2

A parte da conexão está pronta:

<?php

/*
* O padrão Singleton
*/

abstract class Conexao {

const USER = "root";
const PASS = "";

private static $instance = null;

private static function conectar() {

    try {   ##Tenta conectar ao banco se não funcionar cai no catch
        if (self::$instance == null): ##se não existir conexão com PDO receber a new   PDO() | a conexão
            $dsn = "mysql:host=localhost;dbname=phpoo";
            self::$instance = new PDO($dsn, self::USER, self::PASS);
        endif;
    } catch (PDOException $e) {
        echo "Erro: " . $e->getMessage(); #
    }
    return self::$instance; ## se ja exixtir uma conexão ele retorna a conexão
}

protected static function getDB() {
    return self::conectar();
} 

}

criar uma classe Abstrata.php(fazer o CRUD Generico aqui) com:

<?php

abstract class Abstrata extends Conexao {

protected function listar($where) {
    //implemente aqui seu código padrão para fazer update
    $db = parent::getDB();
}

protected function alterar($id, $data) {
     //implemente aqui seu código padrão para fazer update
    $db = parent::getDB();
}

protected function deletar($id) {
    //implemente aqui seu código padrão para fazer delete
    $db = parent::getDB();
}

protected function cadastrar($data) {
    //implemente aqui seu código padrão para fazer insert
    $db = parent::getDB();
    //outros códigos
}

}

E deposi só chamar os métodos externos para as demais classes. Será que jeito de implementar assim ?

  • Poderia colocar seu código e descrever a dificuldade/problema que está enfrentando? aproveite e veja como funciona o site na tour e como perguntar – rray 2/09/14 às 13:23
  • Como eu faça pra inserir codigo aqui? – JB_ 2/09/14 às 13:40
  • 2
    Sinceridade, qual é a pergunta @kall.max? não entendi, se puder explicar? – Maria 2/09/14 às 14:26
  • 1
    Esse CRUD que estou desenvolvendo está Orietado a Objeto gostaria de fazer algumas modificações nele pra ficar mais seguro usando PDO, ou seja emplementando PDO nele. Isso que não to conseguindo. – JB_ 2/09/14 às 14:38
  • 1
    Agora vou fazer a classe onde tera as classes CRUD. E posterior apenas fazer as chamadas onde eu quiser fazendo a instâncias. Poderiam me dar um exemplo de um insert ou select generico com PDO, quem souber. – JB_ 2/09/14 às 17:03
3

Muito sensato o que você está querendo fazer, mas a minha primeira dica é: só faça isso por motivos didáticos. Calma, já explico porque, exitem pacotes prontos que fazem o que você quer e de uma maneira muito boa e testada e com suporte da comunidade, para DBA Layer eu utilizo o Doctrine DBAL que vou ensinar a utilizar aqui.

Instalação

Essa é a instalação utilizando composer (recomendo). Adicione a seguinte dependência em seu composer.json e atualize suas dependências.

"require": {
        "doctrine/dbal": "2.3.4"
    },

O Doctrine DBAL já está configurado para funcionar com o autoloader do composer, então você não precisa fazer NADA além disso para instalar. Fácil não ?

Utilizando

Agora você está com um DBA Layer instalado, você só precisar configurar os dados da conexão para poder sair utilizando.

Configurando conexão

use Doctrine\DBAL\Configuration;
use Doctrine\DBAL\DriverManager;

$config = new Configuration();

$connectionParams = array(
    'dbname' => 'mydb',
    'user' => 'user',
    'password' => 'secret',
    'host' => 'localhost',
    'driver' => 'pdo_mysql',
);

$conn = DriverManager::getConnection($connectionParams, $config);

Realizando updates

$conn->delete('user', array('id' => 1));
// DELETE FROM user WHERE id = ? (1)

$conn->insert('user', array('username' => 'jwage'));
// INSERT INTO user (username) VALUES (?) (jwage)

$conn->update('user', array('username' => 'jwage'), array('id' => 1));
// UPDATE user (username) VALUES (?) WHERE id = ? (jwage, 1)

Realizando consultas

$statement = $conn->prepare('SELECT * FROM user');
$statement->execute();
$users = $statement->fetchAll();

Realizando consultas com query builder

O QueryBuilder é um recurso muito bom, ele QUASE que abstrai o SQL, isso torna seu muito mais fácil de trocar de base caso haja tal necessidade. Segue alguns exemplos:

$queryBuilder = $conn->createQueryBuilder();

$queryBuilder
    ->select('id', 'name')
    ->from('users')
    ->where('email = ?')
    ->setParameter(0, $userInputEmail)
;
//SELECT


$queryBuilder
    ->insert('users')
;
//INSERT

$queryBuilder
    ->update('users')
;
//UPDATE

$queryBuilder
    ->delete('users')
;
//DELETE

Tudo o que está aqui se encontra na documentação oficial que é muito boa!

  • +1 pelo conteúdo, mas acho que é valida a vontade do autor em criar algo próprio e pode servir como base didática. – Papa Charlie 3/09/14 às 4:18
  • Muito bom. Vou procurar fazer a instalação, pelo que você falou parece ser muito simples e facil trabalhar com ele. Quanto a criação eu gostaria de fazer pra entender o processos de um CRUD para uso continuo em meus futuros sistemas PHP. Estou fortemente analizando agora o que será mais ultil e agil pra eu hoje, em questão de agilidade. Acredito que está classe será uma mão na roda. – JB_ 3/09/14 às 12:19
  • Legal, é importante fazer para entender aprender, se bem que, você pode aprender utilizando pacotes de terceiro também. Eu criei um micro framework que me ajudou bastante a entender padrões e OO, mas para uso profissional recomendo fortemente não reinventar a roda. – Fábio Lemos Elizandro 3/09/14 às 12:26
  • Deixa eu só entender uma coisa, composer é uma dependecia para o php. O pacote Doctrine deve ser baixado e jogado no projeto para ser chamado certo, assim como o QueryBuilder. Ou seja coloco todos no projeto e faça a chamada normalmente. Que eu puder entender na explicação. Está correto ? – JB_ 3/09/14 às 12:26
  • Primeira coisa que tens que fazer é instalar o composer. Para isso vá até a raiz do seu site e execute o seguinte comando $php -r "readfile('getcomposer.org/installer');" | php – Fábio Lemos Elizandro 3/09/14 às 12:27
1

Se você esta querendo utilizar PDO porque é mais seguro, então pare agora.

Os benefícios de usar PDO são:

  • Interface orientada a objetos para se interagir com o banco de dados (em contra ponto as funções)
  • Interface unificada para se trabalhar com banco de dados (ao invés de usar funções especificas para cada banco de dados, você usa sempre as mesmas classes com o PDO)

Caso você não tenha a necessidade de interagir com mais de um tipo de banco de dados nessas classes, não a porque mexer nelas. Tanto no PDO quanto nas funções existem mecanismos que você vai ter que usar para escapar os valores dos campos.

FONTE: http://php.net/manual/pt_BR/intro.pdo.php

O que você esta tentando implementar é um TableDataGateway(fonte 1, fonte 2).

Existem varias implementações que você pode se basear.

Mas vamos seguir com a sua implementação.

Um jeito é, deixe sua classe de conexão como concreta(não abstrata) e o método getDb como público.

Depois:

<?php

 //include classe Conexao    

class TableDataGateway
{

    protected $_table;  

    protected function getDb()
    {
        return Conexao::getDb();
    }

    public function __construct($table)
    {
        $this->_table = $table;
    }

    public function insert($data)
    {
       //implemente aqui seu código padrão para fazer insert
       $db = $this->getDb();
       //outros códigos
    }

    public function delete($id)
    {
       //implemente aqui seu código padrão para fazer delete
    }

    public function update($id, $data)
    {
        //implemente aqui seu código padrão para fazer update
    }

    public  function select($where)
    {
        //implemente aqui seu código padrão para fazer update
    }
}

Caso você só precise do básico, instanciar um TableDataGateway('nome_da_table') deve ser o suficiente para maioria dos casos. Caso você queira atrelar mais métodos de select ou insert diferentes, você pode estender a classe.

Seria bom você pesquisar sobre autoloaders e injeção de dependencia pra deixar seu código um pouco mais moderno.

  • 1
    Porque parar de usar o PDO se o motivo for segurança? – chambelix 2/09/14 às 15:43
  • 1
    Concordando com a resposta eu coloco essa mudança como necessária, embora que ao nível de segurança imediato nada resolva como referido... Os métodos mysql_... Não serão no futuro mantidos pelo Php e daí irao se tornar "decrepated" pelo que a mudança é aconselhável... um problema de segurança a partir da versão 5.5.X. – chambelix 2/09/14 às 16:11
  • 1
    então gostaria por motivo de usuabilidade também migrar para PDO este codigo. – JB_ 2/09/14 às 16:29
  • 1
    Esse código é um legado, um sistema novo ou você só está fazendo por aprendizado? Seria muito interessante você reformular sua pergunta. – Édipo Costa Rebouças 2/09/14 às 16:40
  • 3
    Acredito que a parte da segurança refira-se ao uso de prepared statements (que aliás existe também no mysqli, não só no PDO). – bfavaretto 2/09/14 às 17:17

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.