3

esta pergunta realmente me deixou em dúvida, pois no postgres há três tipos de backup/restore que são:

  1. SQL Dump (Gera um arquivo texto com comando SQL)
  2. File System Level Backup (Salvar o arquivo de dados do PG)
  3. Continuous Archiving (Backup através do LOG)

Gostaria de saber se estas formas são tratados como dump ou/e exportação?

2

Olá DiegoSoaresSub o mais adequado sem dúvida é o SQL Dump por gerar de forma otimizada uma copia do seu banco(s) que fácilmente pode ser importado para outras máquinas ou servidores. Veja que o File System Level tem uma série de restrições ( http://www.postgresql.org/docs/8.1/static/backup-file.html ) que se não tomar cuidado pode não ser possível gerar uma cópia fiel por exemplo. Por fim o Continuous Archiving exige que seja ativado o recurso antes para que se possa recuperar independentemente de se fazer um dump ou não, mas é necessário estar consciente que isso exige armazenamento e processamento extra de forma contínua ( http://www.postgresql.org/docs/8.1/static/backup-online.html ) .

1

As três formas servem de alguma forma para backup.

SQL Dump é o modo mais flexível, porém o arquivo texto pode ficar muito grande na medida em que o banco cresce. Para importação e exportação parcial, considere o comando COPY, o qual permite exportação usando SELECT.

File System Level Backup é melhor do ponto de vista de administrador de sistemas, por ser apenas uma cópia de arquivos do sistema. Porém, o processo do banco de dados precisa ser devidamente encerrado para garantir que todas as informações estão devidamente atualizadas. Uma cópia a qualquer momento pode gerar um backup corrompido ou com dados parciais (que estão sendo gravados naquele momento).

Uma forma melhor de fazer backup dos arquivos sem precisar parar o processo é usando o comando pg_basebackup. Ele garante que o arquivo copiado está íntegro e atualizado.

Continuous Archiving é a forma mais rígida de backup. Ele permite restaurar o estado do banco em qualquer ponto no tempo. Porém, vai consumir muitos recursos como espaço em disco e tempo de gravação de dados, gerando logs de informações extensos. Para restaurar um determinado estado é necessário ter os logs desde o último backup realizado até aquele ponto.

Técnicas como o "Arquivamento Contínuo" geralmente são usadas de forma mista com backups normais. Enquanto o backup garante a recuperação de dados completa em intervalos de tempo pré-definidos, o Continuous Archiving garante a recuperação em praticamente qualquer momento.

É importante notar que arquivos binários copiados diretamente ou gerados pelo COPY podem ser dependentes da versão do PostgreSQL. Arquivos texto, por outro lado, costumam ser independentes de versão.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.