3

Quando digito o comando python, o Ubuntu executa o Python 2.7. Porém nas novas versões do Ubuntu, o Python 3 também costuma vir instalado.

Quando eu executo python -V, aparece "Python 2.7.12", mas eu gostaria de usar o comando python para executar a versão 3.5.

Eu bem que poderia criar um link simbólico ou coisas do tipo, mas como não sei se isso é o mais correto a se fazer, pergunto:

Existe algum jeito específico para alterar a versão padrão do comando python, sem fazer gambiarra ou prejudicar o funcionamento no Ubuntu?

  • Observação: Fiz essa pergunta, porque no caso do PHP, para fazer isso, o procedimento é um pouco diferente do que simplesmente definir um alias e tals, e fiquei com medo de dar problemas. – Wallace Maxters 29/06/18 às 12:33
  • she-bang (assim poderia executar 'diretamente') ou virtualenv :) – Guilherme Nascimento 29/06/18 às 15:59
2

Cara, eu não alteraria o python default do sistema pelo simples fato de que coisas que o sistema usa e dependem do python 2, quebrariam se você alterasse.

Uma boa prática é usar ambientes virtuais, neste guia você encontra um material legal a respeito.

https://medium.com/welcome-to-the-django/guia-definitivo-para-organizar-meu-ambiente-python-a16e2479b753

Conforme mencionado nos comentários, aqui também tem mais informações sobre o uso de ambientes virtuais

Qual é a finalidade do virtualenv e por que não instalar globalmente?

  • 1
    Entendi. Talvez valha a pena acrescentar isso aqui então, para vincular à pergunta – Wallace Maxters 29/06/18 às 12:47
  • 1
    Ainda assim, acho que seja uma boa ideia ter a informação na resposta, para não sairmos do foco da pergunta. – Wallace Maxters 29/06/18 às 12:50
1

Resolvi o problema criando um alias através do ~/.bashrc.

Código

>> nano  ~/.bashrc

Coloque o seguinte código no final

alias python=python3

Alguém poderia dizer que o comando upate-alternatives poderia resolver isso, mas de acordo com essa resposta não é correto utilizá-lo no caso do Python.

  • 1
    Eu tenho receio de que haja fluxos em que o bashrc não seja carregado – Jefferson Quesado 29/06/18 às 17:20
  • @JeffersonQuesado talvez então a solução fosse usar alterar o link simbólico – Wallace Maxters 29/06/18 às 17:39
  • 1
    Segundo a resposta que diz que o update-alternatives não é o correto, a justificativa é porque os Pythons não são intercambiáveis. Qualquer alternativa para "intercambiar", então, segundo o autor webwurst, estaria errada. Mas segundo o hhlp, você consegue conviver com versões alternativas: askubuntu.com/a/26518 – Jefferson Quesado 29/06/18 às 17:59

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.