2

Estou em desenvolvimento de uma aplicação web, do qual seria necessário em alguns casos disponibilizar no HTML (para que o JS possa interagir) ID de publicações de usuários, ID de comentários e outros...

Exemplo:

<div id="cmt_IDDOCOMENTARIO" class="comment-text">
   Comentário......
</div>

A questão é... tenho receios em disponibilizar informações do qual o usuário não deveria ter acesso, principalmente o ID de resultados obtidos no banco.

Como posso fazer para "criptografar" esse tipo de informação, para evitar possíveis ataques, invasões e etc?

Eu estive estudando como o Facebook realiza isso, mas não encontro basicamente nada na Web a respeito.

Obs: A quem se interessar no site, ainda em desenvolvimento: http://schedy.inventeweb.com.br/login

  • Nas aplicaçoes com que eu trabalhei, o id é apenas e exclusivamente para controle tanto de relacionamento mas como controle de informações internas, por exemplo pra fazer um update no banco. Nunca ouve a necessidade de "mostrar" uma PK. Qual seria a sua necessidade? – gabrielfalieri 7/03/18 às 14:43
  • Quando preciso usar o dado na view desta forma, eu geralmente associo a um elemento do html. Por exemplo, na tr eu atribuo um ID na renderização, este Id eu consigo usar no JS. Se precisar criar algum atributo adicional, também é possível, tal como data-pk=$id. – David Dias 7/03/18 às 14:45
  • 1
    Sobre ser seguro ou não, eu sinceramente não vejo necessidade de ter este receio assim. Essas tratativas se solucionam com token de sessão, middleware de autenticação, etc. – David Dias 7/03/18 às 14:48
  • Atualizei a publicação citando um exemplo. – Rodrigo Roberto de Almeida 7/03/18 às 14:52
  • Entendo, mas utilizar as data-tags do JS ainda assim não estaria disponibilizando a ID/PK para o código fonte? Digo... Supondo que o ID no banco seja 123, no html não ficaria:. <div id="cmt" class="comentario" data-id="123"> Texto </div> Continuando a ser "explicita" ? – Rodrigo Roberto de Almeida 7/03/18 às 14:54
4

Não faz o menor sentido criptografar isto já que a informação sem criptografia estará disponível no cliente.

O Facebook não criptografa nada até porque os engenheiros que trabalham lá sabem que tem eficácia zero fazer isto.

Se não quer usar o ID da tabela use outra chave única, mas em essência dá na mesma.

Não adianta esconder o sol com a peneira. Se quer segurança valide tudo o que chega de fora e não deixe usuário fazer o que não pode. Se há risco de alguém pegar o ID e fazer o que não deve é um problema da aplicação, conserte este problema.

Se algum usuário tem que ter algum direito a fazer algo potencialmente problemático, autentique ele para saber quem é, dar o privilégio só para quem deve e crie um log para auditar se alguém fizer o que não deve. Quem não tem privilégio não pode fazer nada de errado.

Se tudo estiver seguro, o ID exposto não é problema algum, não importa se é chave primária ou não.

O único problema que pode acontecer é você um dia resolver mudar todo sequenciamento de IDs, algo que não deveria ser feito, mas se fizer e alguém tiver um ID no modelo antigo, aí pode ter alguma inconsistência, mas novamente, é um problema da aplicação.

Não existe uma forma de você associar um item exposto sem uma informação única que vincule ao banco de dados. E estou falando de algo matemático/físico, não é que não tem uma tecnologia que aceite isto.

  • Obrigado pelas explicações, vou revistar a questão das autenticações então! – Rodrigo Roberto de Almeida 7/03/18 às 16:45

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.