0

Estou estudando um código específico do conjunto de mandelbrot (equação com números complexos) com foco em programação orientada a objeto. Entretanto, há uma parte específica que não entendi do código, conforme abaixo:


columns = 2000

rows = 2000

result = numpy.zeros([rows, columns])

for row_index, Re in enumerate(numpy.linspace(-2, 1, num=rows)):

   for column_index, Im in enumerate (numpy.linspace(-1, 1, num=columns)):

        result[row_index, column_index] = mset(Re, Im, 200)

Abaixo, segue o código completo:

import numpy

from numba import autojit

import matplotlib.pyplot as plt

@autojit

def mset (Re, Im, max_inter):

        c = complex (Re, Im)
        z = 0

        for i in range (max_inter):
            z = z*z + c
            if (z.real*z.real + z.imag*z.imag) >= 4:
                return i
        return max_inter
columns = 2000

rows = 2000

result = numpy.zeros([rows, columns])

for row_index, Re in enumerate(numpy.linspace(-2, 1, num=rows)):

    for column_index, Im in enumerate (numpy.linspace(-1, 1, num=columns)):

        result[row_index, column_index] = mset(Re, Im, 200)

plt.figure(dpi=100)

plt.imshow(result.T, cmap='hot', interpolation='bilinear', extent=[-2, 1, -1, 1])

plt.xlabel('Real')

plt.ylabel('imagin')

plt.show()
1

1 Resposta 1

0

O código em destaque na pergunta percorre um espaço no plano complexo para verificar se cada ponto pertence ou não ao conjunto de Mandelbrot.

Inicialmente, o código define um array para armazenar o resultado do teste de cada ponto no plano (na pergunta, definido com tamanho 2000x2000):

result = numpy.zeros([rows, columns])

Na seqüencia, existem 2 loopings que percorrem todo o espaço (real x imaginário).

O intervalo é definido pela função linspace(), que gera num números dentro desse intervalo:

# Looping da parte real, composto de 2000 samples no intervalo de -2.0 a 1.0
for row_index, Re in enumerate(numpy.linspace(-2, 1, num=rows)):

    # Looping da parte imaginária, composto de 2000 samples no intervalo de -1.0 a 1.0
    for column_index, Im in enumerate (numpy.linspace(-1, 1, num=columns)):

Os loopings vão gerar os pontos para teste.

Exemplo: (-2.0,-1.0), (-2.0,-0.99)...(-1.99,-1.0),(-1.99,-0.99)...... até (1.0,1.0)

Dentro do looping e para cada ponto, a função mset calcula se o ponto pertence ou não ao conjunto Mandelbrot e retorna o número de iterações necessárias para determinar essa pertinência.

Esse resultado é armazenado dentro do array result:

result[row_index, column_index] = mset(Re, Im, 200)

Os demais comandos plotam o resultado obtido e exibem o gráfico do array result: Fractal de Mandelbrot

Apesar de mencionado na pergunta, esse programa não contempla conceitos de orientação a objeto.

Mais informações em: Wikipedia - Conjunto de Mandelbrot

2

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.