10

Usando Python 2.7.12

Estou precisando criar uma lista da seguinte forma:

lista = [[],[],[],[],.........,[]]

Essa lista precisa ter um número bem grande de listas dentro dela (por isso os ........). Achei por aí a seguinte forma de realizar isso:

lista = [[]]*n

Onde "n" é o número de sub-listas. Só que com isso eu chego a um problema. Abaixo segue um exemplo (com um número de sub-listas bem menor para ilustração).

lista = [[]]*3
lista[0].append(1)
lista[1].append(2)
print lista

A saída deveria ser:

[[1], [2], []]

Mas a saída desse código é:

[[1, 2], [1, 2], [1, 2]]

Não tenho a mínima ideia do que seja, nem conheço/achei outra forma de criar um lista desse tipo.

13

O problema do código que tentou fazer:

lista = [[]]*n

É que o objeto que será repetido, [], é inicializado apenas uma vez, quando definida sua referência e essa é utilizada nas outras posições. Para demonstrar isso, basta percorrer a lista e exibir o valor de id:

lista = [[]]*3

for l in lista:
    print id(l)

Veja funcionando no Repl.it | Ideone | GitHub GIST

Os três valores serão os mesmos, tal como em:

47056207983464
47056207983464
47056207983464

Para demonstrar melhor o que acontece, basta verificar o opcode executado, com auxílio do módulo dis:

>>> print dis.dis('[[]]*3')
  1           0 BUILD_LIST               0
              2 BUILD_LIST               1
              4 LOAD_CONST               0 (3)
              6 BINARY_MULTIPLY
              8 RETURN_VALUE

Veja que a operação BUILD_LIST é executada duas vezes, uma para a lista interna e outra para a externa; posteriormente é carregado a constante 3 e é feito a multiplicação entre os valores. Ou seja, é criada apenas uma referência para a lista interna, que é multiplicada por 3.

Para contornar este problema, você pode utilizar a list comprehension:

lista = [[] for _ in xrange(n)]

Veja funcionando no Repl.it | Ideone | GitHub GIST

Assim, n referências distintas são definidas.

Para a mesma solução no Python 3, basta substituir a função xrange por range.

Isso acontece, inclusive, com todos os tipos mutáveis do Python. Por exemplo, se você possui uma classe Foo e quer criar uma lista de instâncias, você não pode fazer:

lista = [Foo()]*3

Ficando ainda mais claro que Foo será instanciada apenas uma vez e o objeto criado que será multiplicado por 3.

4

Apenas complementando a resposta do @Woss...

Multiplicação de sequências

Na documentação sobre sequências, a descrição do operador de adição e multiplicação entre sequências e inteiros define o seguinte:


-- Tradução livre das partes relevantes ao problema --

Sendo s e t sequências de mesmo tipo e n um número inteiro

  • s + t: a concatenação de s e t.

    Exemplo:

    [0, 1, 2] + [3, 4, 5]
    # [0, 1, 2, 3, 4, 5]
    
  • s * n or n * s: equivalente a adicionar s com ele mesmo n vezes.

    Observação: Os itens da sequência s não são copiados, mas sim referenciados múltiplas vezes. [Nota 2 da documentação]

    Exemplo:

    [0] * 3
    # [0, 0, 0]
    
    # Mesmo que 
    [0] + [0] + [0]
    # [0, 0, 0]
    

Se você observar a nota 2 na documentação é especificado que os itens das sequências multiplicadas não são copiados, mas sim referenciados (pelo menos os tipos mutáveis, como já explicado na resposta do @Woss e na documentação do python).

Então:

s = [[]] * 3

Seria o mesmo que criar uma lista vazia e referenciá-la n vezes na lista externa:

_tmp = []
s = [_tmp, _tmp, _tmp]

print(s)
# [[], [], []]

Por consequência modificar _tmp refletirá em todos os elementos de s já que todos referenciam a mesma lista:

s[0].append(1)

print(s)
# [[1], [1], [1]]

_tmp.append(2)

print(x)
# [[1, 2], [1, 2], [1, 2]]

Implementação de id() no CPython

Na documentação da função id() explica que a função retorna a "identidade" de um objeto, onde esta é um número inteiro e é garantido de ser único durante o tempo de vida daquele objeto.

Por fim há uma nota dizendo:

CPython implementation detail: This is the address of the object in memory.

Que em tradução livre seria:

Detalhe de implementação do CPython: Este é o endereço do objeto na memória.

Ou seja, esse é o motivo pelo qual usamos a função id(), pois é garantido que, se o endereço de memória é o mesmo, as variáveis referenciam o mesmo objeto.

-1

Você pode utilizar a list comprehension:

lista = [[] for _ in xrange(n)]

https://pythonacademy.com.br/blog/list-comprehensions-no-python

  • 1
    Jeferson, isso já não foi contemplado nas outras respostas? – Woss 28/10 às 20:19
  • Jeferson, considere ao responder trazer para o autor da resposta um novo ponto de vista ou conhecimento diferente dos já publicados em outras respostas. Caso queira se focar conhecimento já contemplado, mostre o que ainda não foi abordado, explique o por que do foco e quais as vantagens da abordagem sobre as demais e sempre que possível ao responder forneça um Exemplo Mínimo, Completo e Verificável. – Augusto Vasques 28/10 às 21:31

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.