2

Eu aprendi que as Annotations em Java são só uma forma de injetar metainformação no código. Entretanto, eu tenho visto que frameworks e algumas bibliotecas tem annotations que "magicamente" geram código ou definem regras de compilação. Um exemplo qualquer é o projectlombok:

POJO com getters e setters tradicional:

public class DataExample {
    private int data;

    public DataExample(int data) {
        this.data = data;
    }

    public void setData(int data) {
        this.data = data;
    }

    public int getData() {
        return data;
    }
}

POJO usando Lombok:

public class DataExample {
    @Getter @Setter private int data;

    public DataExample(int data) {
        this.data = data;
    }
}

A diferença é que as annotations @Getter e @Setter fazem o Lombok gerar os métodos getters e setters pra você, então se você os invocá-los em outras classes, eles não dão erro de compilação.

Mas é estranho: Os tutoriais e lições de annotations que eu vi só ensinavam a usar annotations para inserir informação.

Como eu crio annotations que gerem código, criem regras de compilação e coisa do tipo?

  • 1
    Se quer fazer algo como o Lombok faz, veja como é feito no original – Mansueli 27/08/14 às 21:39
  • Mas é aí que tá: O arquivo da annotation é só uma annotation. Qual a mágica que acontece pra essa annotation gerar código? – Sid 28/08/14 às 21:33
  • o que quer com essa pergunta? Entender como funciona ou criar uma anotação própria? – Mansueli 29/08/14 às 5:18

1 Resposta 1

2

O que acontece é que o Lombok utiliza um mecanismo conhecido como APT (Annotation Processing Tool). Com isso é possível que os getters e setter sejam gerados ainda em tempo de compilação. Um link interessante sobre isso:

http://blog.caelum.com.br/metaprogramacao-em-java-o-papel-do-apt/

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.