4

Estava pesquisando sobre os tipo de dados do SQL SERVER e me deparei com essa tabela

Qual seria a real diferença entre date e datetime de dados? Apenas na notação de hora, minuto, segundo ?

O que seria essa coluna Precisão?

7

A diferença não é só a notação é o conteúdo, é o valor que ele armazena. O primeiro não tem hora, só a data, o segundo tem ambos, isto é importante porque é possível extrair só a data ou só a hora do segundo, mas o primeiro só tem data.

A precisão é justamente até que ponto ele consegue ser granular. Podemos pensar em quantas casas de dados ele possui, ou qual é o menor valor que ele consegue te informar. O menor valor de date é um único dia, não para para ir além disto. No datetime vai até um valor de 1 segundo dividido por 300, você não pode pegar 1 milésimo de segundo, por exemplo. Esta informação não está presente na coluna.

Obviamente que se você tem mais informação, ocupa mais espaço, conforme mostra a tabela.

5

Breve explicação sobre os tipos

Não é uma comparação tão simples assim.

O único ponto em comum entre Date e DateTime é que os dois são usados para armazenar datas.

O tipo DateTime e SmallDateTime são tipos pré SQL Server 2008 (eles estão lá desde, pelo menos, a versão 4.5NT, o primeiro Microsoft SQL Server) e muitos defendem que eles deveriam ser considerados Obsoletos ( e eles só estão lá por razões de retrocompatibilidade).

DateTime aloca sempre 8Bytes, o horizonte de datas vai de 1753-01-01 à 9999-12-31 e o tempo com precisão fixa de nanosegundos com incrementos de .000, .003, or .007 segundos, o por quê disso eu vou demonstrar no final desta resposta.

SmallDateTime aloca sempre 4Bytes, o horizonte de datas vai de 1900-01-01 à 2079-06-06 (se você acha que isso está longe, você está pensando igual aos programadores que conceberam o formato de data com o ano de dois dígitos que criaram o bug do ano 2000) e o tempo com precisão fixa em segundos.

Com a necessidade de tornar o SQL Server mais próxima do SQL Standard, foram incluídos os tipos DATE, TIME, DATETIME2 e DATETIMEOFFSET à partir da versão SQL Server 2008.

Antes (do SQL Server 2008) você só podia armazenar datas incluindo o tempo, mesmo que este fosse sempre zero. Aqui cabe um paralelo: É o mesmo que armazenar Inteiros usando um tipo Decimal (float, double, etc..). Você pode, mas está desperdiçando espaço fazendo isso.

À partir do SQL Server 2008, quando há necessidade de armazenar somente Datas, sem o tempo, foi disponibilizado o tipo DATE que aloca sempre 3Bytes (praticamente um terço do tipo DATETIME) e sua faixa vai de 1900-01-01 à 9999-12-31.

Quando você precisa armazenar somente o tempo foi criado o tipo TIME que aloca de 4 à 8Bytes dependendo da precisão escolhida. A precisão influencia na quantidade de dígitos de fração de segundos. Se 0 o horizonte de tempo vai de 00:00:00 à 23:59:59. Se 7, 00:00:00.0000000 à 23:59:59.9999999.

O tipo DateTime2 que é a união dos tipos Date e Time (e essa afirmação é verdadeira mesmo na forma em que o DateTime2 é armazenado internamente), que aloca de 6 à 8 bytes dependendo da precisão da fração de segundos. Um horizonte de 1900-01-01 00:00:00.0000000 à 9999-12-31 23:59:59.9999999.

E para finalizar o DATETIMEOFFSET que é o tipo DateTime2 mais um indicador de fuso horário. Isso era uma limitação dos MSSQLServers anteriores, forçando o desenvolvedor à usar um campo varchar, com isso perdendo acesso à todas as funções nativas para tratamento de datas, para armazenar datas e tempo no formato ISO 8601 : YYYY-MM-DDThh:mm:ss[.nnnnnnn]Z (UTC)

Como os tipos são armazenados

Internamente, o tipo datetime é armazenado como duas palavras duplas (DWORD). A primeira palavra dupla (DWORD mais significativa) é a quantidade de dias antes ou depois (se usado um valor negativo) da data base (1900/01/01). A segunda palavra dupla (DWORD menos significativa) indica a o quantidade de pulsos de clock (ticks) após a meia-noite. Cada tick é de 1/300 de segundo.

Se você converter um datetime em binary(8), você vai ver exatamente como a informação é armazenada:

Select convert(binary(8),cast('1900-01-00 00:00:00.000' as datetime))
0x0000000000000000

Select convert(binary(8),cast('1900-01-02 00:00:00.003' as datetime))
0x0000000100000001

Podemos ver claramente que são duas DWORDs(4 bytes cada) :

00000001|00000001

a primeira palavra 0x00000001 que é destinada à data (quantidade de dias após 1900-01-01) e a segunda palavra 0x00000001 que dertermina à quantidade de ticks após meia noite , 00:00:00 (lembrando que cada tick 3.33333... milésimos de segundo).

Agora se você converter um date em binary(3) você pode ver que

Select convert(binary(3),cast('00010101' as date));
0x000000

Select convert(binary(3),cast('00010102' as date));
0x010000

Select convert(binary(3),cast('99991231' as date));
0xDAB937

Agora se você converter um Time (precisão de zero dígitos, por motivos de simplificação) em binary(4) você pode ver que

Select convert(binary(4),cast('00:00:00' as time(0)));
0x00000000

Select convert(binary(4),cast('23:59:59' as time(0)));
0x007F5101

Note que tanto no caso no Date quanto no Time dado é armazenado do menor para o maior Byte, ou seja, a informação é armazenada "extremidade menor primeiro".

Se voce inverter 0xDA B9 37 você obtém 0x37 B9 DA, que em decimal representa 3652058, ou seja, 9999-12-31 é exatamente 3652058 dias após 0001-01-01.

Mesma coisa para o Time, 0x7F 51 01 invertendo 0x01 51 7F, que em decimal representa 86399 segundos após 00:00:00.

Como eu disse anteriormente, DateTime2 é a união de Date e Time, como podemos ver:

Select convert(binary(7),cast('0001-01-01 00:00:00' as datetime2(0)));
0x00000000000000

Select convert(binary(7),cast('9999-12-31 23:59:59' as datetime2(0)));
0x007F5101DAB937

Note que os 3 primeiros bytes mais significativos de 0x007F5101DAB937 é 0xDAB937 que corresponde à Data e que os bytes 0x007F5101 restantes correspondem ao Tempo.

Conclusão

Não é correto comparar os tipos DateTime com Date, neste caso seria mais apropriado comparar DateTime com DateTime2.

Segundo vária fontes consultadas, se você usa MSSQL Server 2008+ use DateTime2 ao invés de DateTime.

Fontes

Inside the Storage Engine: Anatomy of a record

SQL Server 2008 Date and Time Data Types

How to Get SQL Server Dates and Times Horribly Wrong

Datetime vs. Datetime2

  • 1
    Mas você está usando um cast, não faz sentido o que está falando. Com uma conversão qualquer coisa pode ser válida se fizer do jeito certo. – Maniero 13/07/18 às 17:57
  • Retirei o trecho que que mencionei o Cast. Realemente, não explica como funciona o armazenamento interno do tipo date, que ao contrário do que eu expliquei, não é a parte mais significativa de um datetime e nem segue o mesmo principio. – William John Adam Trindade 13/07/18 às 18:51
  • Acho que piorou, está dando um monte de volta pra justificar algo que não é assim. E acho que o detalhe da implementação não é importante aí para esta pergunta, mas peslo menos é uma informação extra. – Maniero 13/07/18 às 21:22
  • @Maniero E agora? – William John Adam Trindade 16/07/18 às 15:32
  • Não vai ter solução, o problema não é o texto ou o exemplo, é a ideia toda de que é um número decimal. – Maniero 16/07/18 às 15:34

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.