2

Quais são as variações existentes dentro de ASP.NET?

As principais características e para que tipo de atividade elas são mais recomendadas?

Ao pesquisar tenho me deparado por exemplo com ASP.NET, ASP.NET MVC, ASP.NET Core, ASP.NET Razor.

Cheguei a pesquisar sobre, mas não consegui compreender muito bem.

marcada como duplicata por Leandro Angelo, rLinhares, Maniero 20/04/18 às 12:14

Esta pergunta foi feita antes e já tem uma resposta. Se essas respostas não abordarem completamente sua pergunta, faça uma nova pergunta.

5

ASP.NET

Inicialmente era o que chamamos hoje de WebForms. O WebForms foi muito usado, mas já caiu em desuso e, aparentemente, caiu no desgosto do pessoal. Não posso dizer com detalhes, mas a ideia do WebForms era construir uma aplicação web que fosse mais parecida com as aplicações desktop, tentando manter estado. Você pode ver algumas informações sobre estado em O que é um "protocolo sem estado", como o HTTP?.

Hoje em dia o nome representa mais a plataforma em si. Tanto que, no Visual Studio, para criar uma aplicação web é primeiro necessário escolher o tipo ASP.NET Application e só depois é preciso especificar se é WebForms, MVC, WebAPI, etc.

Cada um destes "tipos" têm uma forma diferente de trabalhar, estas vão desde a filosofia e o padrão do projeto a até como o código é escrito.

ASP.NET MVC

É um "tipo de projeto" ASP.NET que segue o padrão MVC (Model-View-Controller) — você pode ler mais sobre o padrão MVC em O que é MVC(Model, View, Controller)?. Nele é praticamente intrínseco o ASP.NET Razor (falo abaixo sobre ele) como view engine, nas versões antigas ainda era possível escolher entre o Razor e se chama de ASPX (que também acabou caindo em desuso).

ASP.NET WebAPI

É também um tipo de projeto ASP.NET que tem como objetivo atender requisições HTTP (assim como no ASP.NET MVC), mas sem precisar se preocupar com as views (ao contrário do ASP.NET MVC).

De qualquer forma, a organização do projeto é muito parecida com a do ASP.NET MVC.

ASP.NET Core

é o novo ASP.NET. Sim, o framework foi reprojetado e reescrito (assim como .NET Framework). Este já teve outros nomes como: ASP.NET vNext ou ASP.NET 5, como pode ser visto aqui.

ASP.NET Razor

É a view engine por trás das aplicações ASP.NET MVC (e também nas aplicações do Core). Esta ferramenta é responsável por renderizar o código escrito nos arquivos .cshtml, .vbhtml e similares para código HTML. Para mais detalhes sobre view engines você pode ler a pergunta O que é uma Engine?, mais especificamente a resposta do Maniero que fala sobre o Razor em si.

No ASP.NET Core, existe também o ASP.NET Razor Pages. Ele é uma espécie de simplificação do que já existe no ASP.NET Core MVC. É recomendado pra casos mais simples que não precisem de toda a burocracia do MVC.

1

Para complementar as respostas do LINQ

ASP.Net

ASP.Net é uma plataforma para criar aplicações Web. É como uma junção das antigas páginas ASP Clássico e o .Net Framework. No ASP clássico escrevíamos o código de servidor em meio ao HTML, então o servidor lia este código e renderizava a página de acordo com as instruções em VBScript (linguagem utilizada nas páginas ASP Clássico juntamente com HTML). O ASP.Net nasceu da junção do melhor que tinha no ASP Clássico com o framework .Net.

ASP.Net Core

Há pouco tempo o código do framework .Net começou a ser reescrito para ser mais modular e multiplataforma, sendo assim o .Net Core é a evolução do .Net. Sendo assim, ASP.Net Core é uma evolução do ASP.Net que também foi reescrito.

ASP.Net MVC e Razor

MVC é um padrão de arquitetura de software onde a lógica de negócio (domínio do negócio) é separada da apresentação (Página da web ou tela de um programa) e a interação entre as duas camadas é feita através da Controller. O ASP.Net MVC é uma plataforma que tem como base o ASP.Net e a arquitetura MVC e implementa funcionalidades para melhor trabalhar com as interações entre o Modelo, a Visão e o Controlador. O Controle e a lógica de negócios (Modelo) são escritos em linguagem de servidor, ou seja, C# ou VB. Para que o servidor possa se comunicar com a camada de Visão (apresentação) é necessário que as páginas HTML tenham códigos de servidor também. É possível escrever HTML + C# em um mesmo arquivo, assim o servidor interpreta o C# e renderiza a página HTML pro usuário com as instruções passadas pela linguagem. Para facilitar ainda mais este processo nasceu o Razor, que é a plataforma de renderização para o ASP.Net MVC. Com o Razor você pode criar páginas com código C# de forma mais produtiva pois facilita muito a interação entre a Visão e o Controle. O código Razor (arquivos *.cshtml que são escritos em HTML, C# e diretivas Razor) é interpretado pelo servidor e renderizado de acordo com as informações e instruções passadas em Razor (pseudo-linguagem) e C#.

Conclusão

Uma plataforma é o complemento da outra para realizar um objetivo específico. .Net Core é a base para o ASP.Net, que permite criar páginas da web renderizadas pelo servidor. ASP.Net MVC é o padrão MVC implementado na plataforma ASP.Net, funcionando como plataforma com funcionalidades que facilitam as interações MVC. Razor é uma pseudolinguagem de programação, que funciona na camada de Visão do MVC, que é interpretada pelo servidor e assim gerada a página HTML.