0

Boa noite pessoal! Estou estudando testes de penetração em um site de estudos voltado para ataques. Pra eu poder me cadastrar eu tenho que "invadir" a página de cadastro. Basicamente eu tenho que digitar uma função no console do navegador e ele gera automaticamente o código.

O código é esse:

eval(function(p,a,c,k,e,d){e=function(c){return c.toString(36)};if(!''.replace(/^/,String)){while(c--){d[c.toString(a)]=k[c]||c.toString(a)}k=[function(e){return d[e]}];e=function(){return'\\w+'};c=1};while(c--){if(k[c]){p=p.replace(new RegExp('\\b'+e(c)+'\\b','g'),k[c])}}return p}('1 i(4){h 8={"4":4};$.9({a:"7",5:"6",g:8,b:\'/d/e/n\',c:1(0){3.2(0)},f:1(0){3.2(0)}})}1 j(){$.9({a:"7",5:"6",b:\'/d/e/k/l/m\',c:1(0){3.2(0)},f:1(0){3.2(0)}})}',24,24,'response|function|log|console|code|dataType|json|POST|formData|ajax|type|url|success|api|invite|error|data|var|verifyInviteCode|makeInviteCode|how|to|generate|verify'.split('|'),0,{}))

Eu digito no console makeInviteCode(); e ele me retorna uma string encriptada em base64 que decriptada informa a seguinte mensagem:

Para gerar o código de convite, faça uma solicitação POST para /api/invite/generate

1 Resposta 1

1

Vamos analisar o código primeiramente.

Quando acessamos a URL responsável por criar essas funções, obtemos o seguinte código:

eval(function(p,a,c,k,e,d){e=function(c){return c.toString(36)};if(!''.replace(/^/,String)){while(c--){d[c.toString(a)]=k[c]||c.toString(a)}k=[function(e){return d[e]}];e=function(){return'\\w+'};c=1};while(c--){if(k[c]){p=p.replace(new RegExp('\\b'+e(c)+'\\b','g'),k[c])}}return p}('1 i(4){h 8={"4":4};$.9({a:"7",5:"6",g:8,b:\'/d/e/n\',c:1(0){3.2(0)},f:1(0){3.2(0)}})}1 j(){$.9({a:"7",5:"6",b:\'/d/e/k/l/m\',c:1(0){3.2(0)},f:1(0){3.2(0)}})}',24,24,'response|function|log|console|code|dataType|json|POST|formData|ajax|type|url|success|api|invite|error|data|var|verifyInviteCode|makeInviteCode|how|to|generate|verify'.split('|'),0,{}))

Esse código é responsável por criar as funções abaixo:

function verifyInviteCode(code) {
    var formData = {
        "code": code
    };
    $.ajax({
        type: "POST",
        dataType: "json",
        data: formData,
        url: '/api/invite/verify',
        success: function(response) {
            console.log(response)
        },
        error: function(response) {
            console.log(response)
        }
    })
}
function makeInviteCode() {
    $.ajax({
        type: "POST",
        dataType: "json",
        url: '/api/invite/how/to/generate',
        success: function(response) {
            console.log(response)
        },
        error: function(response) {
            console.log(response)
        }
    })
}

Agora que sabemos que as funções para geração e validação dos tokens, vamos chamar a função para geração, para isso basta executar o código abaixo no console do navegador:

makeInviteCode()

Essa função retornará um objeto. Esse objeto contém:

  • status de retorno
  • O token "criptografado"
  • E o enctype que é a forma que ele foi "criptografado"

Esses valores são aleatórios, por isso você pode receber o valor "criptografado" em base64, rot13 etc.

Valores retornados

Quando testei, recebi um rot13 e um base64.

O base64¹ é um método para codificação de dados para transferência na Internet (codificação MIME para transferência de conteúdo)

Já o rot13 é a rotação 13 vezes de uma determinada letra do alfabeto, por exemplo, se pegarmos a letra a e rotacionarmos 13 vezes, o valor será de n.

Para transformar esses valores, você pode utilizar sites como:

http://www.rot13.com/
https://www.base64decode.org/

Enviando requisição do tipo POST

Agora que sabemos que fazer, vamos capturar nosso convite. Para isso é necessário enviar uma requisição do tipo POST para a URL indicada no passo acima.

Para isso iremos utilizar o XMLHttpRequest, por exemplo:

let xhr = new XMLHttpRequest();
xhr.onload = function( e ){ console.log(e.target.response) }
xhr.open("POST", "/api/invite/generate")
xhr.send();

Pronto! Já conseguimos nosso código. Agora é só decodificarmos o código em base64 e você já pode se cadastrar no site.

Obs.: Apesar de ajudar a conseguir isso, o justo é que você sempre e sempre procure na internet. A "graça" estar em descobrir.


Referências:
¹ Para que serve o encoding em Base64?

3
  • Valdeir, muito obrigado pela resposta! – Sandson Costa 3/03/18 às 3:41
  • 1
    Mas eu consegui resolver esse enigma! Eu usei uma requisição em ajax. Quando eu fui requisitar o código ele me deu o código em base64, e decodifiquei, consegui o serial de convite. Apesar da sua bela resposta e explicação, eu consegui por mim mesmo achar a resposta.. Fiquei muito feliz por conseguir sozinho.. Mas mesmo assim, muito obrigado! – Sandson Costa 3/03/18 às 3:43
  • 1
    @SandsonCosta que bom que conseguiu antes da resposta. Segue uma dica de site para estudos: security.stackexchange.com Bons estudos! – Valdeir Psr 3/03/18 às 3:47

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.