3

Tenho as seguintes classes:

Porta

package meu.programa;
public class Porta {
    boolean aberta;
    String cor;
    double dimensaoX;
    double dimensaoY;
    double dimensaoZ;
    void abre() {
        if (aberta == false) {
            aberta = true;
        }
    }
    void fecha() {
        if (aberta == true) {
            aberta = false;
        }
    }       void pinta(String s) {
        cor = s;
    }
    boolean estaAberta() {
        if (aberta == true) {
            return true;
        }
        else {
            return false;
        }
    }
    void mostra() {
        System.out.println("A porta está aberta? " + this.estaAberta());
        System.out.println("A cor da porta eh: " + this.cor);
        System.out.println("A altura da porta eh: " + this.dimensaoY);
        System.out.println("O comprimento da porta eh: " + this.dimensaoX);
        System.out.println("A largura da porta eh: " + this.dimensaoZ);

    }
}

Casa

package meu.programa;
public class Casa {
    String cor;
    Porta[] portas;
    public Casa (int NumMaxDePortas) {
        this.portas = new Porta[NumMaxDePortas];
    }       
    void pinta(String s) {
        cor = s;
    }
    void quantasPortasEstaoAbertas() {
        int contador = 0;
        for(int i=0; i<this.portas.length; i++) {
            if (????) {
                contador++;
            }
        }
    System.out.println(contador);
    }

    void adicionaPorta(Porta p) {
        for(int i=0; i<this.portas.length; i++) {
            if(this.portas[i] == null) {
                this.portas[i] = p;
            }
        }
    }
    void totalDePortas (Casa casa) {
        int contador = 0;
        for(int i=0; i<this.portas.length; i++) {
            if(this.portas[i] != null) {
                contador++;
            }
        }
        System.out.println("Numero de portas: " + contador);
    }
}

TestaCasa

package meu.programa;

public class TestaCasa {
    public static void main(String[] args) {
        Casa house = new Casa(30);
        house.cor = "Verde";
        Porta p1 = new Porta();
        Porta p2 = new Porta();
        Porta p3 = new Porta();

        house.adicionaPorta(p1);
        house.adicionaPorta(p2);
        house.adicionaPorta(p3);

        p1.abre();
        p2.fecha();
        p3.abre();
        p2.abre();

        house.quantasPortasEstaoAbertas();
        house.totalDePortas(casa);

    }
}

Como seria a implementação dos métodos quantasPortasEstaoAbertas() e totalDePortas() ???

5

Você só jogou o seu código e não explicou limitações. O por que das estruturas usadas e pediu para explicar como implementar dois métodos. Irei dar um resumo dos problemas assim como um exemplo de como deveria ser feito.

1. Array de Porta

Com o seguinte código: portas = new Porta[NumMaxDePortas]; você está criando um vetor de portas com o tamanho máximo o que fará que você tenha todas essas portas sempre que criar a casa e não estará limitando um tamanho máximo para isso. Isso implica que está usando mais memória do que precisa para isso e que terá um vetor grande para percorrer. Uma vez que não armazena a quantidade de portas inicializadas.

Se realmente quiser usar um Array (vetor) de portas, precisará de ter também uma variável inteira para saber qual a quantidade real de portas que possui no momento.

O ideal para este caso seria usar listas, pois isto facilitaria todo o restante da lógica do seu código, visto que te permitiria trabalhar de forma dinâmica e simplificando a lógica necessária.

2. Métodos não seguem a padronização recomendada

Em vez de pinta() deveria usar um nome padrão para identificar o que ocorre na classe, como o campo que está alterando possui nome cor, o recomendado seria:

void setCor(String cor) {
    this.cor = cor;
}

Além de que os métodos criados não explícita qual a visibilidade do mesmo tornando-nos Package-Private que é um tipo bem específico de visibilidade o qual não é recomendado para a maioria dos casos.

Os métodos são todos do tipo void e você imprime direto neles, enquanto deveria imprimir apenas os resultados obtidos ao chamá-los e no lugar onde os mesmos foram chamados.

3. Problemas lógicos generalizados

No método abaixo, você verifica se a variável aberta é verdadeira e se for, retorna verdadeiro. O seu código ficará muito mais eficiente e terá mais sentido se simplesmente retornar a variável em si, não há porque verificar se o retorno será igual ao valor da mesma.

boolean estaAberta() {
    if (aberta == true) {
        return true;
    }
    else {
        return false;
    }
}

Um outro exemplo de problema lógico é o seguinte método:

void abre() {
    if (aberta == false) {
        aberta = true;
    }
}

Veja o que fez, se a porta estiver fechada você abre e não faz nada se a mesma já estiver aberta e o retorno do método é void. Faria sentido essa verificação apenas se o método informasse ao usuário se a porta foi aberta (porque estava fechada). Mas se o objetivo é apenas deixá-la aberta caso chamar poderia fazer dessa forma:

public void abre() {
        aberta = true;
}

O que economiza uma operação lógica no seu processador.

Eu criei uma versão desse seu código seguindo as recomendações que falei e as coloquei no seguinte gist.

3

Seu método totalDePortas está quase bom: a única coisa que está sobrando é esse parâmetro casa. Se o método já pertence à classe Casa - e você pode acessar o objeto em questão através da palavra-chave this (como você já está fazendo) - não há a necessidade de se passar uma outra casa como parâmetro.

Quanto ao método quantasPortasEstaoAbertas, o que você precisa fazer é obter uma referência para cada porta armazenada, e então poderá chamar métodos e/ou acessar propriedades nesse objeto Porta:

for(int i=0; i<this.portas.length; i++) {
    Porta p = this.portas[i]; // Pode ser null - lembrar de testar
    ...
    String corDaPorta = c.cor; // Exemplo de propriedade
    boolean portaAberta = p.estaAberta(); // Exemplo de método

A partir daí creio que você consegue concluir o exercício por si só. Se sua dúvida não era essa, favor editar a pergunta e esclarecer o que está te trazendo dificuldades.

Nota: Na prática, é bom evitar (em Java) acessar propriedades diretamente, usando métodos acessores em vez disso (getters e setters). A resposta do Kyllopardiun dá um exemplo de um setter (setCor; poderia ser também atribuirCor, se você quiser manter o código em português). Entretanto, se você ainda não está familiarizado com modificadores de visibilidade (public, protected, private) não precisa se preocupar com isso por enquanto.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.