1

Se tal algoritmo existe, como é possível um algoritmo ordenar uma coleção de dados em tempo linear mesmo caindo no pior caso possível (invertido)?

  • Sim, mas não é um algoritmo comparativo. Ele não faz nem sequer uma comparação entre os elementos do conjunto. Algoritmos comparativos são limitadas a o(n log n) no pior caso – Jefferson Quesado 29/12/17 às 19:31
1

Certamente existe, depende do cenário. Com os dados certos (mesmo no pior caso), com os recursos suficientes (memória ou processadores em paralelo, por exemplo) é possível sim. Se compensa é outra estória.

Porém dentro da normalidade que se encontra por aí, o melhor possível seria um O(N*logN).

Existem algoritmos que possuem complexidade linear no melhor caso, que pode ser o caso onde já está tudo classificado como deveria. É possível no Quicksort em implementação específica. Insertation sort e Bubble sort são outros conhecidos que conseguem.

O pior caso depende do algoritmo, tem caso que ser invertido pode facilmente ser O(N). Ou até O(N/2) em alguns casos.

Se trabalhar só com inteiros com o tamanho correto pode usar o Radix sort. Existem outros algoritmos que fazem contagem para classificar os inteiros (exemplo). Quando o dado é informativo da sua grandeza é possível usá-lo sem fazer comparações.

Em alguns casos consegue com o Pigeonhole sort

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.