10
UPDATE bethadba.FOFILHOS

SET CPF = CASE

WHEN CODI_EMP = 61  AND I_EMPREGADOS = 156  AND i_filhos = 1 THEN '00551366133'
WHEN CODI_EMP = 57  AND I_EMPREGADOS = 290  AND i_filhos = 1 THEN '00636170993'
WHEN CODI_EMP = 61  AND I_EMPREGADOS = 333  AND i_filhos = 2 THEN '01056262958'

END

COMMIT

Desenvolvi este SQL para inserir alguns números de CPF no cadastro de alguns dependentes, até onde sei, não é necessário colocar o WHERE pois dentro do WHEN já especifica onde deve atualizar as linhas.

Um colega de trabalho cismou que se executar assim vai dar ruim e bugar todos os dependentes, eu disse para ele que não bugaria.

Alguém sabe me dizer ao certo se tem ou não que ter o WHERE?

Banco: Sybase SQL Anywhere 16.

5
+50

Considerando uma tabela genérica,qual é a diferença entre

Update tabela set campo= case when id=1 then 'abc' end

e

Update set campo='abc' where id=1

?

Em termos de resultado da operação, nenhum. As duas estruturas de código vão atualizar campo quando o id for igual à 1.

Em termos de performance, a estrutura com case é muito mais lenta que a estrutura com where.

Um update vai primeiro criar um conjunto de registros usando como critério a expressão definida no where, antes de proceder à atualização propriamente dita. Um update sem where aplica a alteração sobre todos os registros da tabela.

Veja um exemplo de 5000 linhas no PostgreSQL funcionando no SQL Fiddle Exemplo 1

update tabela set campo=555 where id =1000;

Como plano de execução você pode ver:

QUERY PLAN
Update on tabela (cost=0.28..8.30 rows=1 width=14)
-> Index Scan using tabela_pkey on tabela (cost=0.28..8.30 rows=1 width=14)
Index Cond: (id = 1000)

Agora com o case,

Exemplo 2

update tabela set campo=case when  id =1000 then 555 end;

Plano de execução:

QUERY PLAN
Update on tabela (cost=0.00..85.50 rows=5000 width=14)
-> Seq Scan on tabela (cost=0.00..85.50 rows=5000 width=14)

Note que no primeiro caso foi usado um Index Scan (busca usando o índice ) e no segundo caso é feito um Seq Scan (busca sequencial).

Podemos também notar que que no primeiro caso a query é aplicada sobre 1 registro (rows=1) , enquanto a segunda é sobre 5000 registros (rows=5000).

Outro fator é o perigo executar uma atualização indevida.

Talvez não seja o seu caso, mas só para explicar o porquê essa técnica é perigosa, imagine esse situação:

Exemplo 3

update tabela set campo=case when  id =1000 then 555 else 0 end;

Parabéns! Você atualizou com sucesso o id 1000 e de brinde você ganhou a atualização dos outros 4999 registros com o valor zero.

  • minha dúvida foi esclarecida pelos exemplos 1 e 2.. eu acreditava que seria esse o ponto, ficou 100% claro agora. Boa resposta ;) – rLinhares 30/07/18 às 11:53
3

A principio não irá ter nenhum impacto, a não ser que existam outros FOFILHOS com aquelas condições. Mas se o CODI_EMP é utilzado como ID, faça esse UPDATE utilizando o WHERE, geralmente utilizamos WHEN para atualizar mais de uma linha e pelo que vi você quer atingir aquelas 3 apenas, portanto faça um WHERE para cada linha.

  • Deixei 3 apenas pelo exemplo, mas na verdade são mais de 100 CPF's... – Renan 11/06/18 às 17:40
  • 1
    Entendi! Mas ainda sim, eu utilizaria o WHERE caso o CODI_EMP seja o ID dos dependentes. UPDATE bethadba.FOFILHOS SET CPF = '00551366133' WHERE CODI_EMP = 61; Assim me parece mais simple, boa sorte! – Vinicius Barbosa 11/06/18 às 17:43

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.