5

Tenho um aplicativo que precisa identificar de forma única um aparelho.

Mesmo que o usuário remova e instale o app novamente, gostaria que o identificador continuasse o mesmo.

No primeiro momento, pensei em usar o IME do aparelho, mas lendo a documentação, percebi que não é recomendado:

Recomendamos seguir estes princípios ao trabalhar com os identificadores do Android:

1: Evite o uso de identificadores de hardware. Identificadores de hardware, como o SSAID (código Android) e o IMEI, podem ser evitados na maioria dos casos de uso sem limitar os recursos necessários.

Gostaria de saber qual é o risco de utilizar o IME como identificador único do aparelho?

(Acredito que seja a permissão em tempo de execução solicitada ao usuário)

Existe alguma outra forma de identificar o aparelho de forma única?

  • De uma olhada nessa questão: stackoverflow.com/questions/2785485/… – LMaker 19/07/18 às 20:01
  • Acredito que as políticas dizem para não utilizar o IMEI pois esse pode ser alterado e pode ser inseguro, pois parelhos "chineses" piratas podem ter IMEI de um aparelho não pirata e também existe a possibilidade de alterar o IMEI. Bandidos fazem isso. No próprio link que você postou tem uma solução para seu problema, utilize o MAC do bluetooth ou do wifi do dispositivo, pois é um hardware atrelado fisicamente ao aparelho e é muito mais improvável de ser alterado. Além deles terem identificadores únicos. – Guilherme Batista 25/07/18 às 20:46
  • @GuilhermeBatista, o que me quebra é esta parte: "a partir do Android M, os endereços MAC dos dispositivos locais (por exemplo, Wi-Fi e Bluetooth) não serão disponibilizados via APIs de terceiros" – Thiago Luiz Domacoski 26/07/18 às 16:43
  • Verdade, não me atentei a isso. Esse tipo de coisa é por motivos de segurança para não rastrear usuário entre redes diferentes. (Se souber a rede do usuário você poderia saber o caminho que ele percorre). Então você pode usar o AndroidID , porém ele pode mudar caso o usuário faça um reset de fábrica. Veja se resolve seu problema:private String android_id = Secure.getString(getContext().getContentResolver(), Secure.ANDROID_ID); Não esqueça de importar a biblioteca import android.provider.Settings.Secure; – Guilherme Batista 26/07/18 às 18:39
  • Bem que eu já estava fazendo uma – Guilherme Batista 26/07/18 às 19:31
3
+50

Utilizando Endereço MAC

Acredito que as políticas dizem para não utilizar o IMEI pois esse pode ser alterado e pode ser inseguro, pois parelhos "chineses/piratas" podem ter IMEI de um aparelho não pirata e também existe a possibilidade de alterar o IMEI. Bandidos fazem isso o tempo todo.

No próprio link que você postou tem uma solução para seu problema, utilize o MAC do bluetooth ou do wifi do dispositivo, pois é um hardware atrelado fisicamente ao aparelho e é muito mais improvável de ser alterado. Além deles terem identificadores únicos.

O problema dessa abordagem é que aparentemente parou de ser disponibilizada após o Android 6.0, porém alguns usuários parecem ter tido sucesso utilizando reflection

private static String getBtAddressViaReflection() {
BluetoothAdapter bluetoothAdapter = BluetoothAdapter.getDefaultAdapter();
Object bluetoothManagerService = new Mirror().on(bluetoothAdapter).get().field("mService");
if (bluetoothManagerService == null) {
    Log.w(TAG, "couldn't find bluetoothManagerService");
    return null;
}
Object address = new Mirror().on(bluetoothManagerService).invoke().method("getAddress").withoutArgs();
if (address != null && address instanceof String) {
    Log.w(TAG, "using reflection to get the BT MAC address: " + address);
    return (String) address;
} else {
    return null;
}

}

Tem mais informações sobre isso aqui


Utilizando Android ID

Caso a solução do MAC não funcione, existe a possibilidade de usar o Android ID, que é um identificador único para cada usuário, porém ele pode mudar ou retornar Null depois de um reset de fábrica.

import android.provider.Settings.Secure;
private String android_id = Secure.getString(getContext().getContentResolver(),Secure.ANDROID_ID);

Existem alguns problemas relacionados a essa abordagem, porém parece que a maioria dos problemas foram resolvidos.


Utilizando o telefone

Essa abordagem não deve funcionar em aparelhos que não tenham função de fazer ligações. Ex: Tablets, TVs, Watches e Veículos.

Caso sua solução seja voltada para telefone, você pode utilizar o TelephoneManager e pegar os ids/serial e criar um identificador:

Adicione a permissão no Manifest:

<uses-permission android:name="android.permission.READ_PHONE_STATE" />

Importe as bibliotecas:

import android.content.Context;
import android.telephony.TelephonyManager;
import android.view.View;

E o código... final TelephonyManager tm = (TelephonyManager) getBaseContext().getSystemService(Context.TELEPHONY_SERVICE);

final String tmDevice, tmSerial, androidId;
tmDevice = "" + tm.getDeviceId();
tmSerial = "" + tm.getSimSerialNumber();
androidId = "" + android.provider.Settings.Secure.getString(getContentResolver(), android.provider.Settings.Secure.ANDROID_ID);
UUID deviceUuid = new UUID(androidId.hashCode(), ((long)tmDevice.hashCode() << 32) | tmSerial.hashCode());
String deviceId = deviceUuid.toString();

Essa solução deverá retornar algo como 00000000-54b3-e7c7-0000-000046bffd97.

Para maiores informações veja esse link

Espero ter ajudado

2

Você pode atribuir um identificador GUID, já que as chances dele se repetir são extremamente baixas.

Segundo essa resposta no SO há 1% de chance de colisão se gerar 2.600.000.000.000.000.000 GUIDs.

Referência

  • Então, até me ajuda, mas não garante o mesmo quando o usuário remove e reinstala o app – Thiago Luiz Domacoski 19/07/18 às 18:01
  • Hum... Não pensei nessa hipótese. Você não sincroniza os dados do app com um bd externo? – Matheus Picioli 20/07/18 às 11:39
  • sim, sincronizo ! – Thiago Luiz Domacoski 20/07/18 às 13:34

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.