1

A minha atividade e ler uma frase e ordenada em ordem alfabeticamente, mas está dando erro

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <string.h>

int ordena(const void * a, const void * b)
{
   return strcmp((char *)a, (char *)b); 
}

int main(int argc, char** argv)
{
  char **nomes, frase[900], *ponteiro;
  nomes = malloc(sizeof(char*) * 3000);
  int indice, cont = 0, i;
  for(indice = 0; indice < 3000; indice++)
  {
    nomes[indice] = malloc(sizeof(char) * 100);
  }

  scanf("%[^\n]", frase);

  ponteiro = strtok(frase, " ");
  while(ponteiro != NULL)
  {
     strcpy(nomes[cont], ponteiro);
     cont++;
     ponteiro = strtok(NULL, " ");
  }
  qsort((void*)nomes, cont, sizeof(nomes[0]), ordena);
  for(i = 0; i < cont; i++)
  {
    printf("%s\n", nomes[i]);
  }

   return 0;
}

Exemplo de entrada carne laranja suco picles laranja picles

Exemplo de saida carne laranja laranja picles picles suco

  • 1
    Para mim, o seu programa gera como saída picles picles laranja laranja suco carne. Não consegui achar onde está o erro. – Victor Stafusa 22/05/18 às 23:57
4

O seu problema é na verdade bem tipico no qsort, que é esquecer-se que a função de comparação recebe ponteiros para os valores do array. Logo se tiver um array de ints a função de comparação recebe dois int*. No seu caso se tem um array de char* a função vai receber dois char**, o que faz com que isto:

int ordena(const void * a, const void * b)
{
   return strcmp((char *)a, (char *)b);
                     ^----------^ 
}

Não esteja correto.

Em vez disso tem de interpretar cada parâmetro como um char** e aceder ao valor apontado que será o char* que pretende:

int ordena(const void * a, const void * b)
{
    char **palavra1 = (char**) a; //interpretar como char**
    char **palavra2 = (char**) b; //interpretar como char**
    return strcmp(*palavra1, *palavra2); //comparar o apontado de cada um
}

Com essa alteração a saída dá:

carne
laranja
laranja
picles
picles
suco

Veja a execução no Ideone

Como nota, o cast para void* no qsort não é necessário, acabando por ficar mais simples e legível sem ele:

qsort((void*)nomes, cont, sizeof(nomes[0]), ordena);
        ^---este
  • 3
    @MarceloUchimura Devo lembrar que o objetivo do StackOverflow não é promover o copy paste cego de código de resposta. A primeira coisa relevante é que o autor da pergunta perceba o que fez mal e porque estava mal, para então conseguir perceber a solução e implementa-la. Oferecer uma resposta apenas com código não é o que nós queremos fazer no SOpt, e isso foi basicamente o que você fez. Se eu faço uma pergunta e me dão duas páginas de código com "Veja se isto resolve", como eu sei o que fiz mal para evitar de o fazer de novo ? – Isac 23/05/18 às 1:32
  • 2
    @MarceloUchimura Mas não se deixe influenciar pelas minhas palavras, abra qualquer resposta com boa pontuação nesta rede e veja se elas tem apenas código com um "Veja se isto resolve". – Isac 23/05/18 às 1:34
  • 3
    @MarceloUchimura Você está propositadamente a desvirtuar o que está a ser dito. O proposito de uma resposta no SOpt não é forçar o autor da pergunta a saber ler código escrito por outros, nem preparar candidatos para o mercado do trabalho. A ideia é fornecer conteúdo sobre questões de programação que seja direto, acessível e percetivel a tantas pessoas quanto possíveis. – Isac 23/05/18 às 1:42
  • 4
    @MarceloUchimura Essa questão está totalmente desfasada da realidade. Você tem muitas perguntas nesta rede e na rede inglesa do SO apenas nível teórico sobre determinados conceitos de programação. Nesses casos é visível que o autor procura apenas esclarecer o conceito ou aprofundar o seu conhecimento nele. Independentemente disso, não vejo sequer como o que disse se relaciona com o que eu havia dito anteriormente. Mas nada melhor que um exemplo.Diga-me se esta questão é um pronto socorro? – Isac 23/05/18 às 2:02
  • 3
    @MarceloUchimura Amigo nada do que você está a dizer me "atinge". Eu estou apenas na minha boa fé a tentar mostrar-lhe como a comunidade SOpt funciona, algo que vim percebendo com o tempo todo que já tenho de participação ativa nela. Mas parece me que você não está nem ai, e por isso termino rapidamente aqui o nosso debate. – Isac 23/05/18 às 15:30
0

Preste muita atenção à desalocação de memória RAM após o uso! free neles!

Veja se isto resolve:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <string.h>

char** palavras;

int comparador(const void* item1, const void* item2)
{
    char* elemento1 = *(char**)item1;
    char* elemento2 = *(char**)item2;

    return strcmp(elemento1, elemento2);
}

int main()
{
    char palavra[80];
    int qtdPalavras;
    int tamanhoPalavra;
    int i;

    do
    {
        palavras = NULL;

        fflush(stdin);
        printf("Digite a frase (8 para sair): ");

        qtdPalavras = 0;
        do {
            scanf("%s", palavra);
            tamanhoPalavra = strlen(palavra);
            if (*palavra != '8')
            {
                palavras = (char**)realloc(palavras, (qtdPalavras + 1) * sizeof(char*));
                palavras[qtdPalavras] = (char*)malloc((tamanhoPalavra + 1) * sizeof(char));
                strcpy(palavras[qtdPalavras], palavra);
                ++qtdPalavras;
            }
        } while (*palavra != '8');

        if (qtdPalavras)
        {
            printf("Ordenando a lista de palavras...\n");
            qsort(palavras, qtdPalavras, sizeof(char*), comparador);
            printf("Lista ordenada:\n");
            for (i = 0; i < qtdPalavras; ++i)
            {
                printf("%s ", palavras[i]);
            }
            printf("\n");
        }

        for (i = 0; i < qtdPalavras; ++i)
        {
            free(palavras[i]);
        }

        free(palavras);
    } while (qtdPalavras);

    return 0;
}
  • 5
    Embora ache louvável promover o uso do free, você transformou o problema do autor da pergunta em uma coisa completamente diferente sem dar uma justificativa razoável para fazer isso. O problema era ler uma frase do usuário e ordenar as palavras, mas você encheu de coisas que nada tinham a ver com a pergunta ao pedir para o usuário digitar uma palavra por vez e complicar bastante o problema com uma lógica complexa de alocação e realocação de memória. Além disso, ele não aceita palavras como x-salada, xenônio, xerox ou xícara. – Victor Stafusa 23/05/18 às 4:19
  • @VictorStafusa, vou mudar o programa, então, para aceitar tais palavras. – Marcelo Uchimura 23/05/18 às 11:59
  • @VictorStafusa, alocar memória não é tarefa fácil mesmo; por isso que, em outras linguagens de programação, existem coletores de lixo e gerenciamento automático de memória. – Marcelo Uchimura 23/05/18 às 12:03
  • Outro detalhe que precisa ser dito é que o programa mostrado aceita qualquer quantidade de palavras, contanto que elas tenham no máximo 80 caracteres. – Marcelo Uchimura 23/05/18 às 12:10
  • E não é necessário entrar "uma palavra por vez". Uma entrada do tipo casa banheiro sala cozinha quarto despensa garagem, palavras separadas por espaços, é completamente aceitável. Apenas deve-se certificar que o fim da frase seja demarcado com um caracter de escape, que agora, em vez de X, é o 8. – Marcelo Uchimura 23/05/18 às 12:59

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.