3

Alguém pode me explicar qual é o problema da palavra 'name' no JavaScript? vejam esse código:

o resultado do primeiro código vai dizer que a variável nome é um objeto e que name é uma string, sendo que a diferença(aparentemente) das variáveis é apenas a nomeação.

<script>

        var name = ["Henrique"];
        var nome = ["Henrique"];

        document.write("Tipo da variável nome " + typeof(nome));
        document.write('</br>');
        document.write("Tipo da variável name " + typeof(name));

    </script>

já quando coloco o código dentro de uma IIFE o resultado será objeto para as duas.

<script>
        (function(){
        var name = ["Henrique"];
        var nome = ["Henrique"];

        document.write("Tipo da variável nome " + typeof(nome));
        document.write('</br>');
        document.write("Tipo da variável name " + typeof(name));
        }());
    </script>
  • 4
    name é uma variável reservada do JavaScript. Se testar em seu console, verá que existe mesmo sem declará-la, eu não sei a necessidade dela. No exemplo de baixo funciona pois você está declarando a variável name em um escopo isolado, sendo assim ela só irá existir dentro do seu bloco function() {}. Basicamente você terá uma name que está no escopo acima (no caso a reservada do javascript) e outra name dentro do escopo da função anônima que você criou. – Wallace Magalhães 12/07/18 às 3:32
  • 3
    Wallace, poste como resposta :) Só não é exatamente uma palavra reservada, é uma variável global disponível nos browsers (window.name). – bfavaretto 12/07/18 às 3:41
0

Como já dito nos comentários, name, assim como outras, é uma variável que já existe no objeto window do JavaScript, por isso, o problema, porém, ao cria-la em um contexto diferente, dentro de uma função, por exemplo, esse problema não ocorre

Basicamente, ao faz var teste estará criando uma variável no contexto que estiver sendo executado, seja o objeto window ou função, let teste e const teste declaram a variável no escopo do bloco, se for declarado apenas teste a variável será declarada no escopo de window, independentemente de onde o código for executado:

var teste1 = 'teste1';
let teste2 = 'teste2';
const teste3 = 'teste3';

!function(){
  let teste4 = 'teste4';
  teste5 = 'teste5';
}()

console.log(window.teste1); //teste1
console.log(window.teste2); //undefined
console.log(window.teste3); //undefined
console.log(window.teste4); //undefined
console.log(window.teste5); //teste5

Se quiser saber quais são as variáveis globais "reservadas" pelo javascript:

//window === this => true 
console.log(this);

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.