1

Estou com uma dúvida sobre como aplicar o try e catch em um método.

public function cadastrarUsuarios(parametros){

 mysqli_query($this->conexao,"INSERT....");

// Aqui que vem a dúvida

    try{
        if(mysqli_affected_rows($this->conexao) > 0){
           $_SESSION["Sucesso"] = time() + 3;
           return "<script>window.location.href='pagina.php';</script>";
        }else{
           $_SESSION["Erro"] = time() + 3;
           $erro = '';
          throw new Exception($erro);
        }
      }catch (Exception $erro){
            return $erro->getMessage();
     }
    }

A chamada do método se faz em outra página e no topo:

 include("classes/metodosClass.php");
 $metodos = new metodosClass();

 if(filter_input(INPUT_POST, "Submit") == "Cadastrar"){    
   ....    
  echo $metodos->cadastrarUsuarios(parametros);    
 }

Está correto a forma como está sendo aplicado o try e catch?

5

Neste caso não há razão alguma para fazer isto. Está usando exceção para controle de fluxo, e da pior forma possível. Se uma exceção será capturada na própria função que é lançada está errado em 100% dos casos. A exceção é uma forma de desviar a execução do código de forma distante de onde está.

Se a exceção for capturada fora costuma estar errado na maioria dos casos que as pessoas fazem. Se usado certo tem bem pouco try-catch no código. E quase nunca captura a Exception.

Este caso seria mais simples assim:

public function cadastrarUsuarios(parametros) {
    mysqli_query($this->conexao,"INSERT....");
    if (mysqli_affected_rows($this->conexao) > 0) {
        $_SESSION["Sucesso"] = time() + 3;
        return "<script>window.location.href='pagina.php';</script>";
    } else {
        $_SESSION["Erro"] = time() + 3;
        return NULL;
    }
}

$resultado = $metodos->cadastrarUsuarios(parametros);
if (is_null($resultado)) echo "deu erro";
else echo $resultado;

Coloquei no GitHub para referência futura.

No caso de PHP poderia não usar NULL, poderia ser um booleano. Na verdade qualquer coisa que não seja o esperado, até mesmo poderia usar a string vazia se for garantido que em condição normal nunca teria um resultado assim, mas tenho dúvidas se isto pode ser garantido neste caso.

Veja Por que devemos evitar retornar códigos de erro?.

Também:

0

O código que fica dentro do Try é aquele que fara o processamento dos dados e quando algo da errado ele entra dentro do Catch. Dando uma rápida passada no seu código eu acredito que você está aplicando corretamente. Uma dica procura saber as listas de exception em vez de usar uma genérica(Exception).

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.