5

Antes do ES6, todas as variáveis de uma função são eram criadas independente de escopo do JS. Ou seja:

if(false) {
  var mensagem = "Olá!"; // declaração + atribuição
}
console.log(mensagem);
=> undefined

O retorno não é algo como um erro de referência, e sim undefined, o valor padrão de toda variável declarada no JavaScript.

Isso se dá por hoisting, mecanismo que declara todas as variáveis antes mesmo da linha de seu uso ser executada. O código acima é compilado para:

var mensagem;        // declaração
if(false) {
  mensagem = "Olá!"; // atribuição
}
console.log(mensagem);
=> undefined

Para mim, isso é na verdade um problema de performance e de encapsulamento de escopos. Estou certo? Existe alguma utilidade do hoisting no JavaScript? Por que esse comportamento era assim?

No ES6, com let e const, o hoisting no escopo de funções foi eliminado e o exemplo acima causa um ReferenceError.

3

Cuidado, isso não é uma verdade. Nem todas as variáveis de uma função são criadas independente de escopo do JS. Veja:

function x() {
  y = 1;
  var z = 2;
}

x();

console.log(y); // logs "1" 
console.log(z); // Throws a ReferenceError: z is not defined outside x

Quando você declara uma variável sem o var, o compilador declara a variável global, e se tiver declarada com var, ela cria dentro do escopo.

Porém, no seu código, você declarou a variável com var e ele criou a variável no global-scope, porquê? Seu código funciona porque no javascript o var só existe em dois tipos de escopos: global-scope e function-scope, que são os escopos criados por funções. Os block-scopes, que são os criados por { ... }, foram criados a partir do ES6 com a criação dos tipos let e const. Assim, como você está usando var, é como se todo o seu código estivesse no mesmo escopo, e por isso não dá erro. Agora, tente:

function teste() {
  var mensagem = "Olá!"; // declaração + atribuição
}
console.log(mensagem); // ReferenceError: mensagem is not defined

Então, na verdade, antes do ES6, quando só existia var, só se podia criar variáveis no global scope e no function scope. Javascript não tinha block scopes.

E no ES6 o hoisting não foi eliminado, mas sim criaram os block scopes, que são onde são criados as variáveis let e const. Por isso que se usar let ou const no seu exemplo dá erro:

if(false) {
  let mensagem = "Olá!"; // declaração + atribuição
}
console.log(mensagem); // ReferenceError: mensagem is not defined

O hoisting existe porque o interpretador javascript executa seu código em duas etapas: na primeira, compiler-phase, todas as variáveis e funções são alocadas na memória (é como se estivessemos passando as variáveis e funções pra cima), e na segunda, execution-phase, seu código começa a ser executado linha a linha.

O que nós, devs, podemos tirar disso é poder usar as variáveis e funções antes de serem declaradas:

i = 10;
var i;

e com métodos:

issoEhHoisting();
function issoEhHoisting(){
    console.log("aqui esta minha declaração");
}

Os dóis blocos acima somente funcionam por causa do hoisting.

  • 1
    Mas a pergunta é: qual a utilidade de existir o hoisting? Tem como falar disso na resposta? Você só falou de escopos. – Woss 26/02/18 às 9:04
  • 1
    realmente, editado! – guijob 26/02/18 às 14:22

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.