplicá-los ao projeto ou não (dentre outras).

Há a possibilidade de criar um repositório remoto em um servidor dedicado linux. Minha dúvida é se ao faze-lo eu ganho as mesmas funcionalidades oferecidas pelo GitHub (tal como a citada, por exemplo).

Na prática quais as diferenças entre ambos repositórios remotos?

5

De forma geral não ganha essas funcionalidades. Não confunda Git com GitHub. No seu servidor você só tem o Git, não tem nada que o GitHub tem. Nada impede de você adicionar funcionalidades no seu servidor. O que vai instalar ou fazer na mão para tê-las é problema é seu.

Note que você até pode fazer seu servidor conversar com o GitHub. Repositórios Git não se distinguem em cliente e servidor, exceto pela configuração de acesso.

Algumas pessoas gostam de usar o GitLab no seu próprio servidor, mas tem outras soluções. Já respondi sobre isso.

  • Então em essência um repositório remoto no dedicado é igual ao repositório no GitHub, porém o GitHub oferece uma camada de funcionalidades mais robusta sob este repositório, já o repositório remoto no meu dedicado não possui esta camada de funcionalidades. Esta é a ideia ? – Allan Dantas 4/08/18 às 1:47
  • O repositório é idêntico, é como um compilador C++, compila qualquer programa em C++ igual, muda se você está usando no Visual Studio, no Eclipse, Code::Blocks, CLion, Vim com GCC, XCode com Clang, etc., mas a base é padrão. – Maniero 4/08/18 às 1:50
  • Obrigado pelos esclarecimentos amigo, excelente explicação. E agradeço ainda por compartilhar o link de sua resposta anterior, foi de grande ajuda. – Allan Dantas 4/08/18 às 2:54
1

Não, não ganha. O github é um site. Git é uma ferramenta.

O Github simplesmente usa um backend para ler as informações do repositório Git e mostra de maneira bonitinha pra você.

Se você usar o VS Code ou Visual Studio, vai ver que eles usam também um layout costumizado para mostrar informações do Git. Ou seja, é uma implementação específica de quem usa.

Basicamente, muitas das funcionalidades básicas e úteis que o Github te mostra no layout deles você pode acessar do console da sua máquina, rodando os comandos do Git.

Exemplos:

git ls-files: mostra todos os arquivos incluídos no seu repositório. Coisas ignorada não são listadas.

git diff: mostra a diferença entre as versões dos arquivos. Se você especificar mais parâmetros, pode comparar com um commit ou arquivo específico.

git status: mostra os arquivos alterados, incluídos ou deletados, em relação ao último commit.

git checkout nomedobranch: muda o ramo de trabalho atual.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.