1

Estava a ler alguns tutoriais e documentações e me deparei com duas formas diferentes de declarar o RequestContext:

RequestContext requestContext = RequestContext.getCurrentInstance();
requestContext.execute(/*coisas*/);

e

RequestContext.getCurrentInstance().execute(/*coisas*/);

O que eu quero saber é se existe alguma diferença entre essas duas, se sim, quais? Quando eu devo usar cada uma delas?

  • 4
    Na primeira versão, você guarda a instância na variável requestContext. Na segunda, se precisar dela de novo vai precisar chamar getCurrentInstance outra vez. – bfavaretto 17/08/14 às 16:41
2

No primeiro exemplo, você está pegando a instância da classe RequestContext e inserindo em uma variável "local" (RequestContext requestContext) em que a sua manutenção altera o estado da classe "Singleton" (pelo que parece).

Já o segundo exemplo (RequestContext.getCurrentInstance().execute(/*coisas*/);) você estaria pegando a instância da própria classe e a alterando, então se necessitar dela em algum tratamento local, ao fazer RequestContext context = RequestContext.getCurrentInstance(); a instância já estará com o .execute() ativo.

Observe os códigos:

Classe Principal.java

private static Singleton singleton;

public static void main(String[] args) {

    //Estou alterando a própria classe Singleton;
    Singleton.getSingleton().setAtivo(false);
    System.out.println(Singleton.getSingleton().isAtivo());//Imprime false

    //Aqui a variável singleton está com a instância modificada da classe Singleton;
    singleton = Singleton.getSingleton();
    singleton.setAtivo(true);
    System.out.println(singleton.isAtivo());//Imprime true

    //O que acontece já que a variável singleton e a própria instância Singleton estão compartilhando informação;
    Singleton.getSingleton().setAtivo(false);
    System.out.println(singleton.isAtivo());//Imprime false
    //Ou até:
    singleton.setAtivo(true);
    System.out.println(Singleton.getSingleton().isAtivo());//Imprime true
    //Imprime true pois como a classe Singleton foi instanciada uma única vez (no próprio construtor da classe), as informações acabam compartilhadas; 


}

Classe Singleton.java

    private boolean ativo;

    private static Singleton retorno = new Singleton();

    private Singleton(){
        this.setAtivo(false);
    }

    public static Singleton getSingleton(){
        return retorno;
    }

    public boolean isAtivo() {
        return ativo;
    }

    public void setAtivo(boolean ativo) {
        this.ativo = ativo;
    }

Obs.: Utilizei o padrão Singleton pois foi o que a classe RequestContext me parecia ser.

  • Não entendi muito bem, quando atribuo à uma variável eu vou usar a mesma getCurrentInstance e quando chamo direto eu crio uma nova getCurrentInstance? – ptkato 19/08/14 às 23:20
  • O getCurrentInstance() é usado para retornar a única instância que existe daquela classe.Por exemplo, se você tentar executar RequestContext rc = new RequestContext();, não será possível pois o construtor está private dentro da própria classe, ou seja, somente ela, a classe em questão, tem acesso. O que o getCurrentInstance() faz é retornar uma sessão da classe RequestContext que já esteja na memória, e que seja única (por ser static), que foi criada quando o "servidor", no caso, foi criado. – Gustavo Cinque 20/08/14 às 11:03
  • Então o que você está fazendo quando chama ela para dentro de uma outra variável, é somente criando uma nova referencia para a instância que está dentro da classe RequestContext, e alterar a nova variável ou o próprio RequestContext.getCurrentInstance(); não fará diferença. – Gustavo Cinque 20/08/14 às 11:07

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.