6

Temos um sistema que atende diversos centros de distribuição. Um centro de distribuição é um local físico que pode estar localizado em qualquer parte do país. Um mesmo cliente pode ter diversos centros. Nosso sistema pode atuar em todos esses centros. Como agora estamos expandindo para mais locais, vamos ter que enfrentar o problema de diferentes timezones. Um mesmo cliente pode, ainda, ter centros com diferentes timezones.

Diversos eventos podem ser criados e armazenados (com data e hora) utilizando nosso sistema nos centros de um cliente. O comportamento ideal para diferentes timezones em um mesmo cliente é o seguinte:

Dado que um evento acontece em um centro que está no timezone A, ao meio dia. Se um supervisor de um centro que se encontra no timezone B for olhar a data/hora desse evento, ele deve visualizar essa data/hora formatados respeitando o timezone onde o evento ocorreu (inclusive com o horário de verão do local do evento em conta, se houver). Isso porque o que importa é saber se um evento foi localmente (no timezone onde foi feito) realizado ao meio dia (ou qualquer outro horário de exemplo). Para o supervisor, não é importante saber que ao meio dia quando o evento foi feito era 14h onde ele estava.

Nós utilizamos PostgreSQL como nosso banco de dados e eu vi que existem dois tipos de timestamps para se salvar data/hora. Um deles é o TIMESTAMP e o outro é o TIMESTAMPTZ. Todo o nosso banco de dados utiliza apenas o tipo TIMESTAMP.

Um outro cenário que pode ser bem raro de acontecer mas ainda sim é possível, é o caso de um centro ser trocado geograficamente de lugar, com isso impactando na mudança de seu timezone.

Segundo minhas pesquisas, o mais correto a se fazer parece ser salvar o timezone que cada centro tem em uma coluna na tabela CENTRO_DISTRIBUICAO. Trocar todos os tipos TIMESTAMP em nosso banco para TIMESTAMPTZ e no momento de cada insert de algo que salve data/hora utilizar o timezone do centro que está inserindo os dados para salvar junto o offset do timezone (visto que o campo TIMESTAMPTZ não salva o timezone em si, mas apenas o offset).

Minha dúvida é saber se esse é mesmo o melhor caminho e o jeito certo de se lidar com esses diferentes timezones. Como nunca implementei nada que precisasse desse suporte, não sei dizer.

Se eu resolver seguir essa abordagem, será preciso alterar o tipo de todas as colunas no banco de TIMESTAMP para TIMESTAMPTZ. Também será preciso recriar todas as views que dependem dessas colunas, pois os tipos estão sendo alterados. Além disso, será preciso alterar todas as queries que lidam com essas colunas para aplicarem o timezone do centro usando AT TIMEZONE.

O banco tem atualmente como timezone America/Sao_Paulo e meu receio é o de acabar fazendo algo errado ao realizar a troca das colunas para TIMESTAMPTZ. Esse cast pode acabar com a consistência dos timestamps já armazenados? Qual o jeito correto de fazer isso, devo primeiro realizar o cast ou primeiro alterar o timezone do banco para UTC?

A solução que descrevi é a melhor forma de lidar com o problema?

Essa abordagem também lida corretamente com o horário de verão de cada lugar?

Informações extras: nosso servidor é java (jersey) e o front é tanto mobile quanto web.

  • 2
    Já passei por um problema parecido, segui esta resposta, e esta aqui tambem – Robss70 21/02/18 às 18:31
  • Agradeço pelas sugestões de posts. Já havia consultado um deles. Infezlimente, não ajudaram muito no meu caso. – Luiz 2/03/18 às 21:27
1

Você pode alterar a variavél de ambiente TIMEZONE quando a aplicação (cliente) se conectar ao banco de dados.

A ideia aqui é: Cada cliente seria responsável por ajustar seu timezone, e o servidor permaneceria com seu timezone padrão, por exemplo:

SET TIMEZONE TO 'Brazil/Acre';
SELECT NOW(); -- Horário oficial do Acre

SET TIMEZONE TO 'America/Sao_Paulo';
SELECT NOW(); -- Horário oficial de Brasília/São Paulo

SET TIMEZONE TO 'Brazil/DeNoronha';
SELECT NOW(); -- Horário oficial de Fernando de Noronha

SET TIMEZONE TO 'UTC';
SELECT NOW(); -- Universal Time Coordinated

SET TIMEZONE TO 'GMT';
SELECT NOW(); -- Greenwich Mean Time

Para verificar o TIMEZONE configurado no cliente:

SHOW TIMEZONE;

Segue um exemplo prático ilustrando a ideia:

1) Criação de uma tabela teste tb_foobar contendo um campo do tipo TIMESTAMP WITH TIME ZONE:

CREATE TABLE public.tb_foobar
(
    id BIGINT, 
    datahora TIMESTAMP WITH TIME ZONE
);

2) Cada Centro de Distribuição faz o INSERT usando seu respectivo TIMEZONE:

-- CENTRO DE DISTRIBUICAO #1
SET TIMEZONE TO 'Brazil/Acre';
INSERT INTO tb_foobar ( id, datahora ) VALUES ( 1, now() );

-- CENTRO DE DISTRIBUICAO #2
SET TIMEZONE TO 'America/Sao_Paulo';
INSERT INTO tb_foobar ( id, datahora ) VALUES ( 2, now() );

-- CENTRO DE DISTRIBUICAO #3
SET TIMEZONE TO 'Brazil/DeNoronha';
INSERT INTO tb_foobar ( id, datahora ) VALUES ( 3, now() );

-- CENTRO DE DISTRIBUICAO #4
SET TIMEZONE TO 'UTC';
INSERT INTO tb_foobar ( id, datahora ) VALUES ( 4, now() );

-- CENTRO DE DISTRIBUICAO #5
SET TIMEZONE TO 'GMT';
INSERT INTO tb_foobar ( id, datahora ) VALUES ( 5, now() );

3) O mesmo se aplica na geração dos relatórios, cada centro de distribuição possui um TIMEZONE configurado:

São Paulo:

-- GERACAO DE RELATORIO NO CENTRO DE DISTRIBUCAO #2
SET TIMEZONE TO 'America/Sao_Paulo';
SELECT * FROM tb_foobar ORDER BY id;

Saída:

inserir a descrição da imagem aqui

Greenwich:

-- GERACAO DE RELATORIO NO CENTRO DE DISTRIBUCAO #5
SET TIMEZONE TO 'GMT';
SELECT * FROM tb_foobar ORDER BY id;

Saída:

inserir a descrição da imagem aqui

  • Em um primeiro momento essa parece uma boa abordagem. Mas no primeiro caso em que uma query lidar com dados de mais de um centro de distribuição que tenham timezones diferentes (na geração de relatórios, por exemplo) ela não vai funcionar. – Luiz 2/03/18 às 21:26
  • @Luiz: EDIT - Incluido um exemplo prático como prova de funcionamento. – Lacobus 5/03/18 às 13:10

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.