8

Sou programador HTML/CSS/PHP a alguns anos e por incrível e mais impossível que parece, só estou entrando no mundo de Javascript com jQuery e AJAX agora. A minha pergunta é se o nível de segurança é afetado ao passarmos parâmetros por AJAX visto que o código fonte do javascript fica exposto caso não decidamos criptografá-lo de alguma forma.

Quando por exemplo temos que passar parâmetros para o PHP através do AJAX, a não ser que troquemos as variáveis lá dentro do PHP, elas ficam meio que descobertas já na passagem de paramentros no AJAX além de que as urls, pelo menos eu por falta de conhecimento, iniciante, tenho passado as urls absolutas dos arquivos.

Até que ponto isso é perigoso? Até que ponto isso afetaria a segurança do sistema? Lembrando que essa pergunta não está fundamentada em querer opiniões mas sim fundamentos técnicos que expliquem a mesma.

  • 1
    A resposta do Sergio está correta, mas só pra cobrir todas as bases, favor esclarecer o seguinte: 1) a autenticação do usuário continua usando cookies, ou mudou alguma coisa depois que você passou pra Ajax? 2) Você estava se protegendo contra CSRF antes? Continua fazendo o mesmo agora? 3) Você faz requisições Ajax pra um domínio diferente? (CORS) 4) Outros sites podem fazer requisições Ajax pro seu domínio? (também CORS) – mgibsonbr 30/08/14 às 22:01
15

A regra geral é: nunca confie em nada que venha do lado do cliente.

Todo o input que seja feito por javascript tem de ser verificado no lado do servidor. Só quando está a correr PHP pode fazer as verificações que precisa para evitar injeções de código.

Faça o que puder do lado do javascript, e o que fôr util para o usuário, mas depois guarde bem a casa e trate dos dados devidamente, principalmente se houver uma base de dados que vá receber esses dados.

  • Então por mais magnifico que seja o Javascript com suas requisições em tempo de execução, devemos ter sempre um pé atrás e tratar tudo que puder dentro do PHP? – Marcos Vinicius 30/08/14 às 20:12
  • 2
    @MarcosViniciusNasc.Pereira: exato. – Sergio 30/08/14 às 20:13
  • É recomendável criptografar o código fonte dos scripts client-side ou totalmente desnecessário @Sergio? – Marcos Vinicius 30/08/14 às 20:16
  • 1
    @MarcosViniciusNasc.Pereira: desnecessário. Quem quer vê na mesma, ou faz um código próprio e envia para o servidor na mesma. Dê uma olhada aqui e à explicação a desvendar o código todo: stackoverflow.com/q/18834309/2256325 – Sergio 30/08/14 às 20:18
3

A minha pergunta é se o nível de segurança é afetado ao passarmos parâmetros por AJAX visto que o código fonte do javascript fica exposto [...]
As variáveis lá dentro do PHP, elas ficam meio que descobertas já na passagem de paramentros

Não é um problema que mereça atenção.
Vou apenas acrescentar alguns pontos comparando uma Request Ajax usando método GET e POST.


1) Um formulário comum, independente de AJAX, sempre tem os elementos acessíveis, você pode ver os nomes dos campos inclusive altera-los.

$.ajax({
        url  : 'page.php',
        type : 'POST',
        data : { nome : 'Papa Charlie' }
        ...
    });



2) Usando AJAX como GET, simula uma requisição com parâmetro exposto na URL:
www.dominio.com/page.php?name=Papa Charlie

$.ajax({
        url: 'page.php',
        type: 'GET' ,
        data: 'nome = Papa Charlie',
        ...
});

Ou seja, no método POST você tem um formulário onde os campos podem ser lidos e editados, e no método GET você tem a simulação de uma URL, e ambos a identificação dos parâmetros é visível. Independentemente do uso do AJAX na sua aplicação, os parâmetros sempre estão disponíveis

Não precisa alterar os nomes no PHP, basta verificar para garantir que os valores recebidos SEJAM do tipo esperado.

1

Concordando com a resposta do 'sergio'.... A minha resposta vem no sentido de introduzir a "sessão" na resposta.

Não é recomendável nem de realizar do ponto de vista de segurança passar informação sensível do php para o ajax e vice versa... Reforço informação sensível.

Mesmo com comunicaçoes por "https" que introduz um maior nível de segurança, nada está seguro.

Para o efeito e em resposta ao colocado na pergunta, toda a informação sensível nunca poderá ou deverá sair da alçada do servidor ou do cluster de servidores conforme a situação. Sempre que possível utiliza a sessão para guardar um ou outro campo, ou utiliza a base de dados entre chamadas pois é na realidade o único local onde a informação se irá manter persistente.

O sistema deve ainda de contemplar verificações sobre quem realiza qualquer chamada Ajax... Negando quem realize uma chamada fora do âmbito da aplicação e para isso existem várias soluções como por exemplo um Token por cada chamada.

Ps: o método POST sempre. quando a segurança é uma preocupação.

  • Parece fazer sentido a resposta, só esta linha que não ficou clara pra mim: "Ps: o método POST sempre. quando a segurança é uma preocupação.". Tirando o fato de não aparecer no URL, qual seria a vantagem do post em relação à segurança? – Bacco 2/09/14 às 15:39
  • O facto do não aparecer no URL... Logo mais difícil de ser legível e manipulavel... Coloca ao POST a escolha lógica. Por isso escolher sempre. No entanto e por si nada resolve... A não ser com a implementaçao que referi. – chambelix 2/09/14 às 15:53
  • Imaginei. Era mais para ter uma idéia se havia algum motivo a mais para a recomendação. Grato pela atenção! – Bacco 2/09/14 às 16:23

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.