2

Gostaria de saber como remover as linhas das margens do gráfico no próprio R (ex: imagem 1) e adicionar o valor da correlação da curva modelada, com o valor do coeficiente de determinação (R²).

inserir a descrição da imagem aqui

library(drc)

S.alba.m1 <- drm(DryMatter~Dose, Herbicide, data = S.alba, fct = LL.4())

plot(S.alba.m1)
cor( fitted(S.alba.m1), S.alba$DryMatter^2)
[1] 0.9292864
6

Por padrão, o R considera que sua plot cria quatro eixos:

  • eixo 1 (equivalente ao eixo x, com escala definida)

  • eixo 2 (equivalente ao eixo y, com escala definida)

  • eixo 3 (paralelo ao eixo x, sem escala definida)

  • eixo 4 (equivalente ao eixo y, sem escala definida)

Em um gráfico tradicional, estes eixos podem ser desligados através do argumento axes=FALSE:

x <- seq(0, 2*pi, 0.01)
plot(sin(x) ~ x, axes=FALSE, type="l")

inserir a descrição da imagem aqui

Fica fácil adicionar os eixos que falta utilizando a função axis, na definição que coloquei acima:

axis(1)
axis(2)

inserir a descrição da imagem aqui

Mas perceba que os eixos não estão conectados, como se esperaria em um gráfico tradicional. Uma maneira de fazer eles se conectarem é através da função box:

box(bty="L")

inserir a descrição da imagem aqui

O problema é que a função plot.rcd, mesmo com o argumento axes=FALSE, desenha a box do gráfico:

S.alba.m1 <- drm(DryMatter~Dose, Herbicide, data = S.alba, fct = LL.4())
plot(S.alba.m1, axes=FALSE)

inserir a descrição da imagem aqui

Uma maneira de evitar isto é desenhar o gráfico acima, sem os eixos, mas com a box. Em cima da box preta, desenhar uma box branca, com largura igual a três. Assim, a box preta original terá sido "apagada" (na verdade, ela foi apenas sobreposta). Após isto, basta adicionar os eixos e a box unindo eles:

box(col="white", lwd=3)
axis(1)
axis(2)
box(bty="L")

inserir a descrição da imagem aqui

Por fim, a função text coloca qualquer texto em cima de um gráfico. Basta colocar as coordenadas x e y de onde o texto deve aparecer. No caso abaixo, coloquei o texto na posição x=5 e y=1 (o que não quer dizer, em hipótese nenhuma, que este é o melhor lugar para colocar esta informação):

text(5, 1, labels=paste("R²=", "0.9293", sep=""))

inserir a descrição da imagem aqui

Observação: a pergunta foi respondida como perguntada, mas a estatística calculada por cor(fitted(S.alba.m1), S.alba$DryMatter^2) não é o R^2 da curva ajustada. Este valor calculado é apenas a correlação entre os valores ajustados e o quadrado de DryMatter. Iasto nãoo tem nada a ver com o coeficiente de determinação, que deve ser calculado sempre a partir das funções de verossimilhança (exceto no caso da regressão linear simples, que pode ser calculado como o quadrado de uma correlação amostral). Existem muitas formas diferentes de calcular o R^2 em uma regressão logística e utilizar esta fórmula não é uma delas.

  • Mas uma vez muito obrigado Marcus, não havia percebido que a função que eu estava utilizado serve somente para regressão linear simples, vou buscar uma forma de calcular o coeficiente de determinação para os modelos logísticos através do software R. – Vitor Muller Anunciato 12/02/18 às 23:07

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.