0

Possuo 3 classes e 1 enum:

public class Pessoa {
        private TipoPessoa tipo;
        public TipoPessoa getTipo() {
            return tipo;
        }
        public void setTipo(TipoPessoa tipo) {
            this.tipo = tipo;
        }
      }



public class PessoaF  extends Pessoa{
                private String cpf;
                public String getCpf() {
                    return cpf;
                }
            public void setCpf(String cpf) {
                this.cpf = cpf;
            }
         }



public class PessoaJ extends Pessoa{
            private String cnpj;
            public String getCnpj() {
                return cnpj;
            }
            public void setCnpj(String cnpj) {
                this.cnpj = cnpj;
            }
        }



public enum TipoPessoa {
            PESSOAFISICA, PESSOAJURIDICA;
        }

Eu quero que ao setar um tipo de pessoa, consiga criar uma instancia equivalente ao enumerador aplicado no tipo:

Por exemplo, se ao setor uma PESSOAFISICA, eu conseguisse acessar os membros (atributos, campos e métodos) da classe PessoaF, pois ele chamaria o construtor correto:

Pessoa p1 = new PessoaF();
p1.setCpf = 32443265332;

Porém com herança não consigo acessar os membros de uma classe filha através de uma instancia criada a partir de uma classe pai. Então como proceder?

Modifiquei o enum, implementando um método abstrato que me retorna o construtor que quero utilizar de acordo com o tipo de pessoa setada:

public enum TipoPessoa {
    PESSOAFISICA (0, "Pessoa Fisica") {
        @Override
        public Pessoa obterPessoa() {
            return new PessoaF();
        }
    },
    PESSOAJURIDICA (1, "Pessoa Juridica") {
        @Override
        public Pessoa obterPessoa() {
            return new PessoaJ();
        }
    };



    public abstract Pessoa obterPessoa();


    private TipoPessoa(){}
    private TipoPessoa(Integer cod, String desc) {
        this.cod = cod;
        this.desc = desc;
    }

    private Integer cod;
    private String desc;
    public Integer getCod() {
        return cod;
    }
    public void setCod(Integer cod) {
        this.cod = cod;
    }
    public String getDesc() {
        return desc;
    }
    public void setDesc(String desc) {
        this.desc = desc;
    }
 }

com esta modificação estou criando o objeto da seguinte forma:

Pessoa p1 = TipoPessoa.PESSOAFISICA.obterPessoa();

Quando solicito que ele imprima o tipo do objeto criado ele me fala que criou corretamente:

 System.out.println(p1.getClass());
 Retorno : class Pessoas.PessoaF

Porém ainda sim não consigo acessar o método setCpf() que se encontra dentro da classe PessoaF.

Quero criar uma pessoa e de acordo com o valor setado no atributo tipo. E que este objeto criado consiga acessar os membros de acordo com a opção do enumerador selecionado. Como proceder?

Diagrama de classes

  • 1
    pode dar um exemplo, sua pergunta não esta muito clara – Costamilam 25/03/18 às 18:03
  • Olá, como na imagem. Tenho uma classe Pessoa que tem como filha a classe PessoaFisica, cada uma tem os seus métodos e atributos. Quero que a classe filha quando eu estanciá-la a partir da classe pai consiga ainda ter visibilidade sobre os seus próprios atributos. O que mostra na imagem é justamente isso, não consigo ter visibilidade de nenhum método da classe PessoaFisica. – José Luiz Gonzaga Neto 25/03/18 às 18:09
5

Acho que deseja criar uma instância e não uma estância.

Não gosto do termo atributo, prefiro campo.

Você pode acessar todos os membros públicos do tipo do objeto naquele momento. Não pode acessar os membros de um tipo que faça parte daquele objeto, mas que não seja o tipo sendo usado naquele momento. Se o tipo é o pai, só pode acessar os membros dele, não pode acessar os membros do tipo filho.

Se você pode garantir que o objeto é do tipo filho pode fazer um cast, que é uma conversão de tipo (não necessariamente muda alguma coisa no dado, apenas informa ao compilador que deseja usar um tipo mais especializado. Aí é permitido acessar os membros do tipo filho, e do pai também porque o filho sempre tem tudo o que o pai tem.

Em geral se o cast falhar gerará um erro ou o resultado será um nulo. Há casos que o compilador poderá identificar que não é possível e nem deixe compilar.

Neste exemplo não faz muito sentido sentido declarar p1 como Pessoa se sabe que precisa dele como PessoaFisica, mas é possível, aí pode escrever:

((PessoaFisica)p1).cpf

A performance será pior se não houver nenhuma otimização que o compilador esteja preparado a fazer.

Também dá para fazer com reflexão, mas é absurdamente pior e despropositado.

Só porque uma ferramenta resolve o que você queria não significa que está certo usá-la.

Ferramenta errada para a tarefa - Cavalo dentro de um carro comum

  • Oi Maniero, tudo bem? Corrigi o texto. O objetivo é que a instancia gerada se comporte conforme eu especificar em tempo de execução. Por exemplo: Vou realizar o cadastro de uma pessoa em um banco de dados. Esta pessoa tem o atributo tipo (enum) que posso escolher entre PessoaFisica ou PessoaJuridica. Este enum retorna um construtor de acordo com a opção. Porém não consigo acessar os atributos da classes filhas. Estou tentando fazer sem o uso de interface esta atividade: youtube.com/watch?v=rC296hM-S4g&t=1211s (É uma aula sobre Strategy). – José Luiz Gonzaga Neto 25/03/18 às 18:48
  • Estava convencido que "campo" era usado por quem usa C# e "atributo" por quem usa java. De tal forma que, nas respostas que dou, tenho a preocupação de usar um ou o outro de acordo com a tag associada à pergunta. – ramaral 25/03/18 às 19:16
  • 3
    @ramaral eu também estava, fui pesquisando + e mudei. Há quem não concorde ou que não dá a mínima importância. O SOpt tem me servido de inspiração para aprender muita coisa do jeito certo. Não digo q estou conseguindo, mas estou tentando. Preciso tempo pra arrumar tudo o que eu falei em atributo. Por isso eu acho q precisamos de um espaço pra produzir conhecimento canônico de forma mais livre e criativa, sem deixar a bagunça tomar conta. Pena que algumas pessoas q contribuíam nesse sentido sumiram ou participam pouco. Ainda tem alguns q ajudam nessa evolução, até mesmo questionando os erros :) – Maniero 25/03/18 às 20:18
  • 2
    Essa resposta foi um coice de informações úteis :) – Guilherme Nascimento 26/03/18 às 14:19
  • 1
    "Ainda tem alguns q ajudam nessa evolução, até mesmo questionando os erros" - Os revisores têm um papel muito importante no processo de "produção de conhecimento" :) – ramaral 28/03/18 às 12:38

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.