3

Galera, vou reunir aqui nesta mensagem duas dúvidas de python OO. Uso anaconda (python 3.6.1).

Estou tentando fazer um projetinho para estudar a orientação a objeto no python 3.6.1. Inicialmente, o problema é na hora de passar os parâmetros para o construtor.

# coding: UTF-8
from automovel import Veiculo

class Veiculo(object):

    #como atribuo valores de instância para essas variáveis como no java, por exemplo?

    placa=None
    cor=None
    cidade=None

    #construtor

    def __init__(self, placa, cidade, cor):
        self.placa=placa
        self.cor=cor
        self.cidade=cidade

    # a linha abaixo não dá erro, mas não usa o construtor
    carro=Veiculo

    # a linha abaixo dá erro e nem usa o construtor
    carro2 = Veiculo("JFW3128", "Salvador", "preto")

O erro:

Description Resource Path Location Type Unresolved import: Veiculo automovel.py /automoveis line 7 PyDev Problem

Já sem a linha do import, dá o erro:

Description Resource Path Location Type Undefined variable: Veiculo automovel.py /automoveis line 13 PyDev Problem

Obs, o nome do arquivo é automovel.py. Uso a IDE eclipse com o pydev instalado.

Sei que há tantas teorias na OO, como no link:

Atribuição e OO em Python

Prefiro me ater a parte concreta mesmo.

Neste link, parece-me que o python OO funciona tranquilamente (python v2):

Imprimir uma lista de objetos como string em Python

Já a mesma dúvida a seguir não houve um retorno de satisfação do usuário:

Problema ao instanciar classes no Python 3

  • 1
    O nome do arquivo é Veiculo, que importa o módulo Veiculo (ele mesmo) e define uma classe Veiculo? Esse é o erro. O que exatamente é esse import? – Woss 9/03/18 às 20:49
  • @Anderson Carlos Woss já tentei com o nome diferente para o arquivo, mas não percebi muita mudança. O import Veiculo é a classe e, consequentemente, o arquivo. Acredito que mesmo assim não deveria dar erro porque o python não leva em conta o nome do arquivo. Há framework, por exemplo, que têm várias classes num mesmo arquivo. – André Nascimento 9/03/18 às 22:39
  • O nome do arquivo será o nome do módulo, então é levado em conta, sim. A questão é: por quê está importando o módulo dentro dele mesmo, sendo que ele mesmo define a classe? O conflito de nomes está entre o nome do módulo e o nome da classe, não pode ser o mesmo. – Woss 9/03/18 às 22:41
  • @Anderson Carlos Woss refiz o projeto, revi os erros e editei a pergunta. – André Nascimento 10/03/18 às 22:25
  • 2
    Mas ainda você está importando o próprio módulo nele mesmo? Isso não faz sentido. Por quê o import automovel dentro do próprio arquivo automovel? – Woss 11/03/18 às 2:01
3

Você está pensando muito "javamente". Esse código ai pode ser pythonizado.

Em python, o que define o escopo é a indentação.

Por exemplo:

def function(a):
    if a is None:
        b = 100
        return b

    if a > 300:
        c = 90
        return a + c

    #erro, b e c não estão definidas nesse escopo.
    # b só pode ser referenciada dentro do primeiro if.
    # c só pode ser referenciada dentro do segundo if.
    return c*b*90

No seu caso, a sua classe Veiculo tem dentro do seu escopo tudo que está indentado com quatro espaços ou um tab, que são:

  • As variáveis que você definiu: placa, cor e cidade.
  • O construtor: def __init__(self, placa, cidade, cor).
  • E as chamadas: carro=Veiculo e carro2 = Veiculo("JFW3128", "Salvador", "preto")

Primeiro ponto, você não precisa declarar as variáveis antes de atribuir algum valor à elas. Ou seja, é inútil fazer isso:

placa=None
cor=None
cidade=None

Você não precisa extender Veiculo à Object. É a mesma coisa que fazer: class Veiculo:

Sempre que você der um self.attr você vai estar criando um atributo da classe, caso ele não exista ainda. Segundo a PEP8, todos os atributos da classe devem ser criados no construtor. Ou seja, a primeira declaração deles devem ser no __init__. Nesse ponto, seu código está certo.

Você não precisa importar um módulo se você já tem acesso à ele. Então, também é inútil fazer o import que você fez.

Código pythonizado:

class Veiculo:

    def __init__(self, placa, cidade, cor):
        self.placa = placa
        self.cor = cor
        self.cidade = cidade

    def __str__(self) -> str:
        return "({0};{1};{2})".format(self.placa, self.cor, self.cidade)


if __name__ == "__main__":
    carro = Veiculo
    carro2 = Veiculo("JFW3128", "Salvador", "preto")
    print(carro)
    print(carro2)

Porque if __name__ == "__main__":?

O interpretador do python executa todo o código conforme lê ele. Se, por algum motivo, em outro arquivo você der um from automovel import Veiculo e não tiver essa verificação da variável __name__ ele vai executar essa parte do código sem você ter chamado python automovel.py. Ou seja, ele só vai executar essa parte do código de a execução do script for feita por python automovel.py.

3

Existem dois problemas aí. Vamos por partes, primeiro retire essa linha do import e retire a indentação da variável carro e carro2:

class Veiculo(object):

    placa=None
    cor=None
    cidade=None

    #construtor

    def __init__(self, placa, cidade, cor):
        self.placa=placa
        self.cor=cor
        self.cidade=cidade

# Se as linhas abaixo estiverem indentadas como estavam inicialmente,
# ou seja, no mesmo nível de Veiculo,
# significa que as variáveis fazem parte da classe Veiculo, e você
# não vai conseguir declarar uma var Veiculo dentro dele mesmo

carro = Veiculo
carro2 = Veiculo("JFW3128", "Salvador", "preto")

Agora você pode recortar as variáveis carro e carro2 e salvar o arquivo só com a classe Veiculo, e então sim importar ele em outro arquivo, e colar as linhas de carro e carro2 neste novo arquivo

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.