10

Estava pesquisando sobre "sanitizar" dados e encontrei esta resposta do @maniero, que cita:

"Eliminar trechos de texto em uma entrada de dados que tenham características de metadados, e que por isso podem causar algum problema de segurança."

Gostaria de entender o seriam metadados e qual a aplicação/utilidade deles, se é que possuem?

  • 2
    Eita, por que os downvotes? D: – vnbrs 8/03/18 às 0:25
16

Meta, do grego (μετά), significa "atrás" ou "além". Metadados são informações sobre um dado.

Pense em uma foto tirada de uma câmera fotográfica:

O dado em si é a imagem. É o que você vê acima. Os metadados poderiam ser:

  • Que câmera tirou essa foto?
  • Em que papel foi revelada?
  • Onde essa foto foi tirada?
  • Quem tirou essa foto?

São informações sobre o dado. É o meta, o atrás e o além da imagem em si.

Fica claro que esse não é um termo da área de tecnologia, e sim aplicável a qualquer tipo de dado, objeto, fotografia, software ou coisa que você pode imaginar. Esse é um termo que está em ascensão desde os anos 90, com a popularização dos computadores e da internet.

Contextualizando

Arquivos em disco

Para contextualizar em tecnologia da informação, vejamos os metadados de um arquivo:

  • Tamanho do arquivo
  • Extensão do arquivo
  • Nome do arquivo
  • Tamanho ocupado em disco

Todo arquivo no sistema operacional tem metadados. Isso é guardado em disco e ocupa espaço. Portanto, um arquivo de 1 kb tem na verdade 1 kb + tamanho dos seus metadados.

JSON APIs

Uma das especificações para se construir Web APIs é a JSON API. Seguindo essa especificação, suponha que você tenha uma API de listagem de produtos paginada:

GET /api/produtos

{
  "produtos": [ ... ],
  "meta": {
    "paginaAtual": 1,
    "proximaPagina": "api/produtos?pagina=2",
    "paginaAnterior": null
  }
}

Veja que existe um nodo meta que não tem nenhuma ligação com um produto, que é o que esse endpoint fornece. Ele é sobre a paginação. É a informação além do dado e sobre ele.

HTML

Nas páginas da internet o esquema não é diferente. Uma página como seu perfil do Facebook deveria conter sua timeline, seu nome, sua foto e afins. Além de todos esses dados, existe uns a mais, dedicado aos metadados.

É para isso que serve a tag meta do HTML. Ela foi feita para ser lida por máquinas e não por um usuário final. São informações sobre a página.

<head>
  <meta charset="UTF-8">
  <meta name="description" content="Free Web tutorials">
  <meta name="keywords" content="HTML,CSS,XML,JavaScript">
  <meta name="author" content="John Doe">
  <meta name="viewport" content="width=device-width, initial-scale=1.0">
</head>

Aqui, nesse exemplo do W3C, os metadados da página seriam uma descrição, as palavras-chave, o autor da página e etc.

Bancos de dados

Os DBMS de bancos relacionais também tem metadados. Uma tabela de pessoas pode conter entidades com nome, data de nascimento e CPF. O conteúdo são as entidades. Mas se eu faço a pergunta: "quais são as colunas da tabela de pessoas?", esta é um questionamento sobre os metadados dessa tabela.

Alguns exemplos de metadados de uma tabela de banco de dados:

  • O nome da tabela
  • O tamanho da tabela
  • O número de linhas da tabela
  • As colunas da tabela e sua tipagem

Esses dados, de fato, estão armazenados em algum lugar. No SQL Server pode visualizá-los na tabela sys.columns. Um exemplo:

SELECT name, column_id
FROM sys.columns
WHERE object_id = OBJECT_ID(N'Pessoa.Cpf');

Se quer ler mais sobre, veja Querying the SQL Server Catalog.

Linguagens de programação

A metaprogramação trata dessa parte nas linguagens. O Maniero respondeu uma pergunta minha sobre a diferença entre metaprogramação e reflexão, que vale a pena a leitura. Lá ele definiu a metaprogramação de forma breve:

um paradigma que permite a manipulação do código de forma mais geral, você programa como o código deve ser programado.

Um exemplo de um código lendo a si mesmo em Ruby:

class Developer 
  def self.backend
    "I am backend developer"
  end

  def frontend
    "I am frontend developer"
  end
end

p Developer.class   => Class
p Class.superclass  => Module
p Module.superclass => Object
p Object.superclass => BasicObject

Formato de imagem BMP

Um exemplo interessante é o formato .bmp (bitmap image file) de imagens. Se você observa o conteúdo desse arquivo de forma crua, verá que ele segue o seguinte padrão:

Pode ver que muito dessa informação não é a matriz da imagem em si, mas sim, metadados dessa imagem. Como você mencionou não há problema em sanitizar parte dessa informação em muitos casos.

  • 1
    Mt boa explicação. Eu já sabia o que era em outras coisas, mas no âmbito da programação eu estava em dúvida. – Sam 7/03/18 às 23:49
  • Excelente. Obrigado! – Sam 8/03/18 às 0:03
  • 1
    Gosto de definir como informação sobre o dado. – vnbrs 8/03/18 às 0:36
  • 1
    Sobre metadados, se quiser aprofundar (se tiver preguiça posso abrir uma resposta com outros exemplos complementando, mas não vejo necessidade): um banco de dados saber a nível de consulta quais são as tabelas, quais as colunas dentro dessas tabelas, qual o tipo dentro de cada coluna, a quais colunas uma chave estrangeira se refere da classe primária e como mapeia na classe que aponta para a primária; se você tiver esse acesso durante a consulta, você está pegando dados sobre os dados do banco. Web semântica também tentou usar muitos metadados para fazer descobrimentos de serviços, SOAP também – Jefferson Quesado 8/03/18 às 1:46
  • 1
    @JeffersonQuesado isso!! Vou complementar sim. Obrigado – vnbrs 8/03/18 às 1:48

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.