-2

Estou utlizando o seguinte codigo para a class Usuario :

<?php
    class Usuario {
        public $nome, $email;
        private $senha;
        private $mysqli;

        public function __construct($nome, $email, $senha){
            $this->nome = $nome;
            $this->email = $email;
            $this->senha = $senha;
            $this->conectar();
            $this->validarUsuario();
        }
        public function conectar(){
            $this->mysqli = new mysqli('localhost','root','','escritor');
        }
        public function validarUsuario(){
            $sql = "SELECT * FROM user WHERE email='$this->email' and senha='$this->senha'";
            $resultado = $this->mysqli->query($sql);

            if(!$resultado){$this->erro();}

            if($resultado->num_rows == 0){
                echo "nao existe usuario";
            }else{
                echo "existe usuario";
            }
        }
        public function insertUsuario(){
            $sql = "SELECT * FROM user WHERE email='$this->email'";
            $resultado = $this->mysqli->query($sql);

            if(!$resultado){
                $this->erro();
            }

            if($resultado->num_rows == 1){
                echo "email em uso";
                exit();
            }

            $sql = "INSERT INTO user(nome,email,senha) VALUES('$this->nome','$this->email','$this->senha')";
            $resultado = $this->mysqli->query($sql);

            if(!$resultado){
                $this->erro();
            }

            echo "registrado com sucesso";
        }
        public function erro(){
            echo "<p>Erro</p>";
            exit();
        }
    }
?>

Teria alguma forma do script fica menor e "mais bonito" ?

Agradeço desde já!

1

Não existe um certo, nem sempre tornar o código menor pode te ajudar (exemplo: a falta de Try Catch pode prejudicar o tratamento de erros). Outros Exemplos:

  1. Crie uma classe para armazenar os Scripts SQL separado e fazer as vinculações;
  2. Não concatene $this->email com a query, pois pode resultar em Injection https://www.tecmundo.com.br/tecmundo-explica/113195-sql-injection-saiba-tudo-ataque-simples-devastador.htm
  3. Em caso de Remove ou Update, retorne sempre true em caso de sucesso, ou false, em caso de falha no banco, trazendo a responsabilidade de tratar os resultados para o servlet, ou outra camada que chamou esse método;
  4. Em caso de Insert, você pode retornar o ID, do registro que acabou de ser criada no banco, para isso você irá precisar trabalhar com transação;
  5. Utilize sempre Try Catch para tratar as exceções toda a vez que for realizar alguma conexão com o banco;
  6. (opcional) Prefira utilizar PDO em vez de Mysqli, por questão de ser Orientada a Objeto, e funcionar com diversos banco de dados diferentes. MySQLi vs PDO - qual o mais recomendado para usar?.

Exemplo:

    public function conectar(){
        $this->connection = new PDO("mysql:host=localhost;dbname=escritor", "root", ""); 
    }
    public function insertUsuario(){
        try{
          $this->connection->beginTransaction();
          $stmt = Sqls::insercaoUsuarios($this->connection,$this->email,$this->nome,$this->senha);
          if($stmt->execute()){
              $lastid = $this->connection->lastInsertId();
              $this->connection->commit();
              return $lastid;
           }
        } catch(PDOExecption $e) { 
           $this->connection->rollback(); 
           echo $e->getMessage(); 
        } 
        return false;
    }

No caso Sqls::insercaoUsuarios irá realizar somente a criação de uma statement PDO, pronta para ser executada.

$this->connection seria da Classe PDO que realiza a conexão com o banco de dados, e $stmt da classe PDOStatement

  • pode me mostrar como ficaria o script com as suas especificações ? – iPrimePortas 25/03/18 às 16:49
  • Eu achei que o código iria ficar maior que isso, mas foi porque verificar se já existe um usuário cadastro, você deve colocar em método separado, questão de tornar reutilizável – Sveen 25/03/18 às 17:41
  • Em relação ao uso do try catch, só é necessário no PDO, talvez você possa deixar o seu código mais organizado usando o padrão DAO (mas é opicional, não há problemas em deixar como está), sobre o SQL Injection mais um link que pode ajudar. Se não pretende trocar seu banco de dados talvez mysqli seja a melhor opção pelo ganho de performance – Costamilam 25/03/18 às 18:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.