0

Estou com um problema para intender qual a intenção nesse código abaixo ao colocar uma constraint para criar uma chave primaria de uma chave estrangeira.

CREATE TABLE Customer(
    IdCustomer integer PRIMARY KEY NOT NULL IDENTITY(1,1),
    NmCustomer varchar(255) NOT NULL,
    CpfCnpj numeric NOT NULL
);

CREATE TABLE AddressType(
    CdAddressType char(1) PRIMARY KEY NOT NULL,
    AddressType varchar(50) NOT NULL
);

CREATE TABLE CustomerAddress(
    IdCustomer integer,
    CdAddressType char(1),
    Street varchar(255) NOT NULL,
    Lot integer NOT NULL,
    Reference varchar(255) NULL,
    ZipCode varchar(50) NOT NULL
    CONSTRAINT FK_IdCustomer FOREIGN KEY (IdCustomer) REFERENCES Customer(IdCustomer),
    CONSTRAINT FK_CdAddressType FOREIGN KEY (CdAddressType) REFERENCES AddressType(CdAddressType),
    CONSTRAINT PK_CustomerAddress PRIMARY KEY (IdCustomer, CdAddressType)
);
0

Criação da chave primária da tabela CustomerAddress:

CONSTRAINT PK_CustomerAddress PRIMARY KEY (IdCustomer, CdAddressType)

Criação de 2 chaves estrangeiras:

CONSTRAINT FK_IdCustomer FOREIGN KEY (IdCustomer) REFERENCES Customer(IdCustomer),
CONSTRAINT FK_CdAddressType FOREIGN KEY (CdAddressType) REFERENCES AddressType(CdAddressType),

Na coluna IdCustomer da tabela CustomerAddress só é possível adicionar valores que existam na coluna com o mesmo nome da tabela Customer.

Na coluna CdAddressType da tabela CustomerAddress só é possível adicionar valores que existam na coluna com o mesmo nome da tabela AddressType.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.