1

Estou desenvolvendo uma aplicação para loterias, onde cada jogo gerado passa por N filtros antes dos números serem mostrados. As dezenas são escolhidas, passadas via $_POST para um arquivo php que fará o restante.

Nele eu possuía um código basicamente assim:

foreach ($jogos_gerados as $jogos) {
    if ($_POST['filtro_1'] == 'on') {
        // Procedimentos do filtro
    }
    if ($_POST['filtro_2'] == 'on') {
        // Procedimentos do filtro
    }
    // E assim se repetia por mais 120 filtros
}

Pois bem, acontece que para o tratamento de aproximadamente 150 mil apostas eu estava tendo um tempo de processamento muito grande, mesmo quando eu não estava ativando os filtros $_POST['filtro_X'] == 'off'. Eis que então resolvi trocar tudo desta forma:

foreach ($jogos_gerados as $jogos) {
    if (isset($_POST['filtro_1'])) {
        // Procedimentos do filtro
    }
    if (isset($_POST['filtro_2'])) {
        // Procedimentos do filtro
    }
    // E assim se repete por mais 120 filtros
}

E o tempo caiu drásticamente para < 5s. O que estou curioso em saber é porque essa diferença tão grande entre isset() e um operador de comparação. Sendo que em minha visão, tanto um quanto outro tem que ser verificado se existe para entrar no filtro (TRUE para isset() e ON para o operador de comparação).

  • 2
    Você não ficou nenhum pouco curioso se existe alguma forma de você evitar ter que fazer mais de 100 ifs? – Woss 20/12/17 às 0:49
  • @AndersonCarlosWoss eu sei que eu poderia fazer de outras formas, mas eu só estou curioso em entender o que aconteceu. – Thiago 20/12/17 às 0:52
5

A função¹ isset() e a comparação de valores são coisas distintas, fazem coisas distintas e seu uso não é exclusivo entre si. O isset() verifica se uma variável está definida no escopo atual, retornando verdadeiro quando está, independente do valor; já o operador == compara o valor da variável e não se ela está definida. De fato, o operador == até gera um erro quando a variável não estiver definida.

Ou seja, você utiliza isset() quando deseja verificar se uma variável está definida e o operador == para verificar o valor. No geral, os dois são utilizados concomitantemente, pois antes de verificar o valor você deve verificar se ele está definido.

Apenas para ressaltar meu comentário, se você precisa fazer mais de 100 verificações no seu programa, é um bom sinal que você irá precisar refatorá-lo. Aparentemente você está mandando os valores dos filtros como on ou off e isso não faz muito sentido. Você poderia enviar pela requisição apenas os filtros que estão ativos e assim percorrer a lista normalmente em $_POST com o foreach. Se esta requisição está vindo do HTML, esses campos possivelmente deveriam ser checkbox, não radio ou qualquer outro.

Não irei comentar sobre a diferença de tempos de execução entre ambas porque não faz sentido comparar coisas distintas.

[1] O isset() na verdade é um construtor de linguagem, não uma função e, para o PHP, há considerações a serem feitas.

  • Entendi, obrigado Anderson! – Thiago 20/12/17 às 1:30
3

O isset é apenas para checar se um variável ou chave existe dentro de um array ou stdObject, é importante notar que se a variável tiver o valor NULL também irá retornar false, então conforme exemplos:

<?php
$foo = 1;
$bar = 2;
$baz = null;

var_dump(isset($foo)); //Retorna true
var_dump(isset($bar)); //Retorna true
var_dump(isset($baz)); // Retorna false
var_dump(isset($naodeclarada)); // Retorna false

Exemplo de uso com um array:

<?php
$foo = array(
    'bar' => array(
        'baz' => 1
    )
);

var_dump(isset($foo['bar']['baz'])); //Retorna true
var_dump(isset($foo['bar']['baz']['teste'])); //Retorna false

Seria semelhante com stdClass:

<?php
$foo = new stdClass;
$foo->baz = new stdClass;
$foo->baz->bar = 1;

var_dump(isset($foo->baz->bar)); //Retorna true
var_dump(isset($foo->baz->bar->teste)); //Retorna false

É importante notar também que isset pode ser usado para checar múltiplos valores ao mesmo tempo:

if (isset($_POST['foo'], $_POST['baz'], $_POST['bar'])) {
    //Executa
}

Seria o mesmo que:

if (isset($_POST['foo']) && isset($_POST['baz']) && isset($_POST['bar'])) {
    //Executa
}

Note que variáveis em PHP com valor tipo string podem funcionar semelhante a arrays, por exemplo:

$foo = 'abc';

var_dump($foo{1}); //Irá exibir "a"
var_dump($foo{2}); //Irá exibir "b"
var_dump($foo{3}); //Irá exibir "c"

Ou seja para checar se uma variável tem conteúdo, geralmente usamos !empty, que ficaria assim:

if (!empty($_POST['foo']) && !empty($_POST['baz']) && !empty($_POST['bar'])) {
    //Executa
}

Que diferente do isset irá checar se a variavel é vazia, no entanto você pode conseguir fazer assim:

if (isset($_POST['foo']{1}, $_POST['baz']{1}, $_POST['bar']{1})) {
    //Executa
}

O que facilitaria bem mais, mas é claro que é importante notar que empty faz bem mais do que checar strings vazias, para ele considerar uma variavel como vazia ela poderá conter os seguintes tipos de valores:

  • "" (uma string vazia)
  • 0 (quando for um numero inteiro igual a zero)
  • "0" (zero como string)
  • NULL
  • FALSE
  • array() (uma array vazia)
  • public $var; (Quando uma variável é declarada em uma classe, mas não tem valor, pois é NULL)

Como expliquei em https://pt.stackoverflow.com/a/117504/3635, ou seja o empty pode ter mais usos além do que o isset será capaz, use ambos conforme a necessidade.

Agora sobre comparar com == é importante notar que se não tiver isset ou empty para checar antes provavelmente se o error_reporting no php.ini estiver configurado com E_NOTICE ou E_ALL ele irá emitir mensagens (que não são erros) se estiver em uma pasta com GET (ou qualquer tipo que não for POST) tentar fazer isto:

<?php
if ($_POST['foo']) {

}

Ou:

$foo = $_POST['foo'];

Vai ser exibido a seguinte mensagem:

Notice: Undefined index: foo in pagina.php

A mensagem quer dizer que a super-global POST existe, mas o index (se refere a chave) chamada foo não existe.

Então para o seu código especifico talvez o ideal seria algo assim:

foreach ($jogos_gerados as $jogos) {
    //Checa se tem no minimo 2 caracteres e se é "on"
    if (isset($_POST['filtro_1']{2}) && $_POST['filtro_1'] == 'on') {
        // Procedimentos do filtro
    }

    //Checa se tem no minimo 2 caracteres e se é "on"
    if (isset($_POST['filtro_2']{2}) && $_POST['filtro_2'] == 'on') {
        // Procedimentos do filtro
    }
}

No entanto estando dentro de um loop, que é o foreach, acho que múltiplas checagens são desnecessárias, você poderia otimizar a performance e até a escrita, poderia fazer algo como:

function getFilters()
{
     $filters = array();

     //O 200 aqui é a quantidade possivel de filtros que você terá, pode editar
     for ($i = 1; $i <= 200; $i++) {
         $key = 'filtro_' . $i;

         //Faz uma comparação "inline" e salva no array
         $filters[$i] = isset($_POST[$key]{2}) && $_POST[$key] == 'on';
     }

     return $filters; //Retorna o array
}

//Pega os filtros
$filtros = getFilters(); //Irá retornar algo como array( 1 => true, 2 => false, ...)

foreach ($jogos_gerados as $jogos) {
    //Não precisará de isset, pois existe, só que é false ou true dependo do valor de filtro_1
    if ($filtro[1]) {
        // Procedimentos do filtro
    }

    //Não precisará de isset, pois existe, só que é false ou true dependo do valor de filtro_2
    if ($filtro[2]) {
        // Procedimentos do filtro
    }
}
  • porque você utilizou === 'on' em getFilters() em vez de == 'on'? O resultado não seria o mesmo? – Thiago 20/12/17 às 1:41
  • @thiago força do habito, é que === compara o tipo e acabo sempre fazendo uso dele, institivamente, mas para o seu caso não é muito necessário, apesar de ser razoavelmente mais performatico (mas só se tiver uns 1000 loops pra notar algo diferente) – Guilherme Nascimento 20/12/17 às 1:41
  • @thiago O que é uma comparação frouxa? – Woss 20/12/17 às 1:43
  • @thiago um exemplo sobre o uso de ===, ==, !== e !===: Como distinguir FALSE da string vazia? – Guilherme Nascimento 20/12/17 às 2:40
  • 1
    Entendi, parecem besteiras mas são detalhes importantes. Obrigado pelas explicações @AndersonCarlosWoss e Guilherme! – Thiago 20/12/17 às 11:29
1

O isset() retorna um valor booleano, true ou false, ou seja, verifica se a variável existe ou não.

Verificar se a variável tem um valor definido com == é mais trabalhoso ao servidor, pois, além de receber o POST, deverá verificar se o seu valor é o esperado. No isset(), o servidor executa apenas 1 passo, true ou false.

A sensível melhora de performance na sua aplicação se dá porque o PHP não precisa verificar se o valor é "on", "off" ou qualquer coisa.

  • Entendo, de qualquer forma irei tentar otimizar minha aplicação. Obrigado @dvd! – Thiago 20/12/17 às 1:31
  • @thiago Obrigado!! – Sam 20/12/17 às 1:32

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.