2

Eu andei fuçando alguns códigos na internet e em um certo momento acabei me deparando com as funções memset e memcpy. Eu consegui entender superficialmente o funcionamento das funções citadas, pois todas as fontes que disponibilizam alguma informação ou código de exemplo em relação a essas duas função eram de certo modo parecidas e tinham informações bastantes básicas. Contudo, acabei formulando as seguintes dúvidas:

  • É errado usar memcpy e memset com dados não char?
  • Qual a utilidade do ponteiro do tipo void retornado pela função memset?
  • Qual a utilidade do ponteiro do tipo void retornado pela função memcpy?
  • memcpy faz copia somente dos dados ou também ela faz a cópia do endereço do bloco copiado?

Exemplo:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <string.h>

#define SIZE 10
#define NEW_SIZE 20

int main(void){

    int *numbers=(int*)calloc(SIZE, sizeof(int));

    for(unsigned int i=0; i<SIZE; i++){

        numbers[i]=i+1;
    }

    for(unsigned int i=0; i<SIZE; i++){

        printf("numbers[%d]=%d\n", i, numbers[i]);
    }

    printf("\n==================\n\n");

    int *aux=(int*)realloc(numbers, NEW_SIZE*sizeof(int));

    if(aux!=NULL){

        memcpy(numbers, aux, NEW_SIZE*sizeof(int)); //isso é a mesma coisa que 'numbers=aux;' ???

        for(unsigned int i=SIZE; i<NEW_SIZE; i++){

            numbers[i]=i+1;
        }

        for(unsigned int i=0; i<NEW_SIZE; i++){

            printf("numbers[%d]=%d\n", i, numbers[i]);
        }
    }

    free(numbers);

    return 0;
}
2

É errado usar memcpy e memset com dados não char?

  • memcpy pode ser aplicado em qualquer tipo
  • memset é de facto errado outra coisa com tamanho diferente de char. Nesse caso não irá dar o resultado pretendido, uma vez que o valor é atribuído byte a byte e interpretado como unsigned char.

    Da documentação:

    (...) specified value (interpreted as an unsigned char).

    Mas é relativamente fácil de demonstrar que corre mal quando utilizado com outros tipos. Considere o seguinte exemplo, que tenta atribuir o valor 5 a duas casas de um array de inteiros com memset:

    int arr[2];
    memset(arr, 5, sizeof(int) * 2);
    printf("%d %d", arr[0], arr[1]);
    

    Aqui poderia estar a pensar que o resultado seria 5 5 quando na verdade é:

    84215045 84215045
    

    Veja no Ideone

    Mas como é que aquele resultado foi gerado ?

    Acontece que o memset atribuiu 5 a cada byte dos dois inteiros. Então um desses inteiros na sua representação na memoria ficou assim:

    -----------------
    | 5 | 5 | 5 | 5 |
    -----------------
    

    Que expandido para binário seria assim:

    ---------------------------------------------
    | 00000101 | 00000101 | 00000101 | 00000101 |
    ---------------------------------------------
    

    Que forma o valor 00000101000001010000010100000101 em binário, correspondente a 84215045.

    Quando se pretendia que tivesse ficado assim

    -----------------
    |       5       |
    -----------------
    

    Que expandindo também para binário já ficaria assim (assumindo o formato little-endian):

    ---------------------------------------------
    | 00000000 | 00000000 | 00000000 | 00000101 |
    ---------------------------------------------
    

    Este é o problema de usar tipos diferentes em memset. Curiosamente se quisesse atribuir 0 iria funcionar corretamente, pois 0 é sempre 0 independentemente da quantidade de bits que estamos a considerar.

Qual a utilidade do ponteiro do tipo void retornado pela função memset?

Muito pouca utilidade tem este ponteiro, mas consegue por exemplo encadear chamadas de funções:

strcpy(memset(ptr, 0, 200), "texto");

Algo que não seria possivel de fazer se o tipo de retorno fosse void. Ainda assim é um caso bem particular e certamente incomum.

Qual a utilidade do ponteiro do tipo void retornado pela função memcpy?

Mesma resposta que a questão anterior, encadear chamadas.

memcpy faz copia somente dos dados ou também ela faz a cópia do endereço do bloco copiado?

memcpy copia somente os dados que estão no endereço passado como segundo parâmetro, chamado source, para o ponteiro de destino chamado destination.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy