8

Qual a diferença entre:

arrayList.clear();

e

arrayList = null;

Os dois não destroem todos os elementos da ArrayList?

1 Resposta 1

10

Não.

Como o próprio nome diz o primeiro limpa todos os elementos (torna os elementos null) e o ArrayList passa ter zero elementos (o size é mudado) e você pode continuar manipulando-o. Não quer dizer que vai economizar memória.

O segundo destrói a referência nesta variável (coloca uma referência para 0) impedindo que ela acesse o objeto ArrayList e impossibilitando você usá-lo com esta variável. Você pode até criar outro objeto e armazenar na mesma variável, mas será um objeto novo. Se não houver mais referências para este objeto ele fica na memória, indisponível, até o garbage collector coletá-lo da memória. A variável (ou seja a referência para o objeto que será 0 enquanto não apontar para um objeto) continua existindo e até que outro objeto seja vinculado a ela, nada poderá ser feito a não ser, obviamente, armazenar um novo objeto ArrayList, permitindo então todas as operações que esta classe pode realizar.

Você pode achar que o resultado é o mesmo. E pode até ser dependendo do que você quer. Conceitualmente o primeiro faz mais sentido se você quer limpar os elementos e começar de novo com o ArrayList. Setar null em uma variável ArrayList significa que você não precisa mais dela e normalmente é desnecessário.

Em Java e muitas linguagens modernas (que possuem GC rastreador) costuma ser desnecessário tomar qualquer providência para dizer que não precisa mais de uma variável e que não quer mais uma referência para um objeto, basta deixar de usá-la. Claro que pode haver casos em que você sabe que vai demorar muito ou nunca vai haver a liberação desta variável e isto pode ser considerado um vazamento e memória e setar null para esta variável pode ser uma opção para liberar a memória se souber que ela é a única referência para o objeto.

É situação rara mas é bom saber que mesmo com GC existe a possibilidade de vazamento de memória, e saber como lidar com ele. Não saberia citar todos os exemplos em Java, mas se a variável for estática ou está em um objeto (como membro ou em método) criado e mantido no início da aplicação/thread. Em C# sei que este vazamento pode ocorrer em eventos (observer pattern) se o programador esquecer de liberar o objeto no momento do último unsubscribe.

Estes códigos têm resultados "mais equivalentes":

arrayList.clear();

e

arrayList = null;
arrayList = new ArrayList();

Coloquei no GitHub para referência futura.

Desta forma as operações seguintes em cima da variável arrayList podem ser feitas da mesma maneira em um ArrayList "limpo". Mas chegou-se ao mesmo resultado com técnicas diferentes com características diferentes e performance diferente, embora seja pequena e provavelmente irrelevante na maioria dos casos. A segunda pode gerar mais pressão no GC.

7
  • 3
    "O segundo destrói o ArrayList impossibilitando você usá-lo" se essa for a única referência pra ele, é claro. Se houver outra referência para o mesmo ArrayList pode-se continuar usando-o normalmente, só que não através dessa variável.
    – mgibsonbr
    29/08/2014 às 4:49
  • @mgibsonbr bem observado, vou editar.
    – Maniero
    29/08/2014 às 11:32
  • 1
    É difícil fazer uma avaliação sem ver o todo (o todo mesmo) mas como eu disse, usar um null quase nunca é a solução. Se a variável deixa de ser usada de verdade, ela será eliminada mesmo que não estabeleça o null. Não sei se você veio de alguma linguagem que isto era necessário (algumas obrigavam setar um null para liberar a memória). Em Java isto é desnecessário. Claro que você pode estar fazendo alguma outra coisa errada e esta variável possa estar sobrevivendo sem necessidade, mas não é porque esqueceu de setar null. Se eu vejo isto em um código, logo procuro por algum outro erro.
    – Maniero
    29/08/2014 às 23:14
  • 1
    Entendo sua preocupação mas não há problema, porque o GC roda conforme a necessidade da plataforma mesmo sendo uma implementação diferente. Se não há referências para o objeto e há pressão na memória, a coleta vai ocorrer. Se não há pressão na memória, o que importa os dados continuarem lá na memória? Isto não é vazamento de memória. Está lá porque ainda pode estar sem causar problemas. Vazamento seria só se tivesse que ser eliminado mas não pode porque ainda tem uma referência desnecessária para o objeto. Aí tem que descobrir porque esta referência está viva. Mas não é porque faltou null.
    – Maniero
    29/08/2014 às 23:54
  • 1
    Depende de implementação mas note que o clear() não precisa impedir uma coleta do objeto desnecessário. Internamente o ArrayList abandona objetos internos várias vezes conforme ele vai crescendo. E esses objetos abandonados são coletados. Mesmo que o ArrayList em si não seja liberado, pelo menos os elementos dele eu te garanto que serão liberados com o clear(). A não ser que o Dalvik tenha uma implementação muito porca :)
    – Maniero
    30/08/2014 às 0:04

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.