1

Tenho uma classe de validação e preciso de um método para validar URL's, mas a função filter_var contem falhas para valida-las.


Um exemplo de 3 URL's:

A URL é completa retorna TRUE
#1 'http://www.youtube.com' | string(22) "..."

A URL é inválida e mesmo assim a função retorna TRUE
#2 'tp://www.youtube.com' | string(20) "..."

A URL retorna FALSE
#3 'youtube.com' | bool(false)


Não sei se a falha é com o protocolo HTTP|HTTPS, ainda não esgotei testes.
As regras para validação de URL's pelo que eu vi são enormes e não compreendo muito bem todas as regras.

Pensei em usar preg_match antes de filter_var para encontrar o protocolo com a ER:
"/(http|https):\/\/(.*?)$/i".

Meu receio é que isso também falhe.
Alguém tem uma sugestão simples para esse impasse - que não seja uma ER complexa?

4

Que me conste não existe A expressão regular para validar URLs e a culpa, em parte, é/são da(s) RFc(s). E é assim para qualquer dado que dependa de uma.

As funções de filtragem do PHP até seguem as especificações devidas, mas elas não cobrem todos os casos e, para outros, a fim de não evitar falsos-positivos, ela diminui a restrição de acordo com a sua necessidade, através das flags de configuração, permitindo a você ter a flexibilidade necessária para cada caso.

Apenas para referências futuras, por padrão, caso omitido o segundo argumento, ela apenas trata o dado como uma string comum.

No seu caso, dada a ausência da forma de uso, eu imagino que esteja fazendo isso:

filter_var( 'http://www.youtube.com', FILTER_VALIDATE_URL );

A primeira URL valida pois contém os principais elementos de uma URL que são o schema, o domínio e o TLD.

No segundo caso também valida porque também tem os três components básicos, mesmo que um deles seja errado.

Para que a segunda URL também retornasse FALSE seria preciso combinar a primeira flag com FILTER_FLAG_SCHEME_REQUIRED.

Já a terceira URL é válida para o usuário, para o browser, mas não para para a RFC pois carece de um dos componentes básicos requeridos pela especificação.

O que você poderia é, como em tudo que vêm do usuário, antes mesmo de validar, seria sanitizar a URL. Algumas coisas que me ocorrem:

  • Verificar se não existem schemas quebrados, como na segunda URL e corrigi-los, seja removendo ou consertando quando e se possível
  • Adicionar o schema padrão http:// no início da URL caso ausente (ou qebrado e ora removido), afinal, um URL FTP ou HTTPS (ou ED2K, Magnet, torrent...) que não tenham tais prefixos específicos não serão tratados como especiais de todos jeito.

E sempre avisar o usuário através de uma dica na GUI de que o formato é http://domain.com. Se ele digitar errado, o sistema não conseguir consertar a verificação falhar, avisado ele foi e vai ter de preencher tudo de novo.

  • Boa aula essa, vou fazer uma leitura atenta e depois comento pelo pc. Estou usando a flag citada... Esqueci de coloca-la na questao. valeu – Papa Charlie 26/08/14 às 11:34
  • +1... Eu uso JS para fazer a mascara, mas a validação fica no lado do server e retorna as mensagens de volta... Com tantas possibilidades, sanitizar a entrada da URL, não teria que saber todas as regras para não cometer erro? – Papa Charlie 26/08/14 às 20:05
  • 1
    Como programador, sou bastante pessimista. Penso sempre no pior cenário possível e no final desses cenários sempre tem um usuário (>.<). Se prazo e pequenas perdas de performance não forem problema pra você vale a pena sim se debruçar sobre a RFC 3696 Section 4.2 (salvo engano) e outras de que ela derive se for o caso e tentar cobrir o máximo possível dos casos e se você (seu programa) não conseguir resolver por ele mesmo, infelizmente, retorne o erro pro usuário, fazer o quê. – Bruno Augusto 26/08/14 às 21:23
3

O seu segundo exemplo é uma URL válida! As URLs possuem o formato geral:

esquema://máquina/caminho/recurso

http e https são apenas dois exemplos de esquema (schema; às vezes chamado de "protocolo"). Outros seriam o ftp, o file... Nada impede que alguém crie um esquema tp, por isso o validador aceitou seu segundo exemplo.

Se você quer restringir o esquema a http e https, eu sugiro simplesmente testar por isso logo após o filter_var:

strpos($url, "http:") === 0 || strpos($url, "https:") === 0

(Nota: por que eu não testo só se o prefixo é http? Porque isso aceitaria URLs como httpabc://...)

  • Eu nao sabia isso sobre a schema, sei do ftp, mas nao que pudesse ser criado. Vou ler mais sobre o assumto, valeu. – Papa Charlie 26/08/14 às 11:01
  • Acho mais seguro comparar com FALSE e não com zero, só por via das dúvidas. – Bruno Augusto 26/08/14 às 16:09
  • @BrunoAugusto Desculpe, não entendi. Na realidade, não tenho muita experiência com PHP, copiei essa implementação de "startsWith" dessa resposta no SOen. Pelo meu entendimento, quando o termo de busca for um prefixo da string essa função vai retornar zero, e não false, ou estou enganado? Segundo essa documentação, ela só vai retornar false se a substring não for encontrada. – mgibsonbr 26/08/14 às 17:48
  • 1
    Então, é que o PHP é cheio de "achismos", se intrometendo com cast automatico e tal. Com as funções de string que podem retornar FALSE o senso comum é o de se comparar, negativamente, com FALSE (strpos( $s, 'string' !== FALSE )) pois se algo influenciar a variável (aqui, $s) pode ser que antes de strpos() produza um falso-positivo. – Bruno Augusto 26/08/14 às 19:23
3

Eu utilizo esta regex e estou satisfeito com os resultados

(preg_match("%^(?:(?:https?|ftp)://)(?:\S+(?::\S*)?@|\d{1,3}(?:\.\d{1,3}){3}|(?:(?:[a-z\d\x{00a1}-\x{ffff}]+-?)*[a-z\d\x{00a1}-\x{ffff}]+)(?:\.(?:[a-z\d\x{00a1}-\x{ffff}]+-?)*[a-z\d\x{00a1}-\x{ffff}]+)*(?:\.[a-z\x{00a1}-\x{ffff}]{2,6}))(?::\d+)?(?:[^\s]*)?$%iu", $url)))

Pode encontrar a regex em https://gist.github.com/dperini/729294

  • Na questao eu disse, que nao seja complexa... Se essa é simples entao eu nao sei o que é complicado :) Sou meio leigo com ER – Papa Charlie 26/08/14 às 11:05
  • Caro amigo, tentei ajudar. ER também não é o meu forte, por isso que confio nessa ER que o dperini, mantem e atualiza no github. Quando não consigo resolver, prefiro código testado. Desculpe ocupar seu post. Passar bem. – Manuel Gerardo Pereira 26/08/14 às 11:13
  • Toda explicação sobre a regra está no endereço que coloquei. Assim como comentários e sugestões. A regra não é minha. – Manuel Gerardo Pereira 26/08/14 às 11:33

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.