1
try:
    with open('valores.bin', 'r+b') as arq:
        n  = struct.unpack('i', arq.read(4))[0]
        arq.seek(0)
        for i in range(n):
            arq.seek(0)
            if isinstance(struct.unpack('i', arq.read(4)), int) and struct.unpack('i', arq.read(4)) < 10:
                arq.write(struct.pack('i', 0))
            elif isinstance(struct.unpack('f', arq.read(4)), float) and struct.unpack('f', arq.read(4)) > 9.0:
                arq.write(struct.pack('f', 1000.0))
except IOError:
    print('Erro ao abrir ou ao manipular o arquivo.')
3
  • A título de curiosidade, é um requerimento usar struct? Porque seria bem mais fácil com pickle, se não. 30/04/2018 às 21:17
  • Olá pedro, preciso fazer com struct mesmo, amigo estou numa luta com esse código não consigo fazer com que substitua ao valores, não entou entendendo como o seek funciona, já tentei seek(0,0), seek(4,0) mas não consigo.
    – Bruno
    30/04/2018 às 21:23
  • Tô escrevendo uma resposta aqui pra tentar ajudar! 30/04/2018 às 21:27

1 Resposta 1

2

Tem duas coisas que se precisa entender quando se está lidando com arquivos binários assim:

  • Ler uma quantia X de bytes com read avança a posição de leitura do arquivo X posições. Isso acontece toda vez que você chama read.

  • seek te manda pra posição que você passou. Então um seek(0) manda a posição de leitura do arquivo de volta pro começo.

  • Dentro do arquivo binário, só tem bytes, e todos estão enfileirados.

No seu caso, por exemplo: os primeiros quatro bytes representam um número inteiro que indica quantos pares de int e float o arquivo contém, seguido por quatro do primeiro int, quatro do primeiro float, e por aí vai.

Suponhamos que nosso arquivo tenha 2 pares. O binário vai ser algo assim:

>0010 iiii ffff iiii ffff

Onde o 0010 é o inteiro 2 em binário, iiii representa um inteiro de 4 bytes, e ffff um float de 4 bytes. A seta > representa a posição de leitura do arquivo. Quando abrimos o arquivo, está na posição 0, antes de tudo.

Vamos dar uma olhada no seu código:

with open('valores.bin', 'r+b') as arq:
    n  = struct.unpack('i', arq.read(4))[0]
    arq.seek(0)
    for i in range(n):
        arq.seek(0)
        if isinstance(struct.unpack('i', arq.read(4)), int) and struct.unpack('i', arq.read(4)) < 10:
            arq.write(struct.pack('i', 0))
        elif isinstance(struct.unpack('f', arq.read(4)), float) and struct.unpack('f', arq.read(4)) > 9.0:
            arq.write(struct.pack('f', 1000,0))

O primeiro problema é que antes de entrar no loop, você manda a posição de leitura de volta pro começo do arquivo, mas não é isso que queremos fazer. Depois que lemos o primeiro inteiro e passamos a saber o tamanho do arquivo, não tem mais pra quê ler esses primeiros 4 bytes. O seek(0) é desnecessário.

Quer dizer: depois do n = struct.unpack('i', arq.read(4))[0], como demos o read, a posição de leitura é essa:

0010 >iiii ffff iiii ffff

Já estamos em posição pra começar a ler os valores. Se damos seek(0), voltamos pra primeira posição:

>0010 iiii ffff iiii ffff

E não nos interessa mais lermos o 0010, porque já sabemos que o arquivo tem 2 pares de valores.

Daí também dá pra ver mais alguns problemas dentro do loop:

  1. Damos o seek(0) no começo de cada iteração. Assim, não só voltamos ao primeiro que não nos interessa, mas nunca avançamos nas próximas iterações e mesmo que não tivéssemos o primeiro 0010 leríamos sempre o primeiro par de valores.

  2. Damos arq.read(4) diversas vezes sem guardar o valor. Lembre-se que cada read(x) avança a posição de leitura em x, então só podemos chamar read uma vez antes que ele vá pro próximo item. Convém guardar o resultado de arq.read(4) em uma variável pra evitar ter que ler o mesmo valor duas vezes.

  3. Verificamos se o resultado é int depois que o mandamos interpretar como int. Quando chamamos struct.unpack com o argumento 'i', estamos dizendo pra interpretar aqueles bytes como inteiros e ele vai nos retornar um inteiro de qualquer jeito. O problema é que se interpretarmos um float como inteiro, o valor do int não terá nada a ver com o do float.

O que recomendo é primeiro fazer o mais básico funcionar: vamos ler o arquivo e nos assegurar de que as posições estão corretas:

with open('valores.bin', 'r+b') as arq:
    n = struct.unpack('i', arq.read(4))[0]
    print(n)
    for i in range(n):
        meu_inteiro = struct.unpack('i', arq.read(4))
        print(meu_inteiro)

        meu_float = struct.unpack('f', arq.read(4))
        print(meu_float)
    # Resultado: 3 (2,) (2.5,) (12,) (12.5,) (1337,) (314.70001220703125,)

No meu caso, os valores que botei foram esses, então tudo certo até aí. Veja que não usamos o seek ainda, porque não é necessário só pra leitura sequencial. Só vamos precisar dele pra sobrescrever os valores. Quer dizer:

  1. Lemos o primeiro valor iiii e o botamos na variável meu_inteiro.

    0010 >iiii ffff iiii ffff
    ->
    0010 iiii >ffff iiii ffff
    
  2. Comparamos meu_inteiro (sem fazer outro read) com algum valor. Se for menor do que 10, voltamos as posições necessárias pra o trocar por -1:

    0010 iiii >ffff iiii ffff
    -> (seek pra voltar à primeira posição)
    0010 >iiii ffff iiii ffff
    -> (escrita de novo int -1)
    0010 iiii >ffff iiii ffff
    (procedemos com a leitura do float)
    

O seek tem 3 modos de operação, definidos pelo segundo argumento. O primeiro modo e padrão é setar o posicionamento absoluto da posição de leitura/escrita do arquivo. Quer dizer, fazer seek(4) seta a posição de leitura no byte 4. Se passarmos o segundo argumento como 1, então a posição é relativa à posição atual. Quer dizer, seek(4, 1) bota a posição 4 bytes à frente da posição atual; se estamos na posição 4, ele vai pra 8. O terceiro modo, passando 2, é relativa ao final do arquivo, mas isso não nos importa.

Como queremos voltar 4 bytes se formos escrever, devemos usar seek(-4, 1).

Então seu código ficaria assim:

import struct

try:
    with open('valores.bin', 'r+b') as arq:
        n = struct.unpack('i', arq.read(4))[0]
        print(n)
        for i in range(n):
            meu_inteiro = struct.unpack('i', arq.read(4))[0]
            print(meu_inteiro)
            if meu_inteiro < 10:
                arq.seek(-4, 1)  # Voltar à posição do iiii que deve ser sobrescrito
                arq.write(struct.pack('i', 0))

            meu_float = struct.unpack('f', arq.read(4))[0]
            print(meu_float)
            if meu_float > 9.0:
                arq.seek(-4, 1)  # Voltar à posição do ffff que deve ser sobrescrito
                arq.write(struct.pack('f', 1000.0))
except IOError:
    print('Erro ao abrir ou ao manipular o arquivo.')
1
  • 1
    Pedro obrigado amigo, se eu conseguir chegar perto de seu conhecimento pra mim já esta bom, , sua ajuda me foi muito util, esclareceu todas as duvidas que tinha. obrigado amigo, um dia terei condições de ajudar como vc me ajudou
    – Bruno
    30/04/2018 às 22:17

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .