0

Tenho um WebService implementado com JAX-RS e estou o consumindo com um serviço(utilizando Angular 2)

Segue o serviço:

@Injectable()
export class ModeloService {

  constructor(private http: Http) {
  }

  getAll(): Observable<Modelo[]> {
    return this.http.get(myEnvironment.MODELO_SERVICE_PATH)
      .map(res => <Modelo[]> res.json());
  }

}

Modelo é essa minha classe:

export class Modelo{
  id: number;
  type: string;
  size: number;

  constructor() {

  }

}

Acontece que o retorno da função map(), monta o seguinte objeto JavaScript, ou seja, ela insere essa propriedade _$visited : true:

{
  "id": 28,
  "type": "type",
  "size": null,
  "_$visited": true
}

Essa propriedade "_$visited" não faz parte do meu modelo lá do lado do WebService, nem do lado do front-end, se eu consumo esse WebService por um client Rest(utilizo o Restlet Client), o json retornado é o esperado ou se eu logar o retorno da própria função res.json():

{
  "id": 28,
  "type": "type",
  "size": null
}

Queria saber, primeiro de onde vem essa propriedade "_$visited" e qual a melhor forma de sumir com ela, pois quando vou enviar esse objeto pro meu web service de novo, ele vai com essa propriedade.

  • Em uma pesquisa rápida pela Internet, vi que o lugar que usa essa propriedade "_$visited" é o Primefaces, mais especificamente o PrimeNG. Você está usando essa biblioteca? – Marcus Dacorréggio 17/01/18 às 18:32
  • Sim, estou usando essa biblioteca? pode me passar a referência? – Henrique Santiago 17/01/18 às 18:35
  • Cheguei nisso através dessa issue no GitHub github.com/primefaces/primeng/issues/1937 provavelmente você não precisa se preocupar com essa propriedade, é apenas um controle do PrimeNG. – Marcus Dacorréggio 17/01/18 às 18:38
  • acontece que ela é setada e quando vou enviar um post com esse mesmo objeto pro web service, dá erro lá do outro lado. – Henrique Santiago 17/01/18 às 18:40
  • Acredito que qualquer implementação que você esteja utilizando tem alguma maneira de dizer para os objetos ignorarem as propriedades que não são mapeadas no seu Backend. Por exemplo o Jackson tem @JsonIgnoreProperties(ignoreUnknown = true), dê uma olhada. – Marcus Dacorréggio 17/01/18 às 18:43
2

Essa propriedade é adicionada pelo PrimeNG para realizar alguns controles da biblioteca. Teoricamente ela não deve influenciar no envio de requisições para o seu backend.

Porém se o backend estiver lançando exceções dizendo que não conhece a propriedade, você pode usar uma anotação da sua biblioteca JSON para ignorar essas propriedades desconhecidas.

Um exemplo de anotação do Jackson na classe de comunicação:

@JsonIgnoreProperties(ignoreUnknown = true)

Dessa maneira a biblioteca não tentará realizar o parse dessa propriedade.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.