19

Que comando posso usar para agendar uma tarefa recorrente no linux? Gostaria também de enviar o retorno do comando por email automaticamente. Qual é a ferramenta mais adequada?

20

Existe uma ferramenta para linux chamada crontab. Ela é nativa. Para você editar o arquivo basta dar o comando crontab -e.

O crontab tem o seguinte formato:

[minutos] [horas] [dias do mês] [mês] [dias da semana] [usuário] [comando]

O preenchimento de cada campo é feito da seguinte maneira:

  • Minutos: informe números de 0 a 59;
  • Horas: informe números de 0 a 23;
  • Dias do mês: informe números de 0 a 31;
  • Mês: informe números de 1 a 12;
  • Dias da semana: informe números de 0 a 7;
  • Usuário: é o usuário que vai executar o comando (não é necessário especificá-lo se o arquivo do próprio usuário for usado);
  • Comando: a tarefa que deve ser executada.

  • crontab -e: serve para editar o arquivo atual do crontab e criar um, caso não exista;
  • crontab -l: mostra o conteúdo atual do crontab;
  • crontab -r: remove o arquivo atual do crontab.

Para enviar email, basta você utilizar este comando

59 */6 * * * script.sh | mail -s “Subject of Mail” someother@address.com

Você pode ler mais sobre nesse link. http://en.wikipedia.org/wiki/Cron

7

Use o cron para o agendamento. É a ferramenta padrão.

Redirecione o output com um pipe (|) para o comando mail para enviar o output por email.

Exemplo de entrada em /etc/crontab:

00 09-18 * * * /home/exemplo/bin/check-db-status | mail -s "db status" sa@example.com

Vai rodar de uma em uma hora de 9 às 18, mandando o output para sa@example.com.

3

Para agendar uma tarefa no Linux, você deve utilizar o CRON. O cron pode ser interpretado como um serviço do Linux que é carregado durante o processo de boot do sistema. Trata-se de uma ferramenta que permite programar a execução de comandos e processos de maneira repetitiva ou apenas uma única vez.

Para executar as tarefas, o cron usa uma espécie de tabela conhecida como crontab. O arquivo crontab geralmente fica localizado no diretório /etc, mas também pode estar em um diretório que cria um crontab para cada usuário do sistema (geralmente em /var/spool/cron/), tudo depende da distribuição linux.

Mão na massa

O primeiro passo é abrir o crontab. Para isso, você pode usar editores de textos como vi, emacs ou nano (eu prefiro o pico, mas verifique a sua distribuição). Também é possível digitar o comando crontab -e para editar o arquivo exclusivo de seu usuário.

O crontab tem o seguinte formato:

[minutos] [horas] [dias do mês] [mês] [dias da semana] [usuário] [comando]

O preenchimento de cada campo é feito da seguinte maneira:

  • Minutos: informe números de 0 a 59;

  • Horas: informe números de 0 a 23;

  • Dias do mês: informe números de 0 a 31;

  • Mês: informe números de 1 a 12;

  • Dias da semana: informe números de 0 a 7;

  • Usuário: é o usuário que vai executar o comando (não é necessário especificá-lo se o arquivo do próprio usuário for usado);

  • Comando: a tarefa que deve ser executada.

Obs.:

 - Você pode informar * (asterisco) para especificar uma execução constante. Por exemplo, se o campo dias do mês conter *, o comando relacionado será executado todos os dias;
 - Você também pode informar intervalos no preenchimento, separando os números de início e fim através de - (hífen). Por exemplo, se no campo horas for informando 2-5, o comando relacionado será executado às 2, 3, 4 e 5 horas. E se o comando tiver que ser executado às 2 horas, entre 15 e 18 horas e às 22 horas? Basta informar 2,15-18,22. Nestes casos, você separa os parâmetros por vírgula.

Por exemplo:

#tarefa infowester 
30 0,21-23 3,14 \* \* echo "Não entre em pânico" > /home/alecrim/infowester.txt

Neste exemplo, a frase "Não entre em pânico" é inserida no arquivo infowester.txt, dentro do diretório /home/alecrim/, aos 30 minutos das 21, 22, 23 e 0 horas, nos dias 3 e 14, em todos os meses e em todos os dias da semana. Repare na linha "#tarefa infowester". Trata-se de um comentário. Digite # e tudo o que for digitado na linha não será considerado pelo cron. É um recurso útil para inserir descrições quando se tem várias tarefas a serem executadas.

Comandos do crontab

crontab -e: conforme já informado, serve para editar o arquivo atual do crontab e criar um, caso não exista;

crontab -l: este comando mostra o conteúdo atual do crontab;

crontab -r: remove o arquivo atual do crontab.

Comandos CRONTAB

Fonte: Infowester (http://www.infowester.com/linuxcron.php)

OUTRA SOLUÇÃO

Talvez uma forma mais fácil que você também utilizar o arquivo init.d. Este arquivo é encontrado na maioria massante das Distribuições Linux, no caminho /etc/init.d, onde todos os comando encontrados nesse arquivo são executados toda vez que você inicializa o sistema. Para utilizar essa função, basta abrir esse arquivo com um editor de texto e colocar os comandos desejado.

ATENÇÃO: Todos os comandos só são executados apenas na inicialização do sistema.

2

Lembrando que quando você utiliza o crontab -e não precisa colocar usuário na execução da atividade. Com o crontab -e já é nativo executar pelo root. Já no /etc/crontab é preciso pôr o usuário.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.