2

Adaptei um programa em Python que resolve labirintos, e estou melhorando ele, mas tive problemas com o caminho mínimo (Até dei um estudada em Grafos), consegui entender tudo. Mas estou com problema em achar a posição(x,y) do objetivo. Tentei usar o index() mas como tem sub-listas não funcionou muito bem.

usei esse padrão para basear o mapa em um plano cartesiano.

maze = """\
###########################
#       #             ## ##
# ##### ### # # ######## ##
#     #     ### #     #   #   
# ### # ##### # # ### ### # 
#     #       #     #   # # 
### #### #### ######### # # 
###    #   ##      ## # # # 
# ### ##   ## #### ## #   # 
# ### ## #### ## # ## ### #
#     #    ## ## # ## #   #
### ### ######## # ## ## ##
#             ##         X#
###########################
"""
EMPTY, BLOCK, STEP, END =" ", "*", ".", "X"
UP, DOWN, LEFT, RIGHT = "˄", "˅", "<", ">"

def solve(maze, x, y, move):

    found = False
    if 0 <= x < len(maze[0]) and 0 <= y < len(maze):
        if maze[y][x] == EMPTY:
            maze[y][x] = BLOCK

            if (solve(maze, x+1, y, RIGHT) or solve(maze, x, y+1, DOWN) or
                solve(maze, x-1, y, LEFT) or solve(maze, x, y-1, UP)):
                maze[y][x] = move
                found = True

        elif maze[y][x] == END:

            found = True 

    return found

if __name__ == "__main__":
    maze = [list(line) for line in maze.splitlines()]
    solve(maze, 1, 8, EMPTY)

    for line in maze:      
        print("".join(line))

como posso achar a posição de um termo usando esse padrão?

  • Acho que vc quer dizer isso: maze[1][2] para saber o conteúdo da sublista, e coloque o código inteiro quando puder! – nelson450 25/02/18 às 13:06
  • Ss, mas como eu faço isso com o index? porque preciso saber a posição do (END), no mapa, uso a lista para o eixo y e as sub-lista para x, mas não sei como localizar a variavel. Penso em fazer um loop while, mas to sem ideias. – Marcos Vinícius 25/02/18 às 13:59
  • Acho que é isso: maze.find(END) – nelson450 25/02/18 às 14:27
  • Será que teria uma outra forma que retornasse a posição em números? tipo a posição do END[13][26] (sub-lista 13, na posição 26)?? – Marcos Vinícius 25/02/18 às 16:48

1 Resposta 1

1

Parabéns pela inciativa!

Então vamos lá: O jeito mais "fácil de começar e difícil de continuar" de fazer esse tipo de coisa é usar sequências dentro de sequências.

De qualquer forma, você está definindo seu labirinto como uma string multilinha - então é melhor transformar ele numa estrutura de dados como uma lista-dentro-de-listas pra você poder endereçar cada ponto automaticamente. Para isso, podemos fazer os sequintes passos: quebrar a string com o labirinto todo onde houver uma quebra de linha (caractére \n). Usar cada substring obtida assim "como está", já que uma string é uma sequência. (A \n a mais que você põe logo no inpicio do labirinto evita uma linha vazia no começo do mesmo e é importante):

maze = maze.split("\n")

Pronto. Agora maze[1][5] vai acessar o sexto caractere na segunda linha. O metodo "split" quebra uma string em uma lista de strings no separador indicado (e omite o separador),e é o suficiente para isso. Tanto listas como strings são sequências - então maze[n] vai te recuperar uma linha do labirinto.

Agora, labirintos desse tipo são coisas bem legais para começar a entender Orientação a Objetos em Python. Basta apenas implementar o método __getitem__ em uma classe, e o Python pode recuperar elementos de lá com a sintaxe [ ], como se fosse uma sequência nativa - e, se o nosso __getitem__ suportar indices separados por ,, que são passados como tuplas, podemos acessar elementos no labirinto como maze[x, y] com apenas algumas linhas de código.

Para permitir que o labirinto seja alterável, isso é: você possa inserir novos elementos no mesmo depois de criado, vou usar listas dentro de listas, em vez de strings dentro de listas:

class Maze:
   def __init__(self, text_maze):
        self.maze = [[char for char in line]  for line in text_maze.split() if line.strip()]

   def __getitem__(self, index):
        # getitem simples, vai retornar um erro do próprio Python
        # se for acessado um elemento com índice errado
        x, y = index
        return self.maze[y][x]

   def __setitem__(self, index, value):
       x, y = index
       self.maze[y][x] = value

   def __len__(self):
      return len(self.maze) 

   def __repr__(self):
      return "\n".join("".join(char for char in line) for line in self.maze)

Agora, vocẽ continuando aí, vai dar mais tarbalho você plotar elementos dentro do labirinto (como um personagem andando, ou mesmo o algoritmo mostrando os caminhos já percorridos) no modo texto, to que usar um modo gráfico de verdade e ver o labirinto como bloquinhos coloridos na tela. O terminal é cheio de pegadinhas - enquanto que funções gráficas são feitas pra isso.

Olha só - aproveitando o que eu tinha feito de OOP, eu herdei a classe labirinto, e coloquei o código a mais para o labrinto se desenhar usando o tkinter.

Veja o que dá para fazer com mais 40 linhas (bem espaçadas) e usando o tkinter - (a referência para o canvas do tkinter está aqui: http://infohost.nmt.edu/tcc/help/pubs/tkinter/web/canvas-methods.html )

maze_data = """\
###########################
#       #             ## ##
# ##### ### # # ######## ##
#     #     ### #     #   #
# ### # ##### # # ### ### #
#     #       #     #   # #
### #### #### ######### # #
###    #   ##      ## # # #
# ### ##   ## #### ## #   #
# ### ## #### ## # ## ### #
#     #    ## ## # ## #   #
### ### ######## # ## ## ##
#             ##         X#
###########################
"""

import tkinter

class Maze:
   def __init__(self, text_maze):
        self.maze = [[char for char in line]  for line in text_maze.split("\n") if line.strip()]
        print(self)

   def __getitem__(self, index):
        # getitem simples, vai retornar um erro do próprio Python
        # se for acessado um elemento com índice errado
        x, y = index
        return self.maze[y][x]

   def __setitem__(self, index, value):
       x, y = index
       self.maze[y][x] = value

   def __len__(self):
      return len(self.maze)

   def __repr__(self):
      return "\n".join("".join(char for char in line) for line in self.maze)

   width = property(lambda self: len(self.maze[0]))
   height = property(lambda self: len(self.maze))

BLOCK_SIZE = 24

COLORS = {"#": "#000", " ": "#fff", "X":"#f00"}

class TkinterMaze(Maze):
    def __init__(self, root, text_maze):
        super().__init__(text_maze)
        self.root = root
        self.canvas = tkinter.Canvas(root, width=self.width * BLOCK_SIZE, height=self.height  * BLOCK_SIZE)
        self.canvas.pack()
        self.rectangles = {}
        self.update()

    def clear(self):
        for coordinates, rect_id in self.rectangles.items():
            self.canvas.delete(rect_id)

    def update(self):
        self.clear()
        for (x, y), char in self:
            color = COLORS[char]
            rect_id = self.canvas.create_rectangle(
                x * BLOCK_SIZE,
                y * BLOCK_SIZE,
                (x + 1) * BLOCK_SIZE,
                (y + 1) * BLOCK_SIZE,
                fill = color,
                width = 0
            )
            self.rectangles[x, y] = rect_id


    def __iter__(self):
        for y, line in enumerate(self.maze):
            for x, char in enumerate(line):
                yield ((x,y), char)


def main():
    window = tkinter.Tk()
    maze = TkinterMaze(window, maze_data)
    window.bind("destroy", window.destroy)
    tkinter.mainloop()

main()

Olhando um pouco amis a documentação do tkinter, você poderá usar o "bind" de eventos para receber teclas pessionadas e fazer o personagem percorrer o labirinto. (Uma implementação melhor será com o persongaem numa classe separada, com uma referência ao labirinto - ai usando o "getitem" ele pode saber para onde pode onde não pode ir. Ele pode compartilhar o ".canvas" do labirinto para se desenhar na mesma tela, ou o labrinto pode incorporar uma outra "camada" para desenhar os objetos que não são parede)

  • Genial !! Muito obrigado msm!! Tava tentando achar uma forma a uma semana kkk,classes não são o meu forte, Vou dar uma estudada a mais em POO pra passa pro modo grafico. Mas por enquanto acho que consigo plotar os elementos no labirinto kk. Explicação limpa e objetiva! obg cara!! – Marcos Vinícius 25/02/18 às 17:10
  • Depois de ver esse código, vou ter que aprender a usar esse tkinter kkk, ficou muito foda !! – Marcos Vinícius 25/02/18 às 18:44
  • eu na verdade sempre faço coisas do tipo desse labirinto com pygame - mas além de necessitar de uma instalçao a parte, o pygame é meio "cru" : o programador tem que fazer tudo, e se precisar usar texto no programa, tem basicamente que re-inventar a roda. O tkinter vem com o python e tem tudo pronto, mas por algum motivo as pessoas não estudam ele. – jsbueno 25/02/18 às 18:46
  • Já ainda to começando nessa parte de labirinto, Essa questão msm de acha a localização no (END), é pra tentar aplica o A* no código pra fazer o caminho mínimo, mais isso exige mais do que eu pensava. já ouvi muito sobre tkinter, mas ainda não uso porque estou usando o Blender game engine, facilita algumas coisas pra mim que ainda não tenho muita experiencia. – Marcos Vinícius 26/02/18 às 3:20
  • O blender game engine é uma boa pra isso também. O que seria ruim só seria tentar ficar no modo texto. – jsbueno 26/02/18 às 11:38

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.