18

Nesta documentação MDN encontro uma lista enorme de nomes de cores que podem ser usadas no CSS com seus respectivos valores em hexadecimal. Por exemplo:

--------------------------------------
| nome em En | nome em Pt |   hexa   |
--------------------------------------
| black      | preto      | #000000  |
--------------------------------------
| silver     | prata      | #c0c0c0  |
--------------------------------------
| white      | branco     | #ffffff  |
--------------------------------------
| red        | vermelho   | #ff0000  |
--------------------------------------

Para aplicar um fundo vermelho (red) a uma div eu poderia usar:

usando o nome da cor:             usando valor hexadecimal:

div{                              div{
   background-color: red;   OU       background-color: #ff0000;
}                                 }

Ou usando RGB:

div{
   background-color: rgb(255, 0, 0);
}

Pessoalmente acho muito mais prático usar red do que #ff0000, e aparentemente nunca me deparei com problemas em usar os nomes, mas não tenho 100% de certeza se isso é uma boa prática ou haja algum problema entre navegadores.

Minha dúvida é se posso usar apenas os nomes das cores em vez do valor hexadecimal ou RGB, e se isso implica em algum tipo de incompatibilidade entre navegadores. Qual seria o mais recomendado usar e porquê?

  • 1
    Até tempos atrás não era recomendado utilizar o nome da cor, pois suas componentes poderiam variar de navegador para navegador, podendo variar a exibição da aplicação; hoje acredito que isso não seja mais um problema. – Anderson Carlos Woss 11/06/18 às 17:26
  • Cara segundo a W3C não há problemas em chamar as cores pelos nomes... Inclusive lá tem uma tabela comparando nomeXhexa e não há diferença. Inclusive os nomes de cores também são válidos para o SVG – hugocsl 11/06/18 às 18:16
  • Não há nenhuma incompatibilidade entre usar nomes de cores, hexadecimal e RGB. Mas, se deseja obter uma cor com precisão de um tom específico que esteja querendo, pode-se usar hexadecimal ou rgb, mas a não ser isso, não tem nenhum problema. – Bob Slavtrievich 13/06/18 às 14:02
  • Depende de quem for dar manutenção no CSS? Eu creio que se fosse escrever alguma resposta, iria nesse sentido. Irei pesquisar sobre o assunto, de toda sorte – Jefferson Quesado 21/06/18 às 10:05
9

Vou deixar alguns pontos a favor das duas:

1. Facilidade de manutenção e modificações durante o desenvolvimento:

Mudar o tom de uma cor para mais escuro ou mais claro ou até mesmo aplicar uma opacidade é mais simples com hex e rgb, basta aumentar ou diminuir os valores e adicionar o alpha:

Talvez background-color: #ff0000; não é bem o que queria, talvez um vermelho mais escuro com uma pequena opacidade, basta usar rgba(200, 0, 0, 0.7) ou #99000099 (RGBA hexadecimal notation (#RRGGBBAA, #RGBA) não é suportado em todos navegadores)

2. Mais simples de gravar

Se você quer usar apenas nomes das cores, precisará consultar o tempo todo outro lugar pra saber qual é nome daquela cor, ou então gravar o nome de várias cores

Usando RGB ou HEX basta entender que as cores são formadas por três partes (4 se usar opacidade):

#001122                        rgb(0, 1, 2)
00 -> vermelho      OU         0 -> vermelho
11 -> verde                    1 -> verde
22 -> azul                     2 -> azul

Sabendo isso é só misturar

3. "Essa é A cor"

Talvez você esteja navegando na internet e de repente olha um site, anúncio ou algo assim e "essa é A cor" que você tava buscando pro seu site, o que você faz? pelo menos o que eu faço, inspeciono o elemento e vejo a cor usada, se for uma imagem, o chromer permite que passando o mouse por cima ele te diz qual é aquela cor em HEX, RGBA e HSLA, porém não diz o nome da cor, para isso seria um passo a mais, procurar algum conversor e ver qual o nome da cor

Mas claro, usar os nomes, tem suas vantagens:

1. É mais intuitivo, pelo menos pra mim

Se você está fazendo uma alteração simples e rápida provavelmente a primeira coisa que pense quando for colocar um fundo cinza é gray e não #808080 ou rgb(128, 128, 128)

2. Ajuda no inglês

Se você quer aprender, aperfeiçoar ou até mesmo estudar pra prova, usar os nomes das cores já ajuda

Obs: é possível usar opacidade com nome de cores porém é necessário usar mais um atributo (opacity), mas, na minha opinião, com GRB ou HEX é bem mais fácil, já que a opacidade aplicada pelo opacity é em tudo, cores de fundo, do texto, borda ..., se quiser apenas aplicar a um desses vai dar trabalho

4
+50

A maior diferença é no teu poder de definição das cores, utilizando HEX você consegue definir muito mais precisamente a cor que deseja do que utilizando RGB e o nome literal. Além disso mesmo com os navegadores buscando uma padronização pode ocorrer de, para uma mesma cor definida com o nome literal, dois navegadores apresentarem leves diferenças.

Um ponto interessante é que utilizar HEX faz a página renderizar um pouco mais rápido, a diferença é "mais notavél" se você adicionar RGBA na lista.


Fora os links adicionados acima estes posts podem complementar a leitura:

https://www.quora.com/Which-one-is-better-to-use-HEX-or-RGB-color-property-in-CSS-to-make-less-server-source-consumption-and-make-the-CSS-load-faster

https://www.quora.com/How-many-colors-does-the-RGB-and-HEX-format-have-Which-is-better-for-screen-colors

  • 2
    O RGB tem a mesma precisão do HEX, não? A questão linkada faz contraponto do HSL com o RGB, que são esquemas de cor distintos. O HEX é diretamente derivável no RGB, um para um – Jefferson Quesado 21/06/18 às 15:28
  • Existem falhas metodológicas sobre o segundo link, da velocidade de renderização, então a conclusão não é sólida – Jefferson Quesado 21/06/18 às 15:33
  • 16 elevado a 6 ou 256 elevado a 3 = 16,777,216 de cores, ou seja os dois têm a mesma quantidade de cores, com a vantagem do RGB ter 3 dígitos por cor e pode te gerar uma cor muito mais precisa além do canal alpha RGBA que vc pode usar. Esse canal Alpha por sua vez pode diminuir a performance da renderização da página. E a pergunta é sobre o nome da cor, não RGB vs HEX... – hugocsl 21/06/18 às 15:40
  • 1
    Outra coisa. Se forem milhões de ocorrências o HEX leva vantagem apenas por justamente ter menos dígitos, #ffffff vs rgb(255,255,255) – hugocsl 21/06/18 às 15:41
3

Nomes no padrão SVG 1.0

Eu acredito que a resposta esteja na própria documentação que você colocou como referência na pergunta. Eu coloquei no título o link para a página em português para a parte que fala sobre o uso dos nomes das cores, que me parece ser a sua principal dúvida.

Em resumo, você pode usar os nomes com alguns cuidados.

  • Usar os nomes definidos no padrão SVG (CSS 3)
  • Se rodar em IE < 8 cuidar com os nomes: grey, darkgrey, darkslategrey, dimgrey, lightgrey e lightslategrey pois são aceitos or terminados em "gray" e não em "grey" nessas versões.
  • Lembrar que alguns nomes são sinônimos para uma mesma cor
  • Cores nomeadas não te darão recurso de transparência
  • Não use os nomes de cores relacionados ao S.O. porque foram descontinuados

Por isso não vejo problema em utilizar os nomes das cores, porém como colocou o Guilherme, na resposta dele você tem as vantagens e desvantagens de usar apenas os nomes.

Se for uma questão de padronização, pode ser uma boa ideia porque você restringe a paleta e não erra em tonalidades diferentes, por outro lado, dependendo do projeto você pode precisar de uma gama maior de tonalidades e cores e apenas com os nomes não vai alcançar seu objetivo.

3

Voce pode especificar cores com pelo menos 10 formas diferentes de acordo com o último draft do CSS Color Module.

Este é um teste que mostra essas formas:

.colorName{
   color: red
}

.colorRGB{
  color: rgb(255, 0, 0)
}

.colorRGBA{
  color: rgb(255, 0, 0, 50%)
}

.colorRGBP{
  color: rgb(100% 0% 0%)
}

.colorHSL{
  color: hsl(0, 100%, 50%)
}

.colorHSLA{
  color: hsl(0, 100%, 50%, 50%)
}

.colorHWB{
  color: hwb(0  0%  0%)
}

.colorGray{
  color: gray(50)
}

.colorCMYK{
  color: device-cmyk(0 100% 100% 50%);
}

.colorHex{
   color: #ff0000
 }
<h2 class="colorName">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorRGB">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorRGBA">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorRGBP">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorHSL">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorHSLA">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorHWB">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorGray">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorCMYK">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>
<h2 class="colorHex">O rato roeu a rolha da garrafa do rei da russia</h2>

O suporte para algumas dessas formas (por exemplo hwb) pode ser práticamente inexistente. O que vi até agora é existem bibliotecas javascript para proporcionar o devido suport. Como pode ver no exemplo do W3Schools

Voce pode até consultar o suporte desta especificacao no seu browser. A especificacao inclui um conjunto de testes que lhe permite verificar o suporte para o seu browser.


Mas respondendo mais especificamente á sua pergunta voce deve usar aquele que voce quiser. Eventualmente a sua escolha poderá estar relacionada ao esquema de cores que voce está habituado ou aquele que se adequa melhor ás circunstancias.

Se voce estiver habituado a um esquema de cores aditivo (RGB) entao voce usará RGB. Se voce estiver habituado a esquema de cores subtractivo (CMYK) entao voce usará CMYK.

Se voce for designer e trabalhar muito com o esquema de cores HSL entao voce puderá usar HSL.

O fato do esquema RGB ser bastante usado no mundo de informática é porque as telas tem fundo preto, entao um esquema aditivo de cores, como o RGB, funciona melhor que um esquema subtractivo. Voce pode ver o esquema subtrativo de cores em funcionamento em impressoras, uma vez que elas imprimem em papel branco.ref

Contundo acho que pode ser feito uma ressalva, mas é algo subtil e opcional. Voce pode querer associar uma determinada cor a um estado comum na sua aplicacao web. Por exemplo: vermelho para erro, amarelo para aviso, azul para informacao.

E os seres humanos estao mais habituados a reconhecerem nomes do que numeros (é por isso que existem DNS - mas isso é outro assunto). De forma a que nestas ocasioes voce poderá querer preferir o nome da cor em relacao a qulaquer outra alternativa.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.