1

Trabalho em uma fábrica de sites e entre uma das ações desse semestre está a implantação do GIT.

Hoje trabalhamos da seguinte forma:

Solicitamos um servidor, instalamos o Joomla e desenvolvemos os sites em ambiente de homologação antes de liberar para acesso público.

Algumas de nossas ações são feitas após o site ter sido liberado e, por incrível que pareça, até a minha chegada à equipe, as alterações eram feitas em ambiente de produção. Daí a ideia da implementação do GIT.

Não temos acesso à SSH do servidor, por isso pensei em deploy via FTP.

Gostaria de sugestões de como adaptar a nossa rotina de desenvolvimento ao uso do GIT.

  • Criar um ambiente de homologação no mesmo servidor, fazer edições e depois um merge?
  • Criar um ambiente de desenvolvimento local?
  • Qual seria o cenário ideal?
  • Sua pergunta é inteiramente baseada em opiniões e, por isso, é impossível de elaborar uma resposta canônica. Quanto conseguir um mínimo de 20 pontos de reputação, você poderá discutir isso lá no nosso chat. – Anderson Carlos Woss 11/06/18 às 18:24
  • O fluxo de trabalho quem vai decidir são vocês, recomendo o curso: Git Completo: Do Básico ao Avançado. Assim que tiver uma noção melhor de Git vai saber como implantá-lo. – Marconi 11/06/18 às 18:25
3

Realmente é uma pergunta aberta a discussões.

Mas está minha contribuição, hoje trabalho com apenas 2 ambientes, homologação e produção, então você teria uma branch homolog e a outra seria a master. Caso não consiga liberação para acesso via SSH, continue fazendo deploy via FTP. Mas pelo menos você terá uma validação de implantação e também do cliente, antes de efetuar alterações em produção.

Não existe o cenário perfeito, por que cada cliente é diferente do outro. Acredito que existindo uma validação e uma entrega rápida, todo mundo ganha.

Sua ideia de criar o ambiente de homologação é ótima!

2

recomendo uma branch para você dar checkout para cada desenvolvedor ou por requesitos.

1

Bom dia, Thiago!

Concordo com a opinião do Vinicius, continue com deploys via FTP, caso ainda não tenha implementado, para fazer um deploy com GIT via FTP existe um repositório do GIT que pode te ajudar GIT-FTP e tem todo o conteúdo necessário.

Para o ponto da organização:

Utilize uma Branch master - É a branch que contém código em nível de produção, ou seja, o código mais maduro existente na sua aplicação. Todo o código novo produzido eventualmente é juntado com a branch master, em algum momento do desenvolvimento;

Branch develop - É a branch que contém código em nível preparatório para o próximo deploy. Ou seja, quando features são terminadas, elas são juntadas com a branch develop, testadas (em conjunto, no caso de mais de uma feature), e somente depois as atualizações da branch develop passam por mais um processo para então ser juntadas com a branch master;

Caso o projeto seja muito grande e possua muitas features, utilize também a organização por Branches feature - São branches no qual são desenvolvidos recursos novos para o projeto em questão. Essas branches tem por convenção nome começando com feature/ (exemplo: feature/new-layout) e são criadas a partir da branch develop (pois um recurso pode depender diretamente de outro recurso em algumas situações), e, ao final, são juntadas com a branch develop;

Caso tenha interesse, podes dar uma lida no git flow, recomendo.

Abraços

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.